domingo, janeiro 17, 2016

Brasil: Povo se agarra à Lava-jato, com política rejeitada e desacreditada de Dilma pra baixo - Análise

O brasileiro se acostumou aos escândalos de corrupção ao ponto de parecer estar em estado de choque. Depois de tanta sujeira administrativa, a Operação Lava-Jato, que caça corruptos e corruptores desde a origem, tornou-se alvo da esperança popular, enquanto elevados índices de rejeição são reservados para a classe política como um todo, desde a presidente da república até os partidos e maioria dos órgãos do governo - CONTINUE LENDO:

Os Três Macacos - Representam o pesadelo mundial que é a corrupção, e aqui no Brasil está se tornando um câncer terminal.
fonte: http://galeri.uludagsozluk.com/r/%C3%BC%C3%A7-maymun-409105/
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 17 de Janeiro de 2015 - As 11:54 GMT-3

A corrupção política brasileira já está tão aprofundada que já dispensa a palavra "crise" como classificação. Trata-se de uma mega quadrilha predominantemente política que age na cúpula do governo e que se internacionalizou. Liderados pela presidente (laranja) Dilma Roussef, eleita por maioria duvidosa dos votos, ela se mantém no poder governando para interesses particulares, sempre voltados para o enriquecimento ilícito e imediato, tendo por base os recursos das contas federais.

Dilma se comporta com esposa do "dono do mundo". Sua vida de gastos ilimitados já se tornou tão nítida que já se nota sua compulsividade em gastar e distribuir caridosamente o dinheiro que não lhe pertence. Suas dispendiosas viagens e translados dentro e fora do país deixam claro que, como num jogo de xadrez, não se move se não for pessoalmente lucrativo de alguma forma. Sua agenda é claramente de interesses alheios. Desconfia-se que Dilma esteja trabalhando para a Rússia, China, Venezuela, Bolívia ou para uma organização comunista.

Liderar e administrar um país poderoso e grande como o Brasil, está claro que ela nunca aprendeu ao ponto de deixar bem explícito que não se esforça mais. Ficou mais claro depois de sua reeleição em 2014. Apesar de não governar mais, seus encontros são constantes com autoridades e grupos de seu completo interesse, deixando o país à mercê de seus perigosos "subordinados". Na verdade parecem independentes e que trabalham para enriquecimento da quadrilha, como tentáculos de um gigantesco polvo negro, cujos braços se infiltram e se espalham por todos os órgãos do governo por onde o dinheiro passa. Uma organização que vampiriza a vida financeira nacional sem qualquer pudor.

Atônitos ainda os brasileiros parecem não acreditar na clareza com que roubam nossos recursos e ao mesmo tempo parecem não saber como reagir. Como se tivesse medo de confiar na pessoa ou na instituição errada. Neste caso a Operação Lava-Jato, que age com base no princípio da Justiça e da Constituição, age independentemente da presidência da república, o que dá um grande alívio para a maioria.

No Brasil surgiu um novo fenômeno. Antes a classe política procurava agradar ao povo com muitas mentiras, falsos sorrisos, falsas humildades e falsas promessas, porque sabia que do eleitor vinha a riqueza. Desde que o PT assumiu o poder, é que que o dinheiro passou a ser distribuído pelo próprio governo, em busca de apoio político e partidário. Com isto a classe política tende a ignorar o povo e seus interesses para buscar agradar ao chefe de estado, em busca de alguma riqueza.

Riqueza esta que de alguma forma, algum dia, deverão prestar conta. Porque antes do PT assumir o poder, Deus estava no controle do mundo. Esta certeza é uma garantia que o tempo vai agir. Mas o Brasil além de fé em Deus continua apostando todas as fichas no Ministério Público Federal, como sua última esperança para salvar a todos do futuro trágico que nos promete os próximos anos.

Trágico porque não é à toa que o PT enquanto no poder, abriu as portas do país para jihadistas, terroristas internacionais e criminosos africanos, além de procurados pela justiça do mundo inteiro. A importação de todo tipo de pessoas perigosas e suas culturas, é um aviso que após deixar o poder, as forças vermelhas (ou negras) pró Lula e Dilma, irão agir, e não se trata do simplório MST.

Esta quadrilha que poderá aglomerar criminosos das facções criminosas do país, jihadistas, haitianos, mafiosos internacionais, maus policiais e maus políticos e empresários. Um braço do Oriente Médio no coração da América do Sul. A idéia é mesmo a implantação da influência russa na região. Mas haverá justiça se Deus não virar o rosto para este país.

Apesar da gravidade do assustador futuro do país, há aqueles que não acreditam que o país do carnaval e do futebol e das novelas românticas mudou. Cresceu e ficou irritantemente um jovem rebelde. Por esta razão nenhum brasileiro adulto quer protestar. Comodismo e por achar que quem está no poder, não está lá para ouvir as vozes das ruas. Está sim! Dilma estremece quando ouve falar de manifestação e esta manifestação "violenta" em São Paulo não nos representa. Estes manifestantes são contratados e pagos para provocar as polícias e para assustar os verdadeiros interessados em manifestar-se.

Estratégia muito usada no Oriente Médio, que envia até policiais à paisana para se passar por vândalos e assustar violentamente o povo desavisado. Assim aconteceu nos protestos da Ucrânia, do Egito, da Síria, da Líbia, Yémen, China e por aí vai.

Sabe-se que se o país continuar à deriva, e se a Operação Lava-jato for paralisada, como Dilma pretende à todo custo, só restará uma última salvação que está nas Forças Armadas.

 O desespero é tão grande que desde que Dilma anunciou cortes na verba das investigações, é que milhares de pessoas estão se mobilizando para apoiar financeiramente a Operação Lava-Jato com suas doações.

Se a justiça não for realmente feita e se todos os corruptos continuarem sentados no poder como donos absolutos de tudo e todos, somente por força armada que o país será libertado da corrupção enraizada como está já dando sinais de que não poupará a ninguém mediante sua voraz ambição.

Há quem acredite que será necessário uma guerra civil para isto, mas nós brasileiros pacíficos, que nunca experimentamos a guerra em nosso solo, esperamos que sejamos abençoados com a conclusão impecável da Operação Lava-jato e que este governo de bandidos seja desmantelado, para que o povo volte à viver livremente nesta terra maravilhosa que se chama Brasil.

De uma coisa é preciso que o brasileiro saiba: Cada minuto que esta organização criminosa permanece no poder, se aprofunda a ferida que vai sangrar e matar nossa vida, nossa liberdade, nossa felicidade e nossa paz à médio longo prazo.

Tags: combate à corrupção, corrupção política, desmoralização, Dilma Rousseff, Planalto, Três Poderes, Saulo Valley, O Observador do Mundo, operação Lava-jato, FORÇAS ARMADAS, 

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: