domingo, março 16, 2014

Criméia e as primeiras imagens do referendo - 16-03-2014 Saulo Valley Notícias

O referendo da Criméia foi imposto pelo regime russo que intenciona assumir o controle da região que até 1954 estava sob controle da antiga União Soviética até chegar às mãos da Ucrânia por simples consentimento da Rússia na ocasião.  A ocupação aconteceu à partir da a controversa crise política no país da Ucrânia, que vinha provocando um violento confronto entre partidários do governo e oposição. Esta guerra entre manifestantes resultou de dezenas de mortes e a Rússia enviou um gigante número de tropas para a ocupação da Criméia, dissolveu o parlamento, que 3 dias depois declarou independência e no dia seguinte anunciou o referendo, estando completamente dominada por forças russas até o momento na condição de invasoras. O referendo deste domingo decidirá se a Criméia permanece sob o controle da Ucrânia ou se retorna para a guarda da Federação Russa.

No vídeo a mesa de votação de número 9 na cidade de Alushta:


A tranquilidade está sendo mantida pela farta artilharia das forças russas, que aproveitam o ensejo para marchar para no sentido de cercar as fronteiras ao Norte, Leste e Sul daUcrânia deixando um claro sinal de que após o referendo Kyev deverá ser o próximo alvo.

Vídeo: Uma coluna de pára-quedistas russos com bandeira ucraniana perto smt. Pokrovske


Apesar do esforço da ONU para impedir a invasão russa, nem mesmo com a margem de votos de 13 contra 1 para neutralizar o referendo, foi possível impedir que por força bruta militar a população tenha sido obrigada a decidir, o que já está feito. A Rússia vetou a decisão do Conselho de Segurança da ONU, que numa sessão de emergência invalidaria o referendo já neste sábado dia 15.

Vídeo: Acontece agora um comício pró-russo em Kharkov:


Tudo certo neste referendo: Além da bruta cobertura armada, comício massivo pró-rússia acontecendo no momento do referendo, fora a propaganda colada nos postes:


Atualização 09:17:

Apesar da entrada de mais de 400 jornalistas internacionais ter sido registrada em Simferopol entre sexta e sábado, até o momento a maioria dos jornalistas permanecem proibidos de cobrir livremente o referendo. E tem proibição até para o transporte de máquinas fotográficas, disseram testemunhas oculares que trabalham nesta área da organização do referendo.

Fique conosco, estamos cobrindo os acontecimentos da Ucrânia e Criméia em tempo real - continua...

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: