Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Vergonha: Polícias do Rio esmolam depois da ostentação dos Jogos Olímpicos Rio2016

O Rio de Janeiro ostentou. Abusou dos gastos e quebrou. Deixou os mais básicos dos recursos escaparem por entre os dedos e.. fim de festa - É hora de passar vergonha - LEIA MAIS!

Upp Morro do Alemão - Creative Commons via Wikipedia
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 03 de Novembro de 2016

A falência do Estado do Rio tem sido uma tragédia comparável com a falência venezuelana. Tudo isto porque será?

Quando o país se inscreveu para concorrer e sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, vivíamos uma crise reflexo dos governos passados, que não combatiam a corrupção política e eram verdadeiros cabides de emprego e fortuna.   Em consequência desdes abusos o socialismo foi colocado no poder por opção do povo que focou a maioria dos votos num candidato de esquerda em rejeição ao histórico fracasso que se mostrou o PMDB e PSDB. Deslumbrando as riquezas que envolviam as relações do Brasil com o mundo, os socialistas apostaram que o Rio de Janeiro poderia se adaptar para merecer sediar estes tão importantes eventos esportivos e, para receber tantas delegações estrangeiras e líderes internacionais o Rio decidiu que a polícia se faria presente nas comunidades como forma de inibir a larga exibição de armas pesadas.

A primeira operação se deu no Complexo do Alemão. Tecnicamente impensável que uma mega operação militar conjunta com a Marinha do Brasil resultasse apenas na queda intencional de um helicóptero militar, a apreensão de um punhado de armas enferrujadas, enterradas, de pequenos calibres, fora de uso e a escapada de mais de 600 traficantes e seus líderes.

Daí a explicação era que a estratégia da Segurança Pública consistia em evitar o confronto direto e ocupar permanentemente as comunidades (Diga-se de passagem um contingente médio de um grupo de combate ( 9 unidades) pra controlar um complexo com mais de 440 mil habitantes, como é o caso do Alemão)..

Estratégia burra que só poderia fazer o crime organizado deixar o morro pra atuar nos bairros, transformando os subúrbios e Zona Sul em domínio controlado por facções. UPPs criadas para "proteger" turistas incentivados pela propaganda do Estado a visitar seus becos e vielas como se fossem memoriais. Um Salve a pobreza! Resultado: o turismo só acontece nas comunidades com autorização expressa dos traficantes. Arranjamos uma nova atividade para o crime organizado!
Facilitamos a relação entre grandes organizações comerciais e financeiras com as Associações de moradores das favelas. Ou seja: Ninguém grava um vídeo numa comunidade sem pagar uma cota de algumas centenas de milhares de reais à associação ou ao presidente dela.

Os postos das UPPs vivem cercados de inimigos fortemente armados muitas vezes pelos próprios policiais. As UPPs só servem pra matar soldados, deixar famílias de luto, consumir recursos públicos excessivamente, elevar tensão nas comunidades e transformar bairros em favelas.

Outra atividade que explodiu nos índices das polícias foi a punição de policiais por crimes e associação com o crime organizado. Isto já era de se esperar. Um verdadeiro comandante deve proteger seus liderados e não criar estratégias de extrema exposição de suas unidades, como é o programa das UPPs. Falta ao comando das polícias ler o manual "A Arte Da Guerra" do General chinês Sun Tzu!

..Ou quem comanda as polícias trabalha apenas como acumulador de recursos para si mesmo sem qualquer escrúpulo com suas tropas e a população.

Tanto que sete anos depois as estatísticas da PM revelam que o número de armas de guerra apreendidas aumentou exponencialmente. Agora vemos mais uma vez a polícia dizer que está mal aparelhada, etc etc blá blá blá blá. Os mesmos argumentos usados antes das UPPs.

A falência do Estado do Rio não é pela falta de recursos que movem nossa região. A politica se tornou o reduto de todo aquele que sonha enriquecer em demasia sem qualquer esforço e ao mesmo tempo adquirir poder.

Não existe legitimidade neste projeto que prometia "ocupação das favelas" mas só conseguiu ocupar containers fedorentos, mal instalados e isolados nas entradas das favelas. Os frutos desta obra são: Cabines de segurança transformadas em prostíbulo, canal de comunicação entre o crime organizado e a corrupção política, e esconderijo para soldados acuados, despreparados, praticamente desprotegidos, desarmados e desamparados pelo Estado e uma caixinha de "tiro ao alvo" para traficantes.

Já dá pra imaginar que a situação da polícia é tão desesperadora que logo a nova estratégia da Segurança Pública será enviar recrutas aos transportes coletivos com cofrinhos de metal gritando:

"Eu poderia estar roubando, matando, aceitando propina.. Mas venho aqui humildemente pedir a sua ajuda para o nosso batalhão.."

Perguntas finais:

Como o Estado pretende manter as dispendiosas UPPs sem sacrificar vidas, sem humilhar os soldados nem criar maior exposição destes profissionais às tentações do crime organizado?

Treinar soldados para os entregar aos cuidados do tráfico não poderá acabar sendo o maior legado do sistema das UPPs, além das milhares de vítimas de balas perdidas?

Tags:
Crime organizado, UPP, polícia militar, polícia civil, corrupção, gestão pública, Estado, favela, comunidade, saulo valley, O Observador do Mundo, segurança pública, Rio,

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Sahar Tabar jamais fez 50 cirurgias acabem com a Fake News - O Observador do Mundo

A jovem iraniana Sahar Tabar vem sendo ridicularizada por internautas do mundo inteiro desde que um site publicou que a "mulher iraniana teria feito 50 cirurgias pra se parecer com Angelina Jolie" mas seu rosto teria ficado deformado. Seria isto mesmo? Saiba a verdade a seguir:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - 03 Dezembro de 2017

Sahar Tabar é uma jovem iraniana comum, que aos 19 anos vive numa ditadura islâmica radical, em que as mulheres são vistas pela maioria dos homens como apenas objeto sexual, maldição, lixo ou objeto de muitas punições e castigos em todas as áreas. Mulheres jovens bonitas nestes lugares não são apenas assediadas ou violentadas, são escravizadas e forçadas a ficar em silêncio já que não há lei que permita que ousem abrir suas bocas diante das autoridades. Muitas destas jovens são abusadas sexualmente pelos pais, pelos irmãos, vizinhos, colegas de escola, professores, colegas de trabalho e patrões, policiais e políticos. São vítimas de um siste…

A implantação e queda do comunismo socialista e o "Decálogo de Lenin"

O "Decálogo de Lenin" é um resumo do pensamento da implantação do comunismo de modo mais "social". Escrito por um brasileiro de Sorocaba, a obra, por incrível que pareça descreve exatamente a tragédia que o Brasil vive hoje sob a luz do Partido dos Trabalhadores - CONTINUE LENDO:

A "Revolução Bolivariana" era ainda um sonho de Chávez de unificar toda a América Latina sob seu comando. Ele pretendia instalar um regime comunista duro, com maior apelo social mas que culminava no empobrecimento de todas as camadas abaixo dele, e o enriquecimento exclusivo do Estado militarizado e de seus líderes.   Para isto Chávez contava com militantes de esquerda em todo o território latino, e depois do fracasso dos anos 60, finalmente nas últimas duas décadas, conseguiu colocar seus "agentes laranja" no poder em diversos países, entre eles Brasil e Argentina.

Quando o Brasil aderiu ao "Comunismo Socialista", por meio da comemorada ascensão de Luis Ináci…

Rodoviária Novo Rio - Assaltos, insegurança, medo, abandono e caos nas vias de acesso

   A Rodoviária Novo Rio, na cidade do Rio de Janeiro é muito bem policiada, graças a Deus. Mas as vias que levam até ela sofreram mudanças radicais com as últimas obras na região. Um completo abandono absurdo fora do prédio. Veja os pontos mais perigosos:


Atualização: 14/05/2015 - 19:30 GMT-3
   Pra começar a segurança é zero, fora do âmbito da Rodoviária e quem vai viajar de ônibus precisa assumir os riscos. Assaltantes emboscados esperam 24 horas por suas presas que passam com suas bolsas e malas e são abordadas sucessivamente sem que sejam incomodados. A engenharia de trânsito é péssima e a maioria dos pontos de ônibus foram colocados a quase 1 quilômetro de distância da rodoviária e quem depende destas conduções para retornar pra casa, é obrigado a percorrer esta distância arrastando malas, caixas e bolsas, enquanto que os ladrões vão correndo atrás de suas vítimas como leões atacando uma manada de zebras.

   A alternativa forçada pela situação só privilegia os taxistas que fazem …

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…