sexta-feira, março 13, 2015

Venezuela realizará exercícios militares sob olhar de Min. Defesa russo neste sábado

As tensões entre Venezuela e Estados Unidos estão mesmo crescendo, ao ponto de Nícolas Maduro autorizar exercícios militares. Entre os visitantes já confirmados, o Ministro da Defesa da Rússia Serguei Shoigú. O convite foi feito por seu colega Ministro da Defesa da Venezuela Vladimir Padrino López. De acordo com a notícia divulgada pela Rádio Nacional da Venezuela, os dois países acordaram uma série de exercícios militares visando a "defesa antiaérea" além da presença de embarcações militares russas nos portos do país. 

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 13 de Março de 2015 - 0:36 GMT-3

"Sergey Shoigu 2013" by Kremlin.ru. Licensed under CC BY 3.0 via Wikimedia Commons - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Sergey_Shoigu_2013.jpg#/media/File:Sergey_Shoigu_2013.jpg
Enquanto isto o governo argentino se mostra apreensivo quanto à crescente crise entre Venezuela e EUA e no Brasil, a relação com o PT (via MST) tem levado milhares de brasileiros a temer a chamada "Revolução Bolivariana" liderada por Nícolas Maduro. 

Enquanto que governo proíbe panelaço pelo menos em Brasília, militantes do MST ameaçam agir com agressividade contra os brasileiros que solicitarem intervenção militar. "Nós não permitiremos" avisaram no portal "vermelho.org.br".

Chapa quente ainda no Brasil com a divulgação de uma recompensa de R$ 10.000,00 pela cabeça de Stédile (atual líder e co-fundador do MST), temendo sua aliança com Nícolas Maduro para a chamada "Revolução Bolivariana" que visa converter a América Latina num bloco comunista-socialista, pretensão esta que a presidente Dilma e seu mentor Luiz Inácio Lula estão apoiando plenamente. Mas não quer dizer que o país aprova.  Não é à toa que a popularidade de Dilma caiu 75% desde sua re-eleição. A tendência é que este índice de reprovação continue crescendo à medida que os escândalos do HSBC, petrobrás, MST, Mensalão entre outros continuam apontando todas as responsabilidades para ela e sua administração.

A aproximação sistemática de lideranças comunistas tem deixado o país em polvorosa e os protestos do dia 15 podem se tornar verdadeiros divisores de águas em função desta crescente aliança com países e regimes que ainda assustam ao povo Brasileiro que não se recuperou ainda dos traumas da ditadura. Por outro lado a corrupção política está fazendo muita gente sentir saudade do tempo que as rédeas não eram tão soltas.

tags: Venezuela, EUA, Brasil, Revolução Bolivariana, MST, Stédile, Saulo Valley, O Observador do Mundo, Rússia, Serguei Shoigú, 

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: