terça-feira, janeiro 28, 2014

Michael Schumacher 30 dias de silêncio inquietante...

30 dias após o acidente de esqui que levou o campeão mundial Michael Schumacher a dormir um sono profundo num coma induzido, o mundo aguarda impaciente seus primeiros sinais de vida à cada novo minuto. LEIA MAIS:

Michael Schumacher (GER) (Team 7UP Jordan), Jordan 191 - Ford HBA4 3.5 V8 (RET)
1991 Belgian Grand Prix, Circuit de Spa-Francorchamps - Cortesia: http://f1-history.deviantart.com/
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Janeiro de 2014 às 22:58 GMT-3

Cortesia: http://f1-history.deviantart.com/
Um ronco poderoso irrompe no silêncio que antecede a largada. Um som poderoso de dezenas de máquinas supermodernas numa pista de Fórmula 1. Nas primeiras filas, um vaga. Um espaço vazio que lembra a falta que faz Michael Schumacher, o mito das corridas. Agora parado não por um acidente automobilístico, mas por uma queda de esqui de uma altura de 9 metros. Um desvio e tchum!! Um mergulho livre no silêncio e a escuridão que assumem o controle da cena, enquanto que angústia e ansiedade dominam os expectadores em todo mundo globalizado. Sem carros vermelhos. Sem roncos poderosos dos motores. Sem luzes de ré à frente. Sem sprays de água das chuvas empoçadas na pista... Sem "Schumy".

 Enquanto a família do ex-piloto pede distância, fans e amigos assistem (graças à evolução da internet e da tv interativa) cada minuto. Umas das mais longas vigílias. Vigílias do silêncio. Dor e pesar são sentimentos que acompanham cada lembrança que rasga o céu de nossas mentes em busca do lembranças ainda vivas do grande gênio das pistas e das máquinas da história das F1.

Até quando? Quanto tempo mais sem Michael Schumacker?  Em uma coletiva de imprensa nesta terça, o atual campeão da F1Sebastian Vettel orou pelo milagre da cura e da recuperação para o ex-campeão.


 Nós também do "Saulo Valley Notícias" e do programa "O Observador do Mundo" oramos para que nesta corrida contra o tempo, Michael Schumacher recupere sua posição e largue na frente, fazendo mais uma vez o que sempre fez com maestria: Ir além dos seus limites e voltar ileso.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: