Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 28, 2014

Translate this Page

Irã faz exercícios com "Drones Suicidas" depois dos EUA.

Desde que os Drones americanos surgiram, muitas notícias de mortes de inocentes já foram divulgadas pelo mundo. Mas desta vez os temidos Drones evoluíram para um novo nível. Criado pelo Irã, os primeiros "Drones Suicidas" já estão sendo utilizados em exercícios militares:



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 02 de Janeiro de 2015 - 22:41 GMT-3
Atualização em 03/01/2015 às 19:55
O anúncio aconteceu no dia 27 de Dezembro e o Ministério da Defesa do país aposta nos "Drones Suicidas" como uma das mais poderosas armas estratégicas da atualidade. De acordo com as autoridades iranianas os aviões serão equipados com grande carga explosiva e após a confirmação do alvo, estes pequenos voadores serão lançados sobre os locais identificados como alvos militares. As forças iranianas comemoram a estratégia por dispensar perdas em suas próprias fileiras.

Outro anúncio recente foi sobre o aperfeiçoamento dos escudos antimísseis das forças iranianas. Citando o &q…

Dilma reeleita: Arrocha brasileiros para pagar gastos do mandato anterior

Agora que mais da metade do Brasil decidiu reeleger Dilma (por seus excelentes trabalhos realizados durante a sua administração no mandato anterior), resta a todo o povo pagar caro pela má administração passada. Como por excessivos gastos que chegaram a somar o triplo do saldo em caixa, chegou a nossa hora de pagar impostos mais caros, corte nos descontos de IPI para automóveis populares, corte nos valores pagos aos trabalhadores no seguro-desemprego, aposentadorias e pensões - LEIA MAIS:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 02 de Janeiro de 2015 - 18:58 GMT-3

Atualização: 19:39h

Maquiagem:

Com a inflação crescente hoje o Brasil terá que pagar pelos 25,5 bilhões gastos a mais só para maquiar os rombos públicos e garantir o tal "superávit" que colocaria o Brasil (espantosamente) em superioridade aos países até do mercado europeu.

O "fenômeno" da economia que atravessou a crise mundial sem fazer cara feia, na verdade não passou de uma estratégia de…

Ucrânia: Postos militares são atacados por pró-rússia em pleno cessar fogo

A crise ucraniana vem crescendo em impasses e o pouco surpreendente desinteresse do lado russo de manter os tratados de paz e cessar-fogo. SAIBA MAIS:

Por Saulo Valley e Resistência da Informação - Rio de Janeiro, 30 de Dezembro de 2015 - 20:27 GMT-3
Esta denúncia é confirmada por ativistas e alto militares ucranianos que apontam que nos últimos 3 dias supostos bandidos estariam atacando escoltas militares por "diversão" mais especificamente nas regiões de Vila de Luhansk e Vergunki. Grupos não identificados ainda andam invadindo e saqueando residências dos locais.   Especialistas em informação do grupo "Resistência da Informação" confirmam as denúncias, acrescentando que em Dokuchaevsk forças inimigas têm se reposicionado para esconder seus morteiros".

O Leste da Ucrânia sofrem hoje de muita insegurança, tendo a expansão descontrolada de grupos criminosos a realizar uma variedade tremenda de crimes sem que seja possível investigar e conter novos ataques. Enqua…

Entenda melhor a revolucionária guerra civil da Síria e seus presos políticos

A crise síria está sendo divulgada como "guerra civil". No entanto este conflito (hoje armado) ainda mantém os fundamentos da revolta popular contra o regime ditatorial do líder sanguinário Bashar Al-Assad. SAIBA PORQUE:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 30 de Dezembro de 2015 - 12:15 GMT-3

A verdadeira crise política da Síria começou em 1946, quando o então líder revolucionário Hafez Assad conduziu o povo sírio para a tomada do governo das mãos de um ditador sanguinário. 3 meses depois de ter assumido o poder com aprovação popular de quase 100%, o maléfico líder abandonou todas as promessas e ideais que levaram o sofrido povo da Síria a apoiá-lo. Durante seu regime de mão de ferro, muitos focos de revolta se formaram, depois que o povo se viu traído, mas Hafez Assad estabeleceu um governo sangrento e por meio da "Lei de Emergência" manteve o povo sob severo cabresto armado e semi-escravidão. Isolados do mundo o povo sírio era representado …