quarta-feira, junho 11, 2014

Game: Battlefield se reinventa com Hardline - Guerrilha Urbana

A guerra está declarada em todas as esferas da sociedade e se depender do mundo dos games não há e não haverá um dia de paz sequer! Cansados de explorar os diversos cenários de batalha que vêm se modificando desde a I Guerra Mundial, a nova versão da franquia Battlefield promete levar os guerreiros virtuais para os mais modernos centros urbanos, tornando as agitadas cidades em ambientações perfeitas para a guerra moderna.

Imagem Cortesia: PlayStation Europe Creative Commons
Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 11 de Junho de 2014 - 11:43 GMT-3 

Desta vez, as forças militares inimigas recuam e no lugar deles surge o crime organizado, ainda mais audacioso e intrépido. Forças capazes de desafiar as polícias e todas as suas armas, veículos e aeronaves. Um verdadeiro terror.

O que há de mais ameno na crise que o país atravessa durante o conflito é que não há civis em meio ao infernal combate. Nesta edição de Battlefield o jogador poderá escolher entre atuar no lado policial ou nas fileiras do crime organizado. Ainda haverá o modo Multiplayer e muitos "cheats code", o que deverá tornar ainda mais complicado para um jogador se manter no topo dos ranks nas salas online.


Criminalidade em alta na mídia do mundo inteiro (e parece estar sendo bom, já que ninguém proíbe) e como criminoso você deverá realizar um grande assalto; e como policial você deverá impedi-los. Os produtores da nova versão do consagrado Battlefield buscaram na TV inspiração com base nos seriados policiais, e rechearam este título de ação e desafios. Tudo na velocidade cada vez mais alucinante dos games online no modo shooter.

Mudando de assunto

Cortesia: Wikipédia Creative Commons
Já que jogo violento não é proibido e o sucesso entre os jovens é cada vez maior; as cópias (mesmo de plástico) das armas de fogo estão de volta e agora é possível adquiri-las até em lojas de shoppings cariocas. Com a afirmação de que "agora é permitido" as cópias fiéis dos fuzis americanos, AKs 47, pistolas etc estão atraindo público cada vez maior. Ah Estas armas são adaptáveis para consoles de video-games e há também os modelos para airsoft. Tudo liberado. Até no ano passado estas armas eram monitoradas pelo Ministério da Defesa...


Já que o mundo se convenceu de que games violentos não fazem mal para crianças, a onda de quebra-quebra que o Brasil vivenciou nos meses passados provocaram terror. Mesmo sabendo que a média de idade destes vândalos varia de 14 a 20 anos. A mesma faixa etária que pratica diariamente o game GTA. Campeão em vendas e em influenciar a mente humana para a violência urbana, a criminalidade, agressão física a pedestres, roubo de carros e ataque a policiais por pura diversão. Ainda há muitos jovens que estão alimentando o sonho de tornar real tufo o que praticam nos games...  E já há muitos que praticam. Na cola do "GTA" e do "Couter Strike" (outro recordista de usuários no mundo) o "Battlefield Hardline" aposta no caos urbano como grande atrativo para manter suas vendas no topo da pirâmide das vendas globais de softwares destinados ao entretenimento.

O lançamento mundial de "Battlefield Hardline" está previsto para Outubro de 2014.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: