segunda-feira, junho 09, 2014

Corrupção leva Brasil ao topo da distribuição de renda

Cortesia: stankuns
Distribuição de renda no mundo é uma grande preocupação e o Brasil parece querer acertar nesta questão. Se já não consegue vencer o crime organizado, a violência doméstica tem crescido novamente seguida pela violência urbana envolvendo armas de fogo. Parece que o Brasil já começa a dar a última volta que completará o círculo vicioso ao qual está acostumado.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09 de Junho de 2013 - 16:16 GMT-3

A corrupção política já se mostra um monstro invencível. Graças ao poderoso esquema que envolve as estruturas já idosas dos 3 poderes. Mafiosos poderosos negociam de tudo e utilizam os cofres públicos como um verdadeiro banco (ou quem sabe um tanque). Enquanto o país produz grande quantidade de valores provenientes de todas as nossas riquezas, um número assustador de políticos e empresários aliados a eles, tem mobilizado uma grande soma de capital público para fortalecer seus laços.

Com isto o país do futebol tem se mostrado um mestre em distribuição de renda dos cofres públicos em esquemas fraudulentos entre políticos e empresários (muitos destes são parentes).
O filho do político eleito é sempre o dono da empresa que ganha a licitação para as principais obras. Isto não é corrupção ou é uma mera coincidência?

O site "cpi.transparency.org" lista os países mais corruptos do mundo. Interessante notar que em 2012 o Brasil estava na 72a posição do ranking de corrupção e em 2013 subiu para 42a posição no mesmo site. A organização "Transparência Internacional" ainda não concluiu as estatísticas do ano vigente mas pode-se acreditar que vamos verificar uma mudança acentuada no ranking mais uma vez.

À começar pela Copa do Mundo, todo o dinheiro desviado, roubado por meio de inúmeros superfaturamentos tem elevado a vergonha nacional ao limite... ou sendo mais modesto nem tem afetado a vergonha nacional, já que uma grande parte da população já entende que é roubando que se cresce. Se cada brasileiro já pratica a velha cultura da "Lei de Gerson"com base na impunidade descarada no país, então somos todos corruptos. Cada um rouba ou burla as regras dentro do espaço que conquistou.

Colocando na ponta do lápis, a distribuição de renda vem mesmo sendo praticada. Vemos policiais militares dirigindo carros que custam mais de R$ 100,000,00 enquanto seus salários mensais nem chegam a 3.000,00. Vemos a criminalidade evoluindo na compra de armas de guerra das mãos de políticos e militares de alto escalão. Mesmo quem não usa armas de fogo ainda pode estar cometendo pequenos furtos em lojas e mercados, no trabalho e até subornando funcionários públicos que por suas vezes muitos estão ali esperando por este benefício da distribuição de renda que não para de crescer no país que nem quer mais saber de praia nem futebol. Brasileiro se apaixona cada vez mais por dinheiro. Cifras com muitos zeros.

Já há quem diga que na era da Ditadura Militar a corrupção nem chegava perto disto. Em parte é verdade. Mas a verdade ainda nem foi descoberta, já que os arquivos da era da ditadura não têm sido compartilhados com clareza.

Siga-me no twitter: @saulovalley

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: