Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 2, 2016

Translate this Page

O Rio de Janeiro está sitiado e precisa de um milagre político - O Observador do Mundo

Pior que cair num precipício sem ter percebido o perigo antes, é andar na direção dele sabendo que não tem opção - Continue lendo

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 07 de Julho de 2016

A cidade do Rio de Janeiro está em total desespero. Por todas as redes sociais estão visíveis as manifestações de angústia, sentimento de opressão, pressão psicológica e amargura de saber que nossa cidade poderá continuar debaixo do jugo das máfias e milícias, crime organizado e seitas religiosas cujas atividades já cansaram de estarrecer o país.

O pior de tudo é que todo este pesadelo virá sobre a cidade por voto popular, isto porque a atual política não oferece um candidato acima de qualquer suspeita. Todos são suspeitos de trabalhar em função dos grupos que representam e potencialmente explorarão todos os recursos da cidade em detrimento de interesses particulares. Um vício político que se enraizou na antiga "Cidade Maravilhosa" até que se tornou num "Curral Ele…

Razões para não votar que o governo brasileiro ignora - O Observador do Mundo

Quando um uma campanha política um candidato usa esta frase: "Use o seu poder de voto para mudar o Brasil!", na verdade não tem noção da grandeza do poder do "não voto"!  - Continue Lendo:



Por Saulo Valley , O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 04 de Outubro de 2016

A arrogância política, a auto suficiência dos políticos brasileiros chegou ao cúmulo de fazê-lo pensar que nem precisa de eleitores para ser eleito. Basta contar com o partido. Basta comprar um lugar à sombra e pronto! Mas a realidade hoje não é mais esta.

Em tempo de mudanças o Brasil vem buscando acertar o caminho para a auto-suficiência e o crescimento sustentável. Experimentamos o governo militarizado e encontramos várias limitações na gestão das cadeias de comando. Experimentamos a Democracia com foco no capitalismo e despencamos num abismo de recessão, inflação e empobrecimento nacional. Migramos para o Socialismo democrático e afundamos num mar de corrupção seguido de falências e endividamento…