segunda-feira, fevereiro 13, 2017

Governo brasileiro que usa Casa Civil para assuntos pessoais: Desvio de função

Desde que o Brasil passou a ter acesso às atividades da Presidência da República de modo mais íntimo, graças ao avanço das tecnologias de comunicação, ficou fácil de perceber que a Casa Civil, funda em 1938 tem sido amplamente utilizada como "secretaria pessoal do Presidente da República", que usa estes recursos e pessoal como "assessoria pessoal", o que configura não só um desvio de função mas aumenta exponencialmente os gastos estruturais do Planalto...

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 13 de Fevereiro de 2017

Domínio Público
O que parece é que a Casa Civil, existe apenas para aumentar os gastos do governo com temas particulares, ao mesmo tempo mantendo um ar oficial de departamento governamental.

A verdadeira atividade do Chefe da Casa Civil seria similar ao cargo de Primeiro Ministro, ou mesmo Chefe dos Ministros, mas esta função é exercida pelo próprio presidente da república, atualmente nos demos conta que esta função não existe. O cargo é mais utilizado como secretaria pessoal do presidente e pelo que ficou provado ao longo da história recente da Casa, não é de hoje que o presidente em exercício utiliza este recurso, seguindo o exemplo deixado por Lula e Dilma, e sabe-se lá quantos ex-presidentes mais!

No caso que envolve a Marcela Temer e o Hacker, aprendemos que Alexandre Moraes pode ter tido sua indicação para o STF por ter sido ele mesmo quem cuidou da recuperação dos dados do celular de Marcela e a prisão do estelionatário em regime de elevada periculosidade!

Ainda assim uma publicação que deveria ter sido vista como "furo de reportagem" publicada pela Folha de São Paulo, foi censurada pela Justiça federal que atendeu ao pedido do Planalto para proibir o Jornal a publicar qualquer matéria ligada ao assunto, deste fato quando Michel Temer ainda nem era presidente interino.

A confusão ganhou novo patamar depois que o tal "telhadeiro" que é hacker nas horas vagas , disse ter áudio que compromete Michel Temer. Já há mídias apostando que Marcela Temer tem amante e outras que têm razões para acreditar que Arlon Vianna (Marqueteiro e atual Assessor do presidente) tenha ligação com o áudio e/ou o vídeo retirado do processo que o condenou a 5 anos, 10 meses e 25 dias de prisão, cercado das piores espécies de criminosos quase que isolado da imprensa.

Neste perturbador ambiente percebe-se que o advogado pessoal de Marcela Temer é o Gustavo Rocha, atual assessor de Assuntos Jurídicos da Casa Civil.

By Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr (Agência Brasil) [CC BY 3.0 br (http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/deed.en) or CC BY-SA 2.5 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.5)], via Wikimedia Commons

Pelo que parece, não era uma particularidade de Geddel, utilizar o cargo para interesses pessoais. Mesmo assim ele foi forçado a se demitir sem apontar os 100% dos políticos que usam os recursos do governo para causas próprias, até porque até hoje deputados federais utilizam suas próprias empresas e funcionários delas como escritório eleitoral, pra onde direciona a ajuda de gabinete que o Governo Federal disponibiliza para os pobres coitados montarem suas "salinhas de atendimento" ao público.

São estas empresas que atravessam as crises de mercado sem nenhum arranhão, enquanto os cofres públicos cada vez mais vazios e a máquina pública não consegue gerir sua própria carência de recursos com saúde, educação, pesquisas, energia etc.

Prova também que a escola do atual presidente da república foi Lula, Dilma e FHC. Prova que a maioria dos políticos cariocas que ganharam destaque, foram parar nas chefias dos governos Estadual ou Federal, eo mesmo tempo que nas longas listas da Lava-jato.

Tags corrupção, Marcela Temer, Michel Temer, O Observador do Mundo, Saulo Valley, Quebra de Decoro Parlamentar,  

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: