Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Criméia: Assassinato, sequestro e tortura de militares e ativistas ucranianos

   A guerra de inteligência na Criméia já começou. Com o regime russo no controle da Criméia, uma nova fase é instaurada na região e serviços de inteligência começam a trabalhar para proteger os interesses russos na região ocupada. Para isto, o uso de força e a violência será uma atividade constante e sem limites. Militares ucranianos sequestrados e mantidos em cativeiro foram libertados 24 horas depois. Cheios de hematomas, traumas físicos e psicológicos. Dois ativistas foram torturados à tiros nas mãos e nos pés. O horror da violência russa está apenas começando.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Atualizado em 21-03-2014 as 07:24 GMT-3

   O Sequestro do Almirante Sergei Haiduk terminou nesta quinta-feira. De acordo com o grupo "Resistência da Informação", o chefe da Base Naval ucraniana na Criméia e outros dois militares foram mantidos em isolamentos dentro da própria base naval, durante a confusão armada com a invasão de mais de 200 milicianos apoiados por um número grande de mulheres (escudos-humanos) e forças especiais à paisana. O site independente "Ukranian Policy" denunciou que os reféns sofreram privações de alimento, utilização de banheiro e torturas. A fonte disse que dois dos reféns libertados estão hospitalizados com tiros nãos mãos e nos pés. O Almirante Haiduk foi tratado com mais "leveza" por causa da idade avançada mas relatou que sofreu torturas psicológicas tendo sofrido interrogatórios por 2 dias de detenção em intervalos de médios de 10 minutos.

By Mstyslav Chernov/Unframe/http://www.unframe.com/ (Own work) [CC-BY-SA-3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], via Wikimedia Commons
Observe a foto anterior e a foto a seguir. O que há de similar nestes homens é que eles usam ataduras brancas numa das mãos ou no ante-braço. Esta é uma prática de snipers russos. A foto de cima foi tirada durante a violenta matança de manifestantes e policiais durante os protestos de Fevereiro em Kyev. A foto à seguir foi tirada no dia 16 de Março na Criméia. Soldados russos recém-chegados aguardando a ordem para começar o derramamento de sangue na região (apontaram militares da antiga cúpula das Forças Armadas ucranianas na Criméia). 

Franco-atiradores russos um dia após o referendo da Criméia - foto de Maxim Muzyka
   A promessa de uma vida tranquila e amistosa entre as diferentes etnias já está sendo quebrada. Apenas o idioma russo está sendo permitido pelo novo governo da Criméia. Milícias batizadas de "Grupos de Autodefesa de Sebastopol" já arrombaram portões e portas de quartéis ucranianos, antes que os militares remanescentes tivessem oportunidade para deixar a região. Menos de 3 dias após o referendo falsificado em favor da Rússia e militares, jornalistas e ativistas começaram a ser perseguidos e pressionados. No terceiro dia já haviam relatos de mortes e sequestros. Hoje é o quarto dia e os relatórios não foram mais suaves. Enquanto o Ministério da Defesa da Ucrânia busca uma forma de retirar seus militares, as estradas continuam interditadas. Sem rumo, muitos oficiais já desertaram das forças armadas ucranianas e se alistaram nas forças russas. Não há como deixar a Criméia com facilidade. Por outro lado, a maioria dos militares tinham suas vidas estabilizadas na região, como famílias, escola para seus filhos, círculo de amizades entre outras atividades. Pra piorar a situação, o banco foi interditado e confiscado. Logo reabrirá com outro nome e nova administração. Estas pessoas ficaram sem o repasse do dinheiro ucraniano. O mesmo se dará aos prédios militares, emissoras de TV, rádio e prédios governamentais da administração anterior. A nova ordem deverá trazer pesadelo e angústia para os que ficaram.

O povo da Criméia já sente falta do tempo que a convivência entre as diversas etnias era tranquila. 50 anos de ótimo relacionamento num país onde a multiplicidade de etnias é tão natural quanto no Brasil.

Nesta manhã o Coronel reformado do exército ucraniano na Criméia Dmitry Tymchuk desabafou:

"Meus amigos russos de etnia, servem com honra e dignidade, e posicionam-se como cidadãos da Ucrânia e nunca na minha vida que ouvi deles qualquer oposição ao povo russo. Sim, e eu próprio, como todo o resto dos meus amigos e conhecidos, nunca temos feito tais diferenças por etnia. A Ucrânia é multinacional. Claro, o mesmo parecer, tem uma maioria absoluta dos cidadãos da Ucrânia, com poucas exceções.
Mas mestiços de Putin insiste neste tema, e tenta realmente criar um conflito nacional. Por um lado, esta é outra prova de que mesquinhez, baixezas vem de certos habitantes do Kremlin e todos os seus lacaios."
Tymchuk destacou nesta manhã de sexta que o Hospital da Marinha da Ucrânia na Criméia já foi assumido pela Federação Russa que exibe um "inventário de posse" e a equipe médica anterior permanece trabalhando no local. O mesmo deverá acontecer com a emissora de rádio e TV "Bleeze" que pertencia as Forças Armadas da Ucrania, anunciou a nova administração regional.

  O vídeo a seguir foi produzido por um cinegrafista que está desaparecido desde o dia 16 de Março. A informação foi divulgada pela ONG "Euromaidan". Este vídeo mostra a tranquila convivência entre soldados russos e ucranianos:


Para não ficar fácil, o regime russo deverá transformar a pacífica Criméia num pesadelo de violência. A gangue importada da Rússia já está abrindo vagas para quaisquer civis e com apoio do governo local que anunciou que "todo cidadão tem o direito de proteger a si mesmo", retirando a responsabilidade do estado e armando a população, o que fortalecerá o comércio de armas e acessórios militares.Os militares ucranianos na Criméia denunciam que as incursões russas nos quartéis da gestão anterior estão sendo facilitadas porque a milícia de Sevastopol estaria se utilizando de civis (inscritos por empolgação) como escudos humanos. Os militares apontam um número surpreendente de mulheres misturadas à gangue. A milícia de "defesa própria" ou "auto-defesa" já passa de 200 militantes e estão sendo aceitos homens e mulheres interessados. Com o crescimento do separatismo, logo começarão os ataques suicidas, como os muçulmanos já prometeram às vésperas do referendo de 15 de Março.

Outras fontes:

Ukrainian Hostages Beaten, Tortured

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Blue Whale 1 - O game da morte em nome da Baleia Azul

Blue Whale: O jogo da morte induz adolescentes ao suicídio via Redes Sociais e Skype já fez mais de 130 mortes entre Rússia e Europa, mas já tem adeptos no Brasil - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09/04/2017

Poderia ser uma lenda urbana.. Mas o game "Blue Whale" (Baleia Azul) se tornou viral na Europa e na Rússia (desde 2014) deixando pais e as autoridades locais em completo alerta. O game que usa basicamente as redes sociais também promove encontros e eventos fora da web, reunindo suicidas depressivos adolescentes em espantosa e crescente comunidade.

Nos últimos 3 dias as agências internacionais começaram a alertar ao mundo sobre este jogo de auto-flagelação que culmina no suicídio. Os administradores do grupo exercem grandes pressões para garantir que o grupo seja unido, confiável e fiel aos propósitos malignos a que se propõe sem questionamentos.

Uma adolescente disse ao Saulo Valley Notícias que tem a informação de que quando o …

Brasil: país estarrecido com corrupção presidencial faz silêncio doloroso

Nos últimos 15 anos o povo brasileiro já viu de tudo que não queria ou não esperava ver acontecendo na administração pública. Hoje um silêncio profundo e ensurdecedor ecoa pelos ares, acompanhado de lágrimas secas desesperadas, engolidas pelo choque dos graves acontecimentos da crise moral-política que a nação vive hoje - Continue Lendo e compartilhe


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro,  de Agosto de 2017

O barulho é ensurdecedor. As TVs ligadas em volumes mais elevados que o normal. Todos sintonizam seus aparelhos nos mesmos conteúdos. A reportagem vai derramando, como numa avalanche uma aterrorizante sequência de ondas de notícias trágicas e desesperadoras.

Os debates nas ruas terminaram. As opiniões já não importa. Antigos partidaristas agora não sabem mais o que defender, se direita ou esquerda. Todos estavam errados.. Dolorosa realidade vai formando uma nova onda de reações silenciosas e quase imperceptíveis. São pequenos espasmos pós-trauma. O país virou a…