quarta-feira, outubro 07, 2015

É justo para o Brasil em crise, o reajuste do judiciário em 78% do Salário? - Saulo Valley Blog

Uma queda de braço acontece agora em Brasília. De um lado a mão que apóia as loucuras dos governos de Lula e Dilma. De outro a mão dos que querem o fim do reinado da dupla de socialistas e seu partido dos poucos trabalhadores. No antebraço desta briga poderosa, a justiça que procura ouvir os anseios da sociedade pelo fim da corrupção política e da impunidade no país.

Servidores do Judiciário protestam por reajuste salarial em frente ao Congresso Nacional
(Valter Campanato/Agência Brasil) Creative Commons
Mas toda ação sempre tem um preço, e neste caso para que o Brasil veja seus criminosos severamente punidos, precisa analisar o pedido de reajuste de 78% do salário dos funcionários do poder judiciário.
Um absurdo de se pensar em qualquer país, mas que acontece aqui como se estivéssemos falando em 0,78% de reajuste.

Uma verdadeira "saia justa" para o povo brasileiro, que para não ver bilhões de reais nas mãos dos corruptos do governo Dilma, terá que escolher se estes mesmos bilhões devem ficar nas mãos do judiciário à partir de 2016.

Uma insanidade só. O Brasil assemelha-se com o cara que casa muito bem casado com uma pessoa que só anos depois descobre que escolheu muito mal. Mas a separação agora pode levá-lo à ruína. Uma situação que só vai chegar ao ponto culminante se o povo brasileiro não se posicionar.

Primeiro, que o país precisa que as contas do governo sejam analisadas, independente de quem seja o presidente. É uma questão de responsabilidade administrativa. Não querer prestar conta do movimento anual do caixa para o dono da empresa, pode ser caracterizado como roubo não assumido, ou identificado até então..

Segundo que a lei constitucional no Brasil tem sido usada praticamente e quase que exclusivamente contra o trabalhador e o pequeno empresário. Muitos políticos e criminosos hoje em dia passam longe das punições previstas na lei. Pior ainda, eles mal concluem o processo de julgamento. Quase sempre tem alguém arquivando tudo, como quem diz: "Ah deixa pra lá, esquece!". Está aí o caso do José Genuíno pra confirmar.

O poder judiciário deste país há de convir que esta é uma péssima hora para querer pressionar o governo (que tem um dos maiores rombos financeiros da história), para um reajuste de 78% de seu salário em troca de continuar praticando a justiça...

Se há defasagem salarial, O governo precisa negociar este reajuste para que seja feito de forma gradativa. Mas 78% de aumento num tacada só... inacreditável se for aprovado e o povo aceitar.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: