segunda-feira, dezembro 14, 2015

Brasil: O povo em casa, bandidos nas ruas e corruptos no poder - Até quando?

Nos últimos 3 anos, os brasileiros vêm se mostrando temerosos e cada vez mais evitam ir às ruas. Isto acontece desde a era "Black-Block", passando pelos arrastões ordenados pelo crime organizado e o uso abusivo de força das polícias. Enquanto o brasileiro mede os riscos de protestar nas ruas, crescem as reclamações concentradas na internet. LEIA MAIS:

Foto de Rafaela Ely - Creative Commons Rafaela Ely

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 14 de Dezembro de 2015 - 09:52 GMT-3

Ao mesmo tempo que o povo se fecha em casa fortalece a cultura do pensamento "Deixe que os políticos corruptos se entendam entre eles..." A política do "o que tiver que ser será". Escândalos e mais escândalos em forma de cascata chegam a esgotar mentalmente os brasileiros, que de tão cansados das seguidas notícias ruins, estão preferindo se abster de falar ou pensar no assunto. Este é o ponto em que o Brasil se diferencia do resto do mundo: "Os brasileiros sabem se adaptar aos tempos difíceis facilmente". Mas com isto o conformismo é sempre generalizado e o nacionalismo é uma questão de.. Seleção Brasileira!

Mergulhado em como resolver sozinho seus próprios problemas, o povo brasileiro ignora a origem de seus problemas e volta-se apenas para buscar suas próprias soluções. Se cai uma tempestade ou se faz um calor extremo, cada um busca resolver a seu modo.

Esta característica silenciosa e intimista leva o povo a aceitar viver com o que sobra das mesas dos poderosos. Faz com que nós nos sujeitemos sem esboçar reação aos abusos dos poderosos, armados de mandatos políticos ou mesmo com armas de fogo. Quer seja bandido ou político, todos têm suas margens de aceitação na sociedade e o gigante prefere hibernar enquanto suas reservas são roubadas em plena luz do dia.

Pessoas que odeiam política, não participam das discussões elegem corruptos - Saulo Valley

O Brasil do conformismo, que tem aversão a embates violentos abre assim uma lacuna no modo de vida nacional. Aí este enorme abismo é preenchido por quem quer se arriscar e lucrar enquanto houver chance. Caso seja descoberto, este criminoso deverá aceitar seu destino. Melhor sorte têm os que não são visto enquanto se fartam dos incontáveis meios de enriquecimento ilícito que o país oferece em sua ausência voluntária.

Enquanto cada um vive em sua caverna, esperando o verão (para curtir uma boa praia..) os ladrões que seriam capazes de roubar até o ouro da bandeira do Brasil, estão muito bem acordados e disputam entre si, o que há de mais precioso deste maravilhoso e abençoado lugar.

Ao acordar é normal ver que as pessoas são capazes de deixar a cama com os semi-cerrados de sono, para raspar algumas migalhas que ficaram em cima da mesa (que os ladrões por ventura tenham deixados para trás). Assim após se saciar com o que pode vão se recostando novamente em seus leitos de preguiça até dormir um longo sono. Afinal, no dia seguinte estas pessoas vão precisar gastar todas as suas energias para trabalhar duro e reconquistar tudo outras vez!

Mudar este siclo é mesmo uma tarefa difícil. Qualquer mau-hábito demanda grande esforço para ser vencido. Os protestos violentos passados afugentaram as pessoas das ruas. As pessoas que não entenderam que "BlackBlock" é uma organização internacional que recebe dinheiro de gente (anarquista/comunista) poderosa pra provocar o caos e te fazer achar que nas ruas não é o teu lugar, e pra perpetuar o Brasil debaixo do monopólio dos bandidos!

Todo mundo sabe que as facções criminosas existem por causa dos políticos e empresários corruptos. São pessoas poderosas e muito ricas que alimentam esta máquina que seduz e mata nossos jovens enquanto que eles permanecem invisíveis e cada vez mais ricos!

E nós (brasileiros) estaremos aqui assistindo nossos bens serem roubados, nossos filhos serem assassinados (quer como policiais, quer como bandidos) e nosso país refém destes saqueadores, até que todos os seus recursos sejam aniquilados. Então irão embora para outras bandas e apenas nós ficaremos aqui, já que somos acostumados à miséria e exploração de sempre.

Artigo em Destaque

Pra quem reclamar quando autoridades estão ligadas aos criminosos?

Quando você se vê atingido por uma autoridade usurpadora do teu próprio direito, a quem reclamar, quando você sabe que a autoridade máxima ...

Leia também: