quinta-feira, abril 21, 2016

Dilma se prepara para dar a "Volta ao Mundo em 180 Dias" falando sobre "O Golpe"

Dilma está determinada a ir ao mundo dizer que está sofrendo "O Golpe", como uma mulher que se sente rejeitada corre pra processar o ex-marido por violência doméstica, e leva um monte de amigas para testemunhar a violência que não houve. Continue lendo:
Por Dilma Rousseff from Brasil - Flickr, CC BY-SA 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=19429315 
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 21 de Abril de 2016

Na verdade não há nada que Dilma possa fazer pra mudar seu destino agora. Ficar aguardando o fim do prazo seria feito por qualquer presidente deposto no mundo, mas ela decide sair por aí fazendo estardalhaço. Serão 180 dias que a ex-presidente possivelmente percorrerá os quatro cantos do planeta com seus agouros. Deveria ter pensado em administrar o país, mas na verdade a única coisa que ela defende é a manutenção de sua moradia luxuosa e o acesso aos bilhões dos cofres federais, pra poder gastar como quiser até 2018.

Assim a internet está sendo visitada por um grupinho de amigos que defendem a ex-presidenta e fazem barraco digital gritando "Não Vai Ter Golpe", mas são pessoas que ignoram a realidade das coisas. Elas defendem o que defendem porque defendem. A lógica é esta.

Todo mundo sabe que os processos de Lula, Cunha, Temer, Cabral, e tantos outros estão em andamento e as investigações que já correm, a maioria delas há mais de 1 ou 2 anos ainda não foram concluídas.

A diferença que eles não levaram o país ao desastre total como Dilma o faz. E para cada nova atitude que a louca economista toma, fica um rastro absurdo de erros deixados pra trás e que custam muito dinheiro para o país!

Nenhum político ético faria o que ela está se propondo. Nem mesmo o frio e sanguinário Bashar Al-Assad saiu pelo mundo fazendo arruaças. Ele envia porta-voz e dá entrevistas quando consultado se assim achar por bem. Assad sabe que tudo o que ele disser a um jornalista será investigado a fundo. Dilma não pensa assim. Dilma quer ocupar mídia global, mudar mentes. Atropelar raciocínios e pensamentos para incutir que tanto ela quanto Lula são pessoas dignas de serem canonizadas, amadas e colocadas acima de todas as regras e leis. São traços claros de desvio. Distorções mentais de uma pessoa que tem grande ambição pelo dinheiro, o poder e completo desrespeito pelo outro.

Enquanto isto o processo de votação do impeachment da "presidenta" no Senado, segue em tempo hábil, mas se ela e sua comitiva continuar neste agressivo discurso de golpe, ocorrerá que todas as autoridades envolvidas e ofendidas fatalmente acelerarão os procedimentos em suas etapas previstas na lei do Impeachment.

Como já publiquei antes, que "na areia movediça quanto mais você se bate mais rápido você afunda."

Como Observador do Mundo não vejo como as declarações de Dilma possam mudar a opinião da ONU ou do planeta, já que o que vale é o testemunho que a pessoa construiu com sua própria vida. Hoje os rastros de destruição na administração pública da economia, da política de governo e e no âmbito social são visíveis até pra quem está do outro lado do mundo e vê que estamos tendo todos os nossos direitos sendo tomados para que os recursos sejam usados para interesses da presidente e de seus protegidos.

Outro detalhe que percebo, é que cada vez que Dilma se revira pra tomar alguma atitude, acaba custando muito mais em cifras do que o normal. E ao meu ver como escritor que analisa os acontecimentos, os gastos de Dilma serão imensos para os cofres públicos com sua saga de "Volta ao Mundo em 180 Dias".

O silêncio de Lula pode ser explicado de diversas formas: Seus discursos estão repetitivos e ele vai continuar sendo investigado e à cada nova sessão de gritarias e ofensas mais processos e provas são anexados aos documentos já em mãos do STF.

Discurso ofensivo, agressivo e alucinado não é pra quem tem razão. Pessoas que querem ganhar pelo grito agem assim porque não há um "Plano B". Elas estão desesperadas e enquanto falam ficam de olho no relógio, percebendo que seu tempo está acabando querem que as pessoas obedeçam rápido, sem pensar! Porque qualquer um que para pra pensar percebe o verdadeiro golpe.

É como num assalto que o bandido está desarmado, escolhe uma pessoa frágil, num local um pouco mais afastado, e coloca as mãos dentro da roupa. Pra não dar tempo de reação e fala baixinho e bem rápido, exigindo que a pessoa obedeça sem pensar. Nem dá tempo pra vítima avaliar se a arma existe ou não!

Um líder político que age assim não pode ser levado à sério.

Tags: BRASIL, DILMA, Eduardo Cunha, golpe de estado, Impeachment, lula, Michel Temer, O Observador do Mundo, ONU, processo, Saulo Valley, Sergio Cabral, tensão, viagem,

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: