segunda-feira, novembro 21, 2016

Policial ou bandido? Lava-Jato ou Corrupção? Quais valores precisam ser resgatados?

Há 13 anos o Brasil vive uma completa inversão de valores. Agora estamos no meio de um racha, que é consequência dos efeitos negativos destes valores invertidos que experimentamos na última década. Continue lendo:


Autor Desconhecido

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 21 de Novembro de 2016

   Na última década trocamos valores tradicionais em busca de maiores liberdades.
Gradativamente fomos trocando os antigos valores da sociedade tradicional e erguendo novos valores em seus lugares. Num determinado momento acentuamos esta inversão e acabamos por criminalizar o outro lado da balança.

É impressionante como em defesa do homossexualismo criminalizamos o heterossexualismo. Em defesa do banditismo criminalizamos a justiça. Criminalizamos a família tradicional em defesa das famílias informais. Criminalizamos a polícia em defesa dos direitos dos prisioneiros. Criminalizamos a ordem em defesa da anarquia. Criminalizamos a honestidade e os bons costumes em defesa da ostentação, demonstrações de poder e riqueza sustentadas pelas fraudes, práticas de crimes e corrupção. Chegamos ao cúmulo de criminalizar a bandeira nacional em defesa de ideologias partidárias como o comunismo e o socialismo. Uma completa prova de que nossas funções mentais não estão indo bem.

Nestes tempos insanos assistimos estarrecidos a prisão de dois ex-governadores que são apontados por diversos crimes contra o Estado e a sociedade. Vimos um programa de TV criar uma enquete que forçava a audiência a dar apoio ao bandido ao invés de salvar o policial. Vimos uma quantidade estarrecedora de pessoas comemorando a queda de um helicóptero militar e a morte de seus ocupantes, assim como protestando contra morte de 7 criminosos durante uma guerra contra a polícia e possivelmente contra facção rival.. Vimos uma juíza negociando a venda de "Habeas Corpus" para um político corrupto preso.. Vimos um ex-presidente acusado de corrupção e lavagem de dinheiro pedindo a prisão do juiz que julgará seus crimes. Vimos que os maiores saqueadores de nosso país são presidentes da república, governadores, senadores, juízes de 1, 2, e máxima instância, além de governadores, prefeitos e autoridades militares. Vimos escolas sendo ocupadas por estudantes que não querem estudar e pais de alunos gritando pelas ruas protestando pelo direito de ver seus filhos na escola. Vimos políticos que elegemos pedir o fim da polícia, e membros do governo articulando o fim do combate à corrupção política e a criminalização da atividade anti-fraude da justiça federal.
Vimos pais proibidos de corrigir seus filhos e menores delinquentes tendo suas atividades criminosas protegidas por força da lei contra a própria polícia. Vimos professores proibidos de ensinar, trabalhadores do Estado tendo seus salários negados e seus direitos trabalhistas atropelados pelo próprio governo..

Milhares de pessoas manifestam apoio à Lava-jato no combate a corrupção neste Domingo mas a mídia não mostrou.
(Uso autorizado)
Nosso novos valores estão nos matando.

Hoje começamos a vivenciar um fenômeno que poucos percebem a origem, mas todos sofrem e anseiam se livrar deste mal. Na verdade é o efeito colateral desta inversão.

Quando seu filho quer te matar com a frieza e a crueldade que você defendeu que ele só praticasse contra os outros..

Quando você sofre atropelamento por um motorista embriagado, depois de tanto que você dirigiu embriagado...

Quando sua filha menor sofre abuso sexual depois de tanto que você explorou conteúdo deste tipo..

Quando sua cidade decreta falência e você perde acesso à saúde, educação, emprego e outros recursos, pelo fato do político que você elegeu com voto vendido ter roubado todo dinheiro..

Quando deixamos a religião se tornar um negócio lucrativo e nos tornamos pessoas desesperadas sem tem aonde achar socorro espiritual.

O caos mais profundo está na distorção que começa na mídia e termina na mente das pessoas. Estamos nos trocando. Estamos nos vendendo como escravos. Estamos trocando minutos de paz por eternidades de sofrimento e dor. Estamos pagando pra perder tudo o que precisamos para viver.

Tags: corrupção ativa e passiva, sociedade, abuso de poder, abuso sexual de menores, EXPLORAÇÃO, crise moral, desvalorização, criminalidade, Saulo Valley, O Observador do Mundo, 

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: