sexta-feira, janeiro 02, 2015

Dilma reeleita: Arrocha brasileiros para pagar gastos do mandato anterior

Chegou a vez de Dilma parar o Brasil 
Foto: Wilson Dias - Agência Brasil - Creative Commons
Agora que mais da metade do Brasil decidiu reeleger Dilma (por seus excelentes trabalhos realizados durante a sua administração no mandato anterior), resta a todo o povo pagar caro pela má administração passada. Como por excessivos gastos que chegaram a somar o triplo do saldo em caixa, chegou a nossa hora de pagar impostos mais caros, corte nos descontos de IPI para automóveis populares, corte nos valores pagos aos trabalhadores no seguro-desemprego, aposentadorias e pensões - LEIA MAIS:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 02 de Janeiro de 2015 - 18:58 GMT-3

Atualização: 19:39h

Maquiagem:

Com a inflação crescente hoje o Brasil terá que pagar pelos 25,5 bilhões gastos a mais só para maquiar os rombos públicos e garantir o tal "superávit" que colocaria o Brasil (espantosamente) em superioridade aos países até do mercado europeu.

O "fenômeno" da economia que atravessou a crise mundial sem fazer cara feia, na verdade não passou de uma estratégia de "pagar para parecer tudo bem". Com isto Dilma, em outras palavras fez do tipo "Robin Hood", roubando do governo para distribuir aos pobres. Seria um grande feito se seus programas sociais na verdade não facilitassem ainda mais as fraudes e o crime organizado, as máfias e os picaretas acabaram lucrando mais que os verdadeiros carentes.

Temos certeza ao afirmar que foram criadas máfias que vendiam direitos de serem sorteados, aos supostos beneficiados com a maioria das casas populares do programa "Minha Casa Minha Vida". Este é só um pequeno exemplo de como os benefícios dos trabalhos sociais do governo Dilma acabaram comprando a reeleição da presidente. E observe que os demais candidatos são proibidos de utilizar o serviço social como base de campanha...


Regoverno:

A reforma Ministerial de Dilma de cara foi a primeira ação prática da nova gestão. Seria uma melhoria na estrutura da nova administração ou a retirada do poder as pessoas que tinham mais possibilidades de expôr seus truques de governo?

Ditadura:

Dilma discursou se mostrando mais democrata que nunca em sua fala pró-liberdades, mas na prática o Brasil está no topo dos países que mais matam jornalistas, e a corrupção que o governo diz estar combatendo, só se refere àqueles escândalos que se tornam públicos. Alguma vez o governo tornou público uma fraude dentro do governo Dilma, antes da mídia oficial e pôs os acusados na cadeia? Então não é o governo quem caça os corruptos, é a oposição e a imprensa. CPIs fabricadas e um monte de coisas que aparentam, que fingem o que nem de longe são. Então estamos diante de um governo que ao terminar seu tempo, fatalmente levará sua administração para uma condenação (se houver justiça) no tempo da prestação de contas. Daqui a mais 4 anos. Só então, Dilma prestará conta por todos os rombos de seus dois governos. A sujeira só ficará em parte encoberta se outra autoridade do PT assumir o cargo. Então assim como aconteceu com Lula, Dilma terá mais 4 ou 8 anos para ocultar seus verdadeiros desvios e crimes financeiros em equipe.

Arrocho:

Agora, está na hora de pagarmos por todos os gastos e fraudes cometidos pela administração do primeiro mandato de Dilma Roussef, à começar pela passagem de ônibus, água, luz, e aumento de impostos, inclusive do próprio imposto de renda, em 4,5%. A suspensão dos descontos de IPI nos automóveis zero, já avisa que os móveis e eletrodomésticos da linha branca poderão ser os próximos. E o que acontecerá com o programa "Minha Casa Minha Vida", Bolsa Família" e demais benefícios que estão entre os campeões dos gastos da última gestão de Dilma?

A presidenta reeleita pretende arrochar o brasileiro até 2016.

Pra não ficar só nas nossas palavras:




Tags: DILMA ROUSSEF, desgoverno, plano de governo, gastos públicos, dívida interna, PIB, Saulo Valley, O Observador do Mundo, Brasil, ECONOMIA, preços, 

Assista o discurso de posse na íntegra:


Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: