Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 1, 2015

Translate this Page

Crise: O Brasil de volta à era Sarney?

Estamos assistindo o retorno da crise que assombrava Brasil na era Sarney? Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 06 de Novembro de 2015 as 09:49 GMT-3
Desde que assumiu o segundo mandato Dilma Rousseff só tem decretado ou assinado leis regressivas, como exemplo a mais recente, que trás de volta a aposentadoria por tempo de serviço, e não mais por idade. Problema que já havia sido debatido por décadas sem solução, a crise previdênciária chegou a ser esquecida nos últimos anos. Mas ela só estava guardada na gaveta da escrivaninha do Planalto.
De volta também a inflação galopante, os altos custos da tecnologia, do aprendizado, da alimentação, da gasolina e derivados do petróleo, dos importados, da energia elétrica que chega a 56% em 7 meses e por aí vai!
Este cenário que se forma começa-se a redesenhar a crise sofrida pelo país, depois do Governo Militar e antes de Fernando Henrique Cardoso.
O fato é que o Brasil ainda vai piorar muito e isto se deve ao fato de; os t…

Príncipe saudita foi preso com 2 toneladas de drogas sintéticas no Líbano

Preso por tráfico internacional de drogas o príncipe saudita Abdel Mohsen Bin Walid Bin Abdulaziz Al Saud - Ele transportava 2 toneladas de cápsulas de drogas sintéticas - LEIA MAIS:
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 03 de Novembro de 2015 - 11:59 GMT-3
A prisão teria sido divulgada no dia 26 de Outubro. A droga estava sendo transportada em 40 malas e carregadas em um jato particular, e foi apreendida no aeroporto libanês de Hafik Hariri - O Jato da realeza tinha a capital saudita Ryad como destino e além do príncipe, outros quatro foram presos e indiciados. Fontes também afirmaram que esta foi a maior apreensão da história do aeroporto libanês de Beirute.

De acordo com fontes noticiosas libanesas, o príncipe foi liberado após pagamento de fiança no valor equivalente a 300.000 dólares. O caso segue sob investigação.