Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Hesbollah: A milícia contratada por Assad para destruir população que rejeitou seu regime

14 de Março de 2011. Um grupo de alunos de ensino médio em Daraya escreveu no muro da escola que Al-Assad seria o próximo dos líderes a serem derrubados durante a "Primavera Árabe". Alertados, agentes do Serviço Secreto Sírio imediatamente sitiam o prédio e apreendem os adolescentes que vão de 10 a 15 anos de idade. Eles são conduzidos para um prédio da inteligência antes mesmo que seus pais fiquem sabendo - CONTINUE LENDO:

"Battle of Yarmouk (2015) map" by BlueHypercane761 - Own work. Licensed under CC BY-SA 4.0 via Commons -
Via Wikipedia.com
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 28 de Novembro de 2015 - 16:23 GMT-3

Após a prisão dos cerca de 15 menores, todos são levados para a sala de interrogatórios e apesar da idade não são liberados para voltar pra casa. A absurda detenção levou cerca de pais e mães a buscar ajuda de algumas pessoas ligadas à política e destacados escritores para pedir a libertação dos estudantes.

Mas o regime de punho de ferro proíbe qualquer tipo de argumentação popular e com a lei do silêncio imposta, ativistas políticos tentaram fazer uma singela manifestação usando cartazes com mensagens diante do prédio do Ministério da Justiça na capital Damasco.

يريدون اخماد نظام دي بشار هو وقتك


Os 40 manifestantes eram familiares e amigos solidários dos meninos detidos. Mas Bashar Al-Assad ordenou que forças de segurança fossem ao local e expulsassem violentamente a pequena multidão, sob pena de encaramento. A resistência dos manifestantes que imploravam a soltura dos 15 adolescentes levou a polícia síria a usar de grande violência, arrastando mulheres pelos cabelos, debaixo de espancamento com cacetetes.

Após a prisão violenta dos manifestantes várias manifestações solidárias aos presos eclodiram nas cidades e vilarejos do país. Entre as regiões: Hama e Homs. Daraya, Alepo e Latakya. Após uma tentativa sempre violenta e desesperada do regime para silenciar a população que clamava por um governo mais justo, Assad ordenou a contratação de uma tribo especializada em crimes e torturas com armas brancas. Os "Shabihas" se tornaram a linha de frente das forças de segurança da Síria para silenciar e matar a todos os que rejeitavam as regras impostas pelo clã Assad.

Mas ao ver tamanha crueldade nas ordens de Assad (entre elas a execução de todos os opositores e seus familiares), muitos soldados se recusaram a matar as crianças e suas mães e avós. Mas a Lei de Emergência vigente desde 1948 tornava a recusa em fuzilamento. Por esta razão, ao se recusar a matar civis inofensivos pelo menos 600 soldados conseguiram escapar da morte e começaram a perseguir outros executores.

Para não envolver o governo no genocídio, Bashar Al-Assad contratou o Hezbollah para continuar avançando sobre os rebelados ao regime. Mas após Assad ordenar a perseguição e morte de todos os soldados desertores, estes se organizaram e oficializaram a formação de um exército rebelde batizado de FSA (Free Syrian Army), conhecido como "Exército Livre". E foi com ajuda de diversos países ocidentais, entre eles os EUA, que o FSA começo a frustrar as ações do Hesbollah, chegando em 2013 a morrer uma média de 100 militantes por dia. E foi com a decisão do FSA de perseguir o Hesbollah desde a origem, que a guerra da Síria ultrapassou suas fronteiras. Os rebeldes se espalharam pelo Líbano atrás dos terroristas que matavam mulheres, crianças e lutadores oposicionistas a Assad.

Quando a Rússia começou a equipar os helicópteros do regime sírio, as chuvas de barris de TNT se tornaram um pesadelo para todos os que ainda resistiam abandonar tudo o que possuíam e escapar da guerra. Nesta época o Hesbollah anunciou o fim das negociações com Assad. Foi neste tempo que a milícia se uniu aos rebeldes palestinos em Gaza na disputa contra o governo israelense. Mas muitas outras milícias jihadistas e mercenárias começaram a entrar no país, com interesse de tirar vantagem da crise. Esmagados em grande número e com a liderança minada e dividida, pelo menos mais de 40 milícias se tornaram conhecidas no país e se uniram ao FSA para derrotar os Assad, inicialmente. Mas ao expulsar as forças pró-regime das vilas e cidades, as milícias passaram a tentar estabelecer um novo governo local, independente e a explorar a população.

Após a chegada do ISIS na região, as ideologias e razões para justificar a batalha estavam misturadas. Neste último ano, as forças conjuntas ocidentais e orientais iniciaram uma caçada ao Estado Islâmico. Agora, mediante seu recuo forçado, o Hesbollah retorna reclamando seu direito de ser visto como a milícia predominante na Síria. Há 10 dias o líder Hassan Nasrallar avisou que o Hesbollah ingressou numa  guerra decisiva nas terras de Assad, e que a presença da milícia na região será "maior que nunca".

Após descobrir seus planos de matar o primeiro ministro israelense, a Arábia Saudita impôs nesta sexta sansões contra os principais líderes da milícia. O reino saudita já listou 12 principais financiadores do Hesbollah, entre eles o Irã.

presidente Lula recebe o presidente da República Árabe Síria, Bashar al-Assad, no Itamaraty.
Agência Brasil Author Roosewelt Pinheiro/ABr - Creative Commons via Wikipedia
Apesar de cruel, sanguinário e ditador, Bashar Al-Assad tem apoio silencioso do atual governo brasileiro e ainda é parceiro comercial. Por esta razão mesmo com mais de 300 assassinatos por semana, por ordem de Assad, o governo brasileiro nunca pronunciou uma palavra sequer em condenação à repressão da oposição ao regime,que mantém um único partido no poder. O também sanguinário partido Ba'ath é oriundo do Iraque no período de Saddam Russein no poder.

A Síria também foi recebida como parceiro do Brics no ano de 2013, do qual recebe ajuda financeira para esmagar a oposição. O "B.R.I.C.S." é formado por países que se dizem "economias emergentes" como a Rússia, China, Índia, Africa do Sul... (Será?)

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Indonésia: Notícias de tremor de terra, inundações e deslizamentos leva mais temor a desabrigados - Alerta 3

Pelo menos 5 tremores com escala acima de 4.0 chegando a máxima de 6.1 na região de Kepulauan Barat Daya nas últimas horas. O tremores cujos epicentros estão no mar, notados a  318 Km  de distância da cidade de Dili, no Timor Leste. O último tremor foi de magnitude 6.1 registrado a 18,1 Km de profundidade na mesma região que também fica a 383 Km da cidade de Ambon na Indonésia. O alerta foi enviado pela agência americana de prevenção a desastres geológicos USGS na última meia-hora.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 03 de Fevereiro de 2014 - 23:04 GMT-3
Atualização: 04-02-2014 as 08:20

Atualização: 04-02-2014 as 08:20

O governo indonesiano anunciou a manutenção do estado de alerta no nível 3. Neste momento o Sinabung lança uma quantidade de fuligem em quantidade considerada "pequena" mas está caindo sobre diversas regiões ao redor. Numa tentativa de avaliar os estragos, equipes técnicas percorrem a zona proibida e relatam milhares de hectares de planta…

PERIGO: Chamadas com DDD 06565 continuam desde 2012 até hoje

CUIDADO: Estou recebendo chamadas desde ontem de dois números desconhecidos. Quando fui digitar no Google antes que eu terminasse apareceu a sugestão: "065 65 de onde é?", então segui o link e vi uma eternidade de usuários reclamando destas ligações:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - 30 de Agosto de 2014 - 18:12 GMT-3



Link da pesquisa: https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&es_th=1&ie=UTF-8#q=06565%20é%20de%20onde

Foi aí que me lembrei daquelas "promoções e sorteios de casas, carros etc... Este assunto em 2012 havia se tornado uma discussão nacional e as autoridades haviam prometido utilizar bloqueadores para impedir que as quadrilhas continuassem a aterrorizar usuários da telefonia móvel e fixa.  As chamadas costumam ser no meio da noite e alguns milhares de brasileiros afirmaram que as vezes ouve-se uma voz que é gravada e sugere um pacto satânico, além de pedir todos os dados pessoais da vítima. Vários rumores surgi…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Liga Árabe avisa a Assad que pare a "Máquina de Matar" e cumpra as reformas prometidas.

A Liga Árabe se reuniu nesta Terça no Cairo. O encontro contou com a presença do Primeiro-Ministro da Turquia Tayip Edorgan. A liga se mostrou espantada com a continuidade dos massacres mesmo após o encontro do Presidente Sírio Bashar Al-Assad com Nabil Arabi Secretário-geral da Liga Árabe no último Sábado dia 10-09-11.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 14 de Setembro de 2011 - 07h08min.
Atualização: 19h41min.
Cairo -  De acordo com o site de notícias da Turquia "haaretz.com" o Primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan, em sua visita ao Cairo fez um pronunciamento quando buscava "definir a visão da Turquia sobre o atual Oriente Médio":
"Com o aumentar das mortes de civis na Síria, vemos que as reformas não se concretizaram e ele não fala honestamente. Não é possível acreditar nisso. E o povo sírio não acredita em Assad, eu também não acredito nele." Enquanto a Liga Árabe se esforça para chamar a atenção de Bashar Al-Assad para o fim da violência no país, ele i…

Turquia: Angelina Jolie quer ver os refugiados da Síria.

O ministério de negócios estrangeiros da Turquia anunciou hoje ter recebido um pedido para que Angelina Jolie, na condição de embaixadora da boa vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, tivesse acesso aos campos de refugiados sírios no país.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 15 de Junho de 2011 - 07h34min.
De acordo com o site ucraniano "independent", o pedido está sendo analisado. Até o momento pelo menos 8.500 sírios atravessaram a fronteira para a Turquia na tentativa de escapar ao embate entre as forças oficiais e as forças rebeldes do exército.
Desde a sexta-feira retrasada que uma rebelião entre os soldados foi criada para distrair as forças de segurança e permitir que a população de Vaga, nos arredores da Ponte Vaga pudessem cruzar a fronteira com a Turquia.
Em resposta, o governo da Síria intensificou os ataques nas proximidades das fronteiras do país com a Turquia e com o Iraque, na região de Deir Azour para onde enorme quantidade de reforç…