segunda-feira, maio 16, 2016

Jornalistas, blogueiros e escritores petistas infiltrados envenenam e confundem leitores

O governo Dilma gastou milhares de reais para manter escritores e profissionais em redes sociais escrevendo como se fosse gente da massa. Eles tomaram conta dos blogues, Facebook, Thumblr, Twitter, Google+ e Instagram, além de infiltrados nos maiores sites de notícias do país.

Por Trailer screenshot - The Great Dictator trailer, Domínio público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=8971705
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 16 de Maio de 2016

Com todos os veículos de mídia contaminados, haja paciência para separar o que é jornalismo imparcial e o que é jornalismo pago com dinheiro da corrupção petista.

Exemplo disto é a publicação feita neste Domingo sobre a entrevista do presidente interino Michel Temer ao programa Fantástico na TV Globo:

"Entrevista de Temer tem panelaços pelo Brasil"

Não é pelo Brasil, foram pequenas manifestações localizadas em "São Paulo, Rio e Porto Alegre", locais aonde o PT exerce maior atividade! Eu por exemplo moro no Rio de Janeiro e em contato diário com o público e só ouvi falar de "panelaço" nestas publicações.

São falsas matérias. São escritores que publicam artigos tendenciosos e de interesse pessoal. São escritores e jornalistas que receberam para fazer estas publicações pró-Dilma.

Na prática, o Brasil está torcendo para o governo Temer dar certo. É o que se vê nas redes sociais, é o que se ouve nas ruas, é o que se percebe quando autoridades não politizadas falam sobre o momento atual.

Se houve "golpe", a única forma de matar uma serpente venenosa é com golpes certeiros na cabeça, ou no pescoço dela.

Então quando o novo governo tenta se organizar aparecem estes escritores irritantes criticando a tudo o que é louvável, mas que no fundo atinge em cheio a corrupção que os sustentou até agora.

Foi correta a decisão do novo governo de desmontar o MINC. Correto cortar órgãos que eram apenas cabide de emprego para vagabundos corruptos e estelionatários, falsificadores e verdadeiros golpistas.

Quem nunca tentou fazer um projeto visando ser aprovado pela Lei Rouanet e logo não foi abordado por espertalhões que se diziam "proponentes culturais" e que ofereciam projetos pre-aprovados, para ser adaptados ao seu projeto?

Poi é, um monte de gente sem ter o que fazer, que vive escrevendo coisas duvidosas, matérias tendenciosas, opiniões pagas.

Aí olham para o novo governo e dizem: Está faltando a cota de negros. Está faltando a cota de mulheres. Está faltando a cota de deficientes. Está faltando a cota de gays!

No governo anterior faltava a cota de pessoas honestas, que amavam o país e que queriam que nossa nação se tornasse uma potência. Faltou a cota de pessoas que tinham honra e acima de tudo não se vendiam por migalhas, nem por montanhas de dinheiro. Faltou a cota de jornalistas e blogueiros que não escreviam cegamente de acordo com o editorial estabelecido pelo Partido Dos Trabalhadores.
Agora que toda a sujeira vem vindo à tona, tentam usar a mídia pra esfumaçar as verdades.

Como na guerra real, esta atividade é conhecida como "inteligência e contra-inteligência".

Então o leitor brasileiro vai precisar ter paciência para decidir no que acreditar. Usar bom senso para interpretar quando uma mídia é tendenciosa e quando ela é honesta e imparcial, como determina a lei básica do jornalismo. Pior que ser tendenciosa ainda é quando a mídia é exagerada ou mentirosa. Você não deve aceitar isto, nem compartilhar conteúdo venenoso.

Quando recebo um link automático do jornal "O Globo Online", percebo que pela manhã sempre tem uma publicação paga pelo PT. Matéria que nem leio. Até os "Top Trends" foram contaminados por hastags pagas alimentadas por twiteiros ativistas e militantes do PT, para fazer parecer uma manifestação popular online.

O Thumblr ainda é pior! O perfil oficial, que deveria publicar assuntos de interesse dos usuários, como sugestões técnicas, melhorias na rede social etc, virou um verdadeiro palanque político com publicações intitulada de "Golpe" em nome da própria administração da rede.  Absurdo.

Vamos limpar esta cultura manipuladora das nossas mídias!?

domingo, maio 15, 2016

O colapso bolivariano e a "Primavera Capitalista"

Com o impeachment de Dilma Roussef, o Brasil acabou de tomar doses colossais de remédio amargo para tentar abrir os paraquedas diante da queda livre de estabilidade na economia e política. Como na Argentina, o Brasil segue na mesma orientação para romper siclo de corrupção bolivariana.

By Carlos Díaz from Venezuela (Protesta deportiva en Guatire, 13Abr14) [CC BY 2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 15 de Maio de 2016

O regime que só fala em Democracia, impõe ditadura de miséria, em consequência do enriquecimento ilícito de uma minoria política, sucateamento da máquina administrativa e o enriquecimento desenfreado de empresas privadas aliadas em esquemas de lavagem de dinheiro e corrupção envolvendo justamente a cúpula dos governos socialistas.

Enquanto o Brasil segue levantando e enumerando os prejuízos destes últimos 13 anos de economia socialista, na Bolívia vemos Evo Morales anunciando diárias novas obras e criando constantes novos canteiros de obras colossais. Tudo isto em meio à crise latina que tem levado a população a pagar cada vez mais caro, em detrimento de ter cada vez menos.  Constantes anúncios de aumento de impostos estão escravizando a população boliviana. Sem falar que muitas destas obras foram bancadas por desvios do BNDES.

Enquanto isto o mesmo regime de corrupção e desordem financeira promete levar a Venezuela ao completo colapso financeiro e político. Talvez ainda mais grave que o Brasil vinha enfrentando.

Como aconteceu no Brasil, a corrupção política chegou ao extremo ao ponto dos empresários reduzirem, consumo, produção e contratação em rejeição ao sistema de governo vampiresco instalado.  Comandado e organizado pelo próprio governo este sistema só se assemelhava à ditadura de exploração e miséria praticada nas monarquias europeias da idade média.

Tanta corrupção, tanto dinheiro público nas contas pessoais de tão poucos, que o sistema não suportou e se rompe por si só. Em comparação à Venezuela, o Brasil é um país ainda mais resistente e que já experimentou uma diversidade de regimes e os altos e baixos da economia, o que permitiram que a população avaliasse melhor suas escolhas.

Por isto todo este movimento pró-impeachment vem como forma de materialização da rejeição popular ao comunismo socialista e à corrupção vermelha. Para concretizar esta "desintoxicação" o Brasil viveu o que posso chamar de "Primavera Capitalista", quando a nação prefere derrubar o "socialismo" por se decidir pelo "capitalismo".

Este evento já ganha proporções continentais. Neste Sábado, o presidente venezuelano Nicolas Maduro disse que a derrubada do socialismo no Brasil está influenciando populares, empresários e políticos venezuelanos de direita. Para Evo, a crise econômica no país é reflexo de boicote empresarial, ameaçando colocar na cadeia a todos os que enquadrarem neste ato.

Com isto a crise se agrava no país, com hospitais se tornando verdadeiros cemitérios de pacientes mortos-vivos rastejando em busca de atendimento. A mortandade de recém-nascidos até 1 mês de vida cresceu mais 100% segundo Ministério da Saúde neste Domingo, elevadas taxas de impostos, desemprego recorde, enfraquecimento mortal das instituições, corte nas importações e escassez em consequência da estatização da indústria de alimentos, proporcionando a falta de alimentos básicos no mercado. Ainda a falta de chuva tem levado cidades inteiras a ficar em constante escuridão, numa desoladora crise de tudo o que é básico, incluindo água e energia.

Nos dias de hoje um povo sair às ruas em protestos por falta de comida, tem que ser uma corrupção residente, e uma administração completamente egoísta e irresponsável.

Protestos nas ruas pedem a queda de Maduro e o fim do comunismo socialista. Governo ameaça agir com força cada vez maior. Como acontecia no Brasil, governo acusa oposição e mídia oficial de "propaganda do Golpe".

O governo americano, constantemente acusado por líderes socialistas, de ser o "responsável por suas crises", se mostra "preocupado com o possível colapso venezuelano", segundo informou a Washington neste dia.

Tags: protestos, #SOSVENEZUELA, comunismo, socialismo, corrupção, crise econômica, crise política, Brasil, Dilma Rousseff, Nicolas Maduro, Evo Morales, Macri, EUA, Saulo Valley, O Observador do Mundo, Primavera Capitalista,

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: