domingo, julho 13, 2014

Brasil com 200 milhões a seu favor perdeu o rumo por causa de 11

A Seleção Brasileira será criticada pelos próximos 200 milhões de anos. Tudo porque nem 200 milhões de torcedores conseguiram fazer o time ter coragem e raça para enfrentar 11 adversários. Uma aberração no mundo da matemática e uma absurda vergonha no mundo do futebol. Sangrando depois da amarga derrota para a Alemanha, os 200 milhões nem querem mais ouvir a palavra: "Futebol". Quem quer saber quando será a próxima Copa do Mundo no Brasil? CONTINUE LENDO:

Foto: Erica Santos/PMC - Prefeitura Caraguá - Via Flickr Creative Commons
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 10 de Julho de 2014 - 19:43
Atualização: 13-07-2014 as 08:14

Um acidente matemático sem precedentes, se formou neste campeonato. Se contar com o apoio da torcida estrangeira que apostava no Brasil como favorito, ainda somando os mais de 200 milhões de Brasileiros que em terra firme mantiveram toda atenção focada na vitória fácil que a Seleção Brasileira teria pela frente, sempre comparando o futebol dos convidados com o futebol que estamos acostumados a ver por aqui. "Este campeonato está uma moleza!". Pra falar a verdade, a Argentina era o único adversário difícil que a torcida brasileira imaginava encontrar pela frente.

Se tudo ocorresse conforme o Brasil é e sempre foi...

Mas a Seleção Brasileira que pisou nos gramados, não era bem o que parecia ser a seleção brasileira de Pelé, Zico, Sócrates, Rivelino, Jairzinho, Romário, Ronaldo, Ronaldinho, Kaká, Taffarel, Júlio Cézar, Robinho, Roberto Carlos entre outros tantos!!!

Ganhando ou perdendo, a Seleção Brasileira nunca foi tão humilhada, porque seus jogadores sempre ralaram muito. Suaram a camisa verde-amarela para trazer a taça da Fifa para os brasileiros. Na verdade o comportamento da seleção brasileira como um todo acabou tornando a equipe infelizmente merecedora desta humilhação internacional. Este veio sofrendo até a Holanda fechar a tampa do caixão com seus merecedores 3x0. Cruelmente o Brasil não tinha time nem pra merecer o terceiro lugar desta Copa do Mundo. Um vexame tão grande que faltam palavras para expressar a tragédia psicológica de âmbito nacional causada.

A população deveria processar a seleção brasileira por "propaganda enganosa". Aquele time... Que time? A Alemanha não encontrou ninguém em campo. A Holanda tinha mais que se concentrar na ultrapassagem dos bonecos com camisa verde-amarela instalados como obstáculo no campo. Uma espécie de futebol de jogo-de-pregos humano.

E o Neymar? O que pensa o jogador? Como ele vai administrar sua carreira daqui pra frente depois deste massacre moral impiedoso e eterno?

O que este "espetáculo de horrores" (como classificou o narrador Galvão Bueno) pode influenciar no valor de mercado internacional dos jogadores brasileiros nos próximos anos?

Quando o Seleção irá recuperar a confiança e a esperança da população brasileira novamente? Quem nos libertará desta masmorra nacional?

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: