quinta-feira, agosto 28, 2014

Guerra: Tropas russas oficiais invadem território ucraniano de Donbass

   O primeiro-ministro polonês Donald Tusk declarou nesta quarta, por volta das 09:00 da manhã para uma rádio nacional, que as forças oficiais russas já estão operando em Donbass. A declaração oficial dispara uma série de alertas e o crescimento da tensão política e militar é esperado para o momento.

Yarosh meets SemenchenkoCC BY 3.0
   No momento da declaração o primeiro-ministro reafirmou que a Polônia está pronta para prestar socorro para a Ucrânia, salientando que esta decisão se trata de uma questão de segurança para seu próprio país.

   De acordo com relatório divulgado pelo grupo de ativistas "Resistência da Informação" da Ucrânia, que citou o Serviço de Segurança Nacional (SBU) como fonte, dizendo que um grupo de 10 soldados da Divisão Aerotransportada das Forças Armadas da Federação Russa foi capturado em Donetsk pela Força Tarefa nacional em 25 de Agosto. De acordo ainda com as fontes os militares detidos declararam que foram inseridos na Ucrânia por meio da via-férrea no dia 23 de Agosto, tendo a região russa de Rostov como ponto de partida. As fontes disseram ainda que o grupo avançado (que era formado por 20 militares) foi seguido por uma tropa de cerca de 1000 paraquedistas russos.  Por ocasião das prisões, o Ministério da Defesa russo iniciou o diálogo para tentar uma negociação, alegando que a invasão teria sido "acidental".

Imagens de soldados russos na região de Donbass, foram publicadas na internet com intenção de rebater as mentiras das autoridades russas.

Video: Tropas russas presas em Donbass em 25/08/2014



Tag: conflito armado, Dmitry Tymchuk, DOnald Tusk, Donbass, Donetsk, Guerra, invasão estrangeira, invasão internacional, O Observador do Mundo, Polônia, Resistência da Informação, Rússia, Saulo Valley, Ucrânia, 

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: