domingo, fevereiro 09, 2014

Síria: Regime impõe violência sem limites e barris de TNT matam mais de 300 nesta semana.

A violência na Síria anda desenfreada e toda sorte de crimes bárbaros estão sendo praticados contra milhares de pessoas por determinação do regime sírio que tenta reassumir o controle dos redutos rebeldes exterminando toda população. Crimes de guerra e crimes contra a humanidade são praticados todos os dias enquanto o mundo assiste em silêncio e sem reação. Nesta última semana, bombardeios com mais de 126 barris de TNT lançados sobre a cidade de Aleppo, tiraram a vida de cerca de 300 pessoas.


Bombardeio sobre Aleppo tem levado milhares de sobreviventes a fugir da cidade desesperadamente. Foto Syrian Revolution 2011
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09 de Fevereiro de 2014 - 20:31 GMT-3

Pelo menos 75 crianças foram contadas entre os mais de 260 mortos na cidade de Aleppo, segundo uma ONG síria, citada pela AFP. De acordo com as fontes o massacre que ainda está em andamento matou pelo menos 246 civis em 5 dias de bombardeios com barris de TNT sobre áreas residenciais em Aleppo.

 Imagens aterradoras de partes de corpos expostos sob os escombros foram compartilhadas na internet pela ONG que pediu a atenção das Nações Unidas para a situação no país. Semelhantemente a região de Homs tem se visto debaixo de intensas chuvas de barris de TNT que são lançados indiscriminadamente sobre as casas, deixando um mar de sangue e pilhas de escombros e corpos como resultado.

Barris de TNT despejados sobre a quase deserta Aleppo matam
centenas de pessoas e dezenas crianças - foto cortesia AMC News
e Syrian Revolution 2011 
Enquanto as Nações Unidas comemoram a realização do encontro Genebra II, na prática o regime sírio intensificou o ataque aos redutos rebeldes demonstrando total pressa para aniquilar a resistência. Isto sem se preocupar com a população civil. Esta atitude desesperada vem em consequência do ganho de popularidade e apoio da oposição no cenário global. Enquanto que hoje em dia já está claro o grau de crueldade e abusos com os quais o governo da Síria administra o país e trata seu próprio povo.

Violência sem precedentes só comparada com a era Hittler tem levado milhares de sírios a buscar abrigo fora do país, enquanto que os que permanecem nas cidades ocupadas morrem em consequência de torturas, mutilações... E agora uma última prática denunciada por ativistas dos direitos humanos: Eles acusam o regime de por corpos sobre carros com uma escavadeira e incinerá-los. Tivemos acesso as imagens, mas infelizmente não são agradáveis de serem mostradas.

O que importa é que o mundo sabe que neste momento mais de 130 mil pessoas já morreram nas mãos deste regime e ainda 5 milhões de pessoas estão entre a vida e a morte, a um passo de cair nas mãos do presidente Bashar Al-Assad. Isto não é um, genocídio?

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: