terça-feira, janeiro 13, 2015

Dilma aposta na Educação mas terá que estimular o interesse pelos estudos e tirar jovens do crime.

A Presidente Dilma Roussef assumiu seu segundo mandato anunciando a educação como foco principal nesta nova fase de seu governo. Duas semanas depois da posse, resultado nacional do Enem reprova 90% dos candidatos e Rede Globo aposta na reapresentação de suas novelas que mais destacam o sucesso dos maus e o sofrimento dos bons. LEIA MAIS:


By Roberto Stuckert Filho [CC BY-SA 2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons
Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 13 de Janeiro de 2015 - 19:18 GMT-3

A educação no Brasil vive dias de racha. De um lado o governo tentando promover a educação, investindo inicialmente no reajuste do piso salarial da categoria. De outro lado temos o ENEM revelando a dura realidade da educação praticada no país até o último ano, levando apenas 10,6 % dos candidatos do Ensino Médio ao ENEM a conseguir aprovação. Um absurdo sem tamanho. O país do futebol está revelando números humilhantes desde o próprio futebol, passando pela educação até a política.

Corrupção generalizada, aumento explosivo da criminalidade, destacando que esta explosão se dá pelo crescente alistamento de menores no mercado do crime e respectiva impunidade. A nossa percepção é que depois do governo Lula ter lutado para reduzir quase exponencialmente com a cultura do trabalho informal, agora percebe-se que a juventude pobre está preferindo o trabalho informal e o crime organizado, aos estudos.

O terceiro fator nunca é oficialmente afirmado publicamente, mas não deixa de ser uma realidade nua e crua: As novelas estimulam a prática da maldade e desestimulam a honestidade. Este país vive de corrupção em corrupção e as tramas desenvolvidas nas novelas atraem uma quantidade impressionante de expectadores fiéis. Infelizmente os personagens bons sofrem em média cerca de 3 meses (duração média de uma história) enquanto que os picaretas, assassinos e golpistas se dão bem por todo este tempo. Apenas nos dois últimos capítulos é que "uma virada radical acontece" e os bons se salvam e os maus se dão mau. Há quem diga que as novelas não mudam as pessoas. Esta afirmação é tão errônea que até as roupas dos personagens são usados pela audiência. Cada vez mais bonitos e ostentadores, nos últimos anos os vilões estão sendo adorados pelo público brasileiro, enquanto os mocinhos estão sempre na pobreza e chorando..

Na Rede Globo, enquanto os programas educativos são exibido por volta das 05:00 horas da manhã até o horário que a população começa acordar, as novelas são exibidas ou ganham destaques em outros programas em todos os horários, atingindo a todas as camadas da sociedade. Se a escola não tem sido capaz de ensinar, a televisão está fazendo isto de forma muito mais eficiente.  Na prática para os vilões, há muitas oportunidades de emprego neste país, inclusive em Brasília!

Tags: Ministério da Educação, direito à educação, DILMA ROUSSEF, ENEM, evasão escolar, Saulo Valley, O Observador do Mundo, novelas, crime organizado, corrupção política, 

Outras fontes: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/so-10-6-conseguem-certificado-de-ensino-medio-no-enem

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: