domingo, outubro 04, 2015

Reforma de Dilma é manobra - isolar-se de opositores e proteger corruptos - Saulo Valley Blog

A reforma ministerial está em andamento. Manobra esta que claramente visa blindar a presidenta e sua equipe de investigados e condenados.

Fonte 

Por Saulo Valley, O Observador do Mundo, Rio de Janeiro 04 de Outubro de 2015

Que a presidenta está se fechando para país todo mundo já sabe. Sua maior prova foi quando construiu barreiras nas imediações do palácio do governo para afastar manifestantes durante os desfiles de 7 de Setembro.

Por trás da cortina de ferro, Dilma Rousseff vem trabalhando para tornar-se cada vez mais blindada contra acusações de ingerência, e irresponsabilidade administrativa.

Enquanto que a reforma ministerial visa melhorar a situação da chefe do país diante do Tribunal de Contas da União, diversos setores da economia mergulham na crise. A solução parece não vir do governo. Talvez venha da próxima gestão. Mesmo diante de tantas crises que estão assolando todos os níveis da sociedade, Dilma mantém uma postura de gestora bem sucedida, dando presentes caros (que saem dos cofres públicos ) para países vizinhos.

As decisões de Dilma parecem desesperadas e cada vez mais irresponsáveis, como por exemplo, a isenção do imposto sob movimentação financeira para igrejas... enquanto que a autoridade busca apoio para aumentar todos os custos possíveis da vida no país.

Sua gestão atrapalhada vem em continuação ao padrão de desgoverno e desperdício que se viu no governo Lula, e a soma destes dois longos períodos de distribuição de dinheiro para os pobres países, partidos políticos, mega empresários e ditaduras, já refletem daqui para as próximas duas décadas.

De trás da cortina de ferro Dilma trabalha também para blindar todos os políticos acusados e presos por corrupção, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e formação de quadrilha.  Nada se faz para redimir a crise que se aprofunda no país.

O espantoso crescimento do país durante a crise mundial se deu por pura falsificação de relatórios e dados estatísticos.
Tudo falso. Falsos Médicos, falsa segurança pública, falsos hospitais, falsas melhorias no transporte público, falsas redução do analfabetismo, falsas políticas de distribuição de renda e equilíbrio social... Tudo de fachada. Relatórios estes pagos com os 31 bilhões que agora estão faltando para o fechamento das contas de 2012 a 2014. Tudo vergonhosamente fabricado. Por esta razão a corrupção se aflora e o crime organizado se expande tanto quanto as quadrilhas se organizam no coração do governo. Reflexos da liderança.

Gastos recordes. Problemas antigos que poderiam ser solucionados com uma gestão responsável, agora se acumulam e voltam das gavetas dos ministérios como lava vulcânica em ebulição crescente. Como parece na foto que ilustra este artigo, os governos Lula e Dilma tornaram-se verdadeiros bondes da alegria. Quem consegue entrar enriquece facilmente.

Tags: administração, BRASIL, corrupção, Dilma Rousseff, GOVERNO, irresponsabilidade, O Observador do Mundo, TCU, tribunal, 

Artigo em Destaque

Pra quem reclamar quando autoridades estão ligadas aos criminosos?

Quando você se vê atingido por uma autoridade usurpadora do teu próprio direito, a quem reclamar, quando você sabe que a autoridade máxima ...

Leia também: