terça-feira, novembro 29, 2016

Futebol - Luto internacional pela delegação chapecoense morta em acidente aéreo.

O Brasil acordou em mais um dia triste e possivelmente o dia mais triste da história do futebol mundial, quando recebeu a notícia arrasadora da queda do avião que transportava toda a delegação da equipe chapecoense de futebol e mais 21 jornalistas - Continue lendo



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 29 de Novembro de 2016

O dia já amanheceu nublado em grande parte do país. A tristeza se refletia na natureza e o sol se escondeu pra chorar pela morte de 76 ocupantes da aeronave Lamia que pertence a uma pequena empresa de aviação.

O vôo partia do aeroporto de Guarulhos em São Paulo, fazendo escala na Bolívia em Santa Cruz de La Sierra e em fim pousaria no Aeroporto de Medellin na Colômbia.

Citando a TV Record como fonte que disse que "o piloto percebeu que havia um problema no avião e que decidiu fazer um pouso forçado." Na verdade era um mergulho no escuro, sem qualquer visão sobre o terreno e nem mesmo se haveria amplo espaço para a tentativa dos procedimentos de emergência. Ao tocar no solo a aeronave se partiu em três partes e pouco restou pra contar a história.

O Vice-presidente da Chapecoense Ivan Tozzo publicou uma nota no twitter oficial do clube dizendo:

A Chape, através de seu vice-presidente Ivan Tozzo, aguarda a manifestação oficial da autoridade aérea colombiana para emitir nota oficial.

O motivo da viagem era a Final da Copa Sul-Americana que ocorreria nesta Quarta-feira (30) as 21:45 contra o Atlético Nacional no Estádio Atanasio Girardot Sports Complex em Medellin.

O presidência da república Michel Temer decretou luto de 3 dias.

Um dos acidentes envolvendo membros de equipes desportivas que ficaram na memória de todo o planeta foi a tragédia que matou 23 pessoas entre tripulantes e a delegação do Manchester United em 1958, quando a aeronave caiu em Munique e apenas 7 pessoas foram resgatadas com vida.   Em mensagem via Twitter o perfil lamentou a tragédia com a equipe chapecoense em nome de toda equipe.



A equipe do Atlético Nacional que iria disputar a final também publicou nota via Twitter para lamentar as vidas perdidas tão inesperadamente.

Uma comoção nacional mexe com esta terça-feira muito triste e nós jornalistas, colaboradores, apoiadores e parceiros desta página "O Observador do Mundo" enviamos nossos mais profundos sentimentos para todas as famílias, profissionais e fans que mantinham relacionamento de amor, amizade, admiração e carinho com todas as vidas que se foram com este trágico acidente.

Lamentamos muitíssimo as vidas perdidas, mais que qualquer coisa neste mundo.

Tags: Chapecó, chapecoense, Acidente aéreo, TRAGÉDIA, QUEDA, futebol, destruição e morte, Colombia, BRASIL, Saulo Valley, O Observador do Mundo, Medellin, 

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: