Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Porque misturar política com segurança pública resulta em caos

A segurança pública do Rio tem sido um grande fracasso, se levarmos em conta as estratégias empregadas no combate ao crime que de um modo geral se tornou organizado enquanto ações impensadas de governadores, prefeitos e secretários de segurança só desarticulam as operações policiais, ou as fazem parecer inúteis - Continue Lendo:

Por Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr - http://www.agenciabrasil.gov.br/media/imagens/2007/10/21/1625FP4021.jpg/view, CC BY 3.0 br, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=2959118


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 10 de Maio de 2017- 13:20 GMT-3

Quando os governos decidem controlar as polícias, só há uma razão: A exploração dos recursos destinados a elas.

De uma forma honesta ou por meio de superfaturamentos, ou mesmo desvios e propinas, se formos mais fundo em casos já conhecidos do público. A verdade é que para se obter uma segurança pública eficiente ninguém melhor que o militar para comandá-la ou planejá-la.

Infelizmente, assim como os Ministros do STF são nomeados pelos presidentes de sua época, e acabam legislando em função deles, os chefes de polícias e comandantes de batalhões são pessoas de confiança do governador do estado, o que abre precedentes para um monte de ações no mínimo suspeitas.

Perfil do militar:

O soldado, independente da força que pertença é treinado para executar ordens, e seu fico está em enfrentar bravamente o perigo oferecido pelos inimigos. O soldado tem o foco de fazer cumprir a lei e as determinações superiores. A mentalidade desenvolvida pela maioria destes profissionais é muito eficiente e oferece ótimos resultados quando liderados por outros profissionais com no mínimo dez vezes a experiência que eles.

Mas a interferência política joga tudo por água à baixo. São pessoas despreparadas para o combate, que só enxergam os efeitos nas mídias e nas urnas além da quantidade de lucro que seu departamento pode movimentar de modo claro ou obscuro.

Ligado ao bom comandante sempre haverá ótimos soldados. Ligado a maus comandantes sempre haverá homens de má índole, que juntamente com ele, buscam converter o poderio de seu uniforme e distintivo em vantagens pessoais.

Como jornalista profissional em segurança e inteligência em guerras e conflitos internacionais, observo que as polícias estão sendo minadas por seus próprios líderes enquanto que o crime organizado absorveu o crime desorganizado e formou um bloco massivo, subdividido em facções regionais.   Hoje em dia ladrões de celulares e carteiras não roubam sem autorização da facção a que pertencem. Tudo é mapeado e controlado em detalhes.

 Cada vez mais hostis com os seus, os criminosos são exigentes e investigam 100% do tempo seus liderados, nunca deixando pairar sobre elas a sensação de que estão livres de suspeita. Já no âmbito policial nada ocorre sob pressão. Até porque a corregedoria das polícias tem uma falha grave em sua estrutura: Ela não tem um departamento específico para treinamento especial para seus soldados. Eles são colhidos do meio das tropas e indicados a atividade extra. Esta estratégia visa dar profundidade de percepção no seio de uma tropa, mas não impede que o militar indicado para a corregedoria seja um criminoso fardado.

A assombrosa operação policial da Cidade Alta, que resultou na apreensão de 33 fuzis e na prisão de mais de 40 criminosos sem que fossem divulgadas mais que 4 mortes, deixa uma alerta: Há envolvimento político nesta estratégia. Isto porque:

Com a atual fome e sede de matar policiais os traficantes fortemente armados jamais se renderiam e jamais entregariam suas armas. Então supõe-se que estas armas deviam estar guardadas para que fossem expostas como resultado da operação. Até porque o número de armas apreendidas não é compatível com o número de criminosos presos e à julgar pelo violento e prolongado confronto que aconteceu ao longo da noite anterior, nenhum bandido estava desarmado.

Sabe-se que os ladrões de celulares e bolsas, foram arregimentados pelo crime organizado para que quando o "quartel general" sofresse tentativa de invasão, estes deveriam engrossar as forças de contenção. Por isto os assaltos ganharam força, que além de apadrinhados pelo crime organizado, os assaltantes agora podem alugar armas e munições, como foi constatado pela própria polícia militar.

A operação da Cidade Alta causou a mesma sensação que a invasão no Morro do Alemão que gerou a inauguração da primeira UPP em 2010: A sensação de que algo estava errado. Que nenhuma operação de sucesso acontece com "zero" número de mortes e que nenhum bandido fortemente armado simplesmente sai correndo a não ser que haja um acordo.

O acordo é o mesmo que tornou este estado numa calamidade de segurança pública. É o famosos acordo tipo:

"Eu dou a batida, prendo o material, vocês fogem pelas portas dos fundos. Daqui a um tempo quando a mídia esquecer o assunto vocês vão voltando no sapatinho."

Neste meio-tempo os políticos passeiam pelo local, tiram selfies jornalísticas, seus repórteres escrevem artigos lindos contando sua vitória, e mais dinheiro entrando em caixa. Mas no final de tudo o crime está sempre no mesmo lugar e o povo está sempre cercado de muitos homens (fardados ou não) apontando-lhe armas, oprimindo suas saídas de casa e seu retorno para ela. tudo é dinheiro.

No fim das contas o próprio político desmoraliza o policial com salários nem sempre pagos, quando pagos nem sempre em dia, quando em dia nem sempre completos.

Abrindo precedentes para infinidades de acertos com novos mercadores da morte. Assim nenhuma cidade-referência como o Rio de Janeiro pode continuar a sustentar.

Então pra parecer bonito na mídia a "Guarda Nacional" é ativada. Pra aumentar o rombos nas contas públicas, pra justificar mais desvios de recursos da saúde, educação, previdência.. E vamos navegando sob alerta vermelho. Gastar mais de 4 milhões para trazer 300 homens desqualificados para operar nas comunidades é ridículo. Só pode ser coisa de político para político, ou se político para empresários. Até porque os soldados são transportados como se fossem a Seleção Brasileira. São quebráveis ou frágeis? Gastariam 10% disto se empregassem 1000 unidades das forças armadas.

Mesmo assim, tanto as Forças Armadas quanto a Força Nacional, acabam fazendo o serviço de forças auxiliares, já que não estão treinados para a atual guerrilha urbana e as táticas de guerrilha praticadas pelo crime organizado. É muito dinheiro e esforço desperdiçado. Só pode ser coisa de quem não entende nada de segurança pública, apenas manda.

Tags: segurança pública, forças de Segurança, Força Nacional, POLÍCIA, Saulo Valley, O Observador do Mundo, Rio de Janeiro, crime organizado, inteligência, corrupção política, política, 

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Indonésia: Notícias de tremor de terra, inundações e deslizamentos leva mais temor a desabrigados - Alerta 3

Pelo menos 5 tremores com escala acima de 4.0 chegando a máxima de 6.1 na região de Kepulauan Barat Daya nas últimas horas. O tremores cujos epicentros estão no mar, notados a  318 Km  de distância da cidade de Dili, no Timor Leste. O último tremor foi de magnitude 6.1 registrado a 18,1 Km de profundidade na mesma região que também fica a 383 Km da cidade de Ambon na Indonésia. O alerta foi enviado pela agência americana de prevenção a desastres geológicos USGS na última meia-hora.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 03 de Fevereiro de 2014 - 23:04 GMT-3
Atualização: 04-02-2014 as 08:20

Atualização: 04-02-2014 as 08:20

O governo indonesiano anunciou a manutenção do estado de alerta no nível 3. Neste momento o Sinabung lança uma quantidade de fuligem em quantidade considerada "pequena" mas está caindo sobre diversas regiões ao redor. Numa tentativa de avaliar os estragos, equipes técnicas percorrem a zona proibida e relatam milhares de hectares de planta…

PERIGO: Chamadas com DDD 06565 continuam desde 2012 até hoje

CUIDADO: Estou recebendo chamadas desde ontem de dois números desconhecidos. Quando fui digitar no Google antes que eu terminasse apareceu a sugestão: "065 65 de onde é?", então segui o link e vi uma eternidade de usuários reclamando destas ligações:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - 30 de Agosto de 2014 - 18:12 GMT-3



Link da pesquisa: https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&es_th=1&ie=UTF-8#q=06565%20é%20de%20onde

Foi aí que me lembrei daquelas "promoções e sorteios de casas, carros etc... Este assunto em 2012 havia se tornado uma discussão nacional e as autoridades haviam prometido utilizar bloqueadores para impedir que as quadrilhas continuassem a aterrorizar usuários da telefonia móvel e fixa.  As chamadas costumam ser no meio da noite e alguns milhares de brasileiros afirmaram que as vezes ouve-se uma voz que é gravada e sugere um pacto satânico, além de pedir todos os dados pessoais da vítima. Vários rumores surgi…

Liga Árabe avisa a Assad que pare a "Máquina de Matar" e cumpra as reformas prometidas.

A Liga Árabe se reuniu nesta Terça no Cairo. O encontro contou com a presença do Primeiro-Ministro da Turquia Tayip Edorgan. A liga se mostrou espantada com a continuidade dos massacres mesmo após o encontro do Presidente Sírio Bashar Al-Assad com Nabil Arabi Secretário-geral da Liga Árabe no último Sábado dia 10-09-11.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 14 de Setembro de 2011 - 07h08min.
Atualização: 19h41min.
Cairo -  De acordo com o site de notícias da Turquia "haaretz.com" o Primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan, em sua visita ao Cairo fez um pronunciamento quando buscava "definir a visão da Turquia sobre o atual Oriente Médio":
"Com o aumentar das mortes de civis na Síria, vemos que as reformas não se concretizaram e ele não fala honestamente. Não é possível acreditar nisso. E o povo sírio não acredita em Assad, eu também não acredito nele." Enquanto a Liga Árabe se esforça para chamar a atenção de Bashar Al-Assad para o fim da violência no país, ele i…

Turquia: Angelina Jolie quer ver os refugiados da Síria.

O ministério de negócios estrangeiros da Turquia anunciou hoje ter recebido um pedido para que Angelina Jolie, na condição de embaixadora da boa vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, tivesse acesso aos campos de refugiados sírios no país.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 15 de Junho de 2011 - 07h34min.
De acordo com o site ucraniano "independent", o pedido está sendo analisado. Até o momento pelo menos 8.500 sírios atravessaram a fronteira para a Turquia na tentativa de escapar ao embate entre as forças oficiais e as forças rebeldes do exército.
Desde a sexta-feira retrasada que uma rebelião entre os soldados foi criada para distrair as forças de segurança e permitir que a população de Vaga, nos arredores da Ponte Vaga pudessem cruzar a fronteira com a Turquia.
Em resposta, o governo da Síria intensificou os ataques nas proximidades das fronteiras do país com a Turquia e com o Iraque, na região de Deir Azour para onde enorme quantidade de reforç…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…