terça-feira, fevereiro 07, 2017

Depois de Espírito Santo, Rio de Janeiro poderá ficar sem polícia!

Uma grande manifestação prevista para fechar as portas do 18° BPM está marcada para o próximo dia 10 de Fevereiro e pode ser apenas o início - Leia Mais:



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 07 de Fevereiro de 2017

Jacarepaguá na Zona Oeste do Rio é uma das regiões mais violentas do estado, perdendo apenas para a Zona Norte que mais se parece um praça de guerra.

Terror, medo e violência aleatória faz com que as forças de segurança vivam intensamente debruçadas sobre esta parte do mapa em busca de reduzir a força dos criminosos. O 18° Batalhão é um quartel responsável pela região do Pau Ferro que compreende diversas comunidades carentes alojadas nas encostas da floresta da Tijuca. A região que era nobre se tornou motivo de pesadelo com históricos semanais de confronto entre forças invasoras ligadas à milícias ou às facções do tráfico contra o grupo que controla o crime na região. As polícias sofrem no dia-a-dia mesmo usando todo seu contingente não parece funcionar muito o esforço de manter a área tranquila. Agora com o anúncio da greve ( que pode se alastrar para os outros batalhões) o medo já começa a imperar na população.

O estado do Espírito Santo está um caos em função da paralisação das forças policiais. Os quartéis estão com as passagens interrompidas pelos manifestantes. Todos parentes, amigos e simpatizantes.

Enquanto isto os bandidos ocuparam o estado e lojas estão sendo saqueadas, casas invadidas e assaltos correm soltos além de todas as outras formas de crime.



Um contingente de pelo menos 1200 soldados do Exército está sendo enviados para socorrer o estado e as Forças Armadas prometem que se for necessário enviarão mais tropas.

A Força Nacional já recebeu ordens para se unir ao exército para retomar o controle do Espírito Santo.

O Rio de Janeiro parece estar às vésperas de viver o mesmo pesadelo da população do Espírito Santo. Mesmo sem poder sair de casa, com medo da violência, muitas pessoas estão experimentando a violência dentro de casa, porque o crime anda solto!

A Polícia Civil do Rio está em greve. As delegacias estão operando no mínimo.

A melhor opção é acessar à Delegacia Online para conseguir fazer um Boletim de Ocorrência. O endereço está no rodapé da imagem abaixo.


A pergunta que se tem que fazer agora é: O que a Secretaria de Segurança Pública está fazendo para prevenir que o Rio de Janeiro viva o mesmo caos que o vizinho Espírito Santo vive hoje?

Tags: protesto pacífico, manifestação pacífica, polícia militar, greve, Saulo Valley, O Observador do Mundo, rio de janeiro, 


Artigo em Destaque

Julian Assange periga ser extraditado para os EUA

O fantasma da extradição de Julian Assange volta a assombrar e podemos dizer que processar e condenar o fundador da Ong Wikileaks pelo cr...

Leia também: