quinta-feira, dezembro 15, 2016

Síria - Começou a retirada de feridos em Aleppo

Finalmente a retirada de civis está em andamento. Em primeiro lugar os feridos ha 1 hora estão sendo colocados nos primeiros ônibus - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 15 de Dezembro de 2016

A informação foi confirmada pela Cruz Vermelha, o Crescente Vermelho e o FSA (Exército Rebelde) presentes no local.

A maior preocupação é que toda concessão do regime de Assad é um cavalo de tróia. Depois de Aleppo os milhares de civis serão levados para Idlib, outra região rebelde.
Na prática as pessoas poderão não estar tão livres como promete Assad. 



Como já aconteceu antes, depois de identificados todos os civis serão separados. Mulheres e crianças serão libertados, desde que não tenham traços de quem utilizou armas de fogo contra o regime. Homens, mulheres e crianças acima dos 10 anos que militaram contra Assad possivelmente serão desviados para prisões e centros de inteligência. 

Eles desejam obter informações estratégicas sobre os líderes rebeldes e suas posições. Para isto o regime utiliza violentas técnicas de torturas.

Também poderão enfileirar os desertores rebeldes para fuzilamento, já que o regime pratica a pena de morte para toda insubordinação ao regime Assad.

Assim como os feridos por armas de fogo. Serão monitorados nos hospitais. Os que eram atiradores poderão ser assassinados com injeções letais. Isto PODE parecer assustador mas o regime de Assad pratica desde 1946.

Atualização:

Exército Livre divulga imagem do primeiro ônibus de feridos deixando a região ocupada de Aleppo. O total informado de feridos é de 200, que são distribuídos nos ônibus que vão à frente:

Primeiro ônibus com feridos deixando a região ocupada de Aleppo - Cortesia FSA Free Syrian Army.

Vamos orar, porque o pior ainda não passou.

Artigo em Destaque

Julian Assange periga ser extraditado para os EUA

O fantasma da extradição de Julian Assange volta a assombrar e podemos dizer que processar e condenar o fundador da Ong Wikileaks pelo cr...

Leia também: