quarta-feira, dezembro 21, 2016

Acordos de delação entre MPF entre Odebrecht e Braskem.SA batem recorde mundial

O Ministério Público Federal realizou no mês de Dezembro deste ano o maior acordo de leniência já realizado na história. Isto porque o montante envolvido nos desvios da Petrobrás ultrapassaram o limite das alturas - Continue lendo


Petróleo Brasileiro S.A - Petrobras

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 21 de Dezembro de 2016

O Brasil tem sede de mudanças e é possível sim, se depender do MPF, este que tem sido seu maior aliado no combate à corrupção política nacional e internacional.

A alta cúpula política do país está de sobre-aviso. Todos em alerta já sabem que mais cedo ou mais tarde o pente fino da Operação #Lava-jato do Ministério Público Federal em conjunto com a Polícia Federal irá alcançá-la. Para escapar da maior varredura que o sistema administrativo deste país já sofreu, está sendo feito de tudo, inclusive votar leis às pressas que impeçam o avanço da operação ou mesmo tentar meios de substituir a liderança das entidades que cuidam do caso.

By Cesman (Photographie personelle) [GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html) or CC BY-SA 4.0-3.0-2.5-2.0-1.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0-3.0-2.5-2.0-1.0)], via Wikimedia Commons

Ameaças e protestos da classe política são constantes e os procuradores e juízes estão bem habituados. Para isto a segurança pessoal de cada um deles tem sido reforçada e todos os arquivos do processo altamente protegidos.

Um dos pontos fortes deste acordo, é que estas grandes empresas que se pactuam com o Ministério Público hoje, apesar de dispor de seus funcionários para interrogatórios e abrir seus arquivos para varredura em busca de possíveis fraudes cometidas com auxílio funcionários públicos, será possível que estas retornem suas atividades e continuem operando sem qualquer dificuldade, desde que o montante que pertence aos cofres públicos seja devolvido.

See page for author [Public domain], via Wikimedia Commons


É claro que estas empresas deverão se adequar a nova realidade e criar métodos convincentes de prevenir atividades ilícitas a manutenção da transparência em seus negócios. Isto faz parte do acordo.

O procurador Deltan Dalagnol disse em seu perfil há pouco:

"Precisamos tornar essa experiência “efêmera”, que é a Lava Jato, em um legado permanente para nós e para as futuras gerações"
Deltan Dallagnol destacou que:


"Não só o maior caso de corrupção internacional no mundo foi descoberto pelas autoridades brasileiras, mas também foi alcançado o maior ressarcimento na história mundial em acordos dessa espécie."

Enquanto isto a classe política se dedica a criar projetos que roubam o direito da nação, como a PL 291/2014 que transfere para a Câmara Federal plenos poderes para agir em nome do Brasil. Sendo que é justamente de lá que vem histórias estarrecedoras de corrupção e desvio de recursos públicos.

Nesta Terça veio a ser divulgado na imprensa que vereadores de  São Paulo elevaram os próprios salários em 29%. Assim como os Deputados elevaram os salários da cúpula dos militares e Defensores públicos apenas 1 dia depois que congelaram os salários da saúde e da educação por 20 anos sob desculpa que estamos numa profunda crise..

Só mesmo uma reforma política, constitucional e jurídica pra reverter tantos estragos que a classe política tem impetrado ao Brasil. Até o momento o país só pode contar com a Lava-jato. Quem sabe algum poderemos contar com os brasileiros?

Tags: Odebrecht, Braskem, Corrupção, lavagem de dinheiro, corrupção política, Direitos Humanos, Deltan Dallagnol, MPF, Lava-Jato, PF, Saulo Valley, O Observador do Mundo, 

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: