sexta-feira, maio 31, 2013

Nigéria: Kano: Polícia apreende armas e munições do Hezbollah em esconderijo.

Tropas militares nigerianas afirmaram ter encontrado um esconderijo de armas e munições que informaram pertencer ao grupo terrorista Hezbollah. O achado estava num buraco profundo na região de Kano, reduto do grupo terrorista Boko Haram.



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 31 de Maio de 2013 - 13:05 GMT-3

A grande quantidade de granadas, metralhadoras, foguetes de ombro e munição estava enterrada em um terreno que pertencia a um supermercado.




Regime sírio executou 50 detidos neste sexta em Aleppo - Diz Oposição.

Um número de 50 detidos foram executados após terem sido "selecionados aleatoriamente" nesta manhã de sexta por forças governistas, quando ocuparam a Prisão Central da cidade de Aleppo, disse a Rádio Free Syria há 50 minutos.



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 31 de Maio de 2013 - 12:22 GMT-3
Atualizção: 12:56

   De acordo com a nota, a fonte disse que o regime sírio ordenou a execução dos prisioneiros em retaliação ao numeroso reforço enviado pelo FSA para a região de Qusayr, onde há pelo menos 2 semanas Al-Assad se esforça para assumir (sem sucesso) o controle deste reduto rebelde utilizando desde tropas do Hezbollah a armas químicas, que foram denunciadas pela oposição e ativistas.

Vídeos: Pequena amostra do violento combate entre as forças pró-Assad e opositores ao regime, que utilizam foguetes e morteiros com objetivo de assumir o controle do complexo penitenciário. De acordo com o FSA, a Prisão Central de Aleppo serve como "centro de torturas" para o regime sírio e mantém cerca de 4.000 militares sob difíceis condições de encarceramento.



   Nas primeiras horas do dia, páginas de facebook ligadas à revolução contra o ditadura de Bashar Al-Assad publicaram mensagens de pesar, em declaração ao grande numero de opositores mortos nesta manhã de orações. A (LCCSy) "Coordenação de Comitês de Locais da Síria" publicou um relatório atualizado há cerca de 1 hora dizendo que o número de mortes nesta manhã tem chegado a 117, entre as vítimas 5 mulheres e 3 crianças. 61 pessoas foram mortas em Aleppo ( incluindo os prisioneiros executados ), outras 34 pessoas morreram nos arredores da capital Damasco, incluindo os subúrbios. 18 pessoas morreram em Homs, 3 em Deara e 1 em Deiz Al-Azour, disse a fonte que deverá atualizar as informações às 18:00.

Atualizando....

Mokhtar Belmokhtar rebelado do Alqaeda para buscar reconhecimento internacional

Quem é Mokhtar Belmokhtar? O oficial terrorista "apagado internacionalmente" até que ganhou a mídia global quando liderou o ataque à companhia de gás no Máli. Ele manteve mais de 800 trabalhadores reféns e matou cerca de 39 deles. Além das tropas locais crise provocada por Mokhtar mobilizou tropas francesas, britânicas, americanas.



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 31 de Maio de 2013 - 07:47 GMT-3
Atualização: 11:01

   Quando as notícias da ocupação da companhia de gás ganhou a mídia, uma sensação de angústia (senão de desespero) passou a fazer parte da vida de milhares de pessoas que buscavam entender o que havia levado aqueles homens a realizar atos tão perversos e cruéis, o dinheiro, ou simplesmente pelo prazer de matar?
   Meses de tensão e violentos combates envolveram forças de diversos países ocidentais que atenderam ao pedido de socorro da desestruturada defesa militar argelina. As deficiências eram tantas... Soldados despreparados, desarmados ou com armas desmuniciadas. Falta de verba para investir na infra-estrutura de segurança, proporcionou o ambiente perfeito para que o então líder da Alqaeda no Magrebe Islâmico, decidisse se desvincular da organização que ficou famosa com os ataques de 11 de Setembro em 2001, nos EUA sob a liderança do Sheik Osama Bin laden.

   Na busca por respostas serviços de inteligências do mundo inteiro começaram a vasculhar o norte africano em busca de informações que esclarecessem a verdade sobre o violento ataque que depois dele espalhou terror e terroristas pelo Máli, Argélia, Níger, Nigéria entre outros países vizinhos. Foi então que Mokhtar Belmokhtar ganhou sua "oportunidade" de ser conhecido pelo mundo.  Mas Mokhtar já é velho conhecido da justiça em diversas regiões.

Foto tirada no início de 2013 de insurgente no Máli empunhando um lança-foguetes de ombro - Autor desconhecido
   Após a tragédia de 11 de Setembro de 2001, forças americanas aliadas a diversos países de maioria muçulmana realizaram uma gigantesca campanha batizada de "Guerra ao Terror". Após ter sido descoberto e listado em 06 de Outubro de 2001, Mokhtar Belmokhtar começou a ser responsabilizado por diversos crimes em diversos tribunais.  Citando a ONU como fonte, que anunciou no relatório"QI.B.136.03." que:

"Mokhtar Belmokhtar é objeto de mandado de captura internacional para estabelecer e pertencer à AQMI ( Al-Qaida no Magrebe Islâmico ) grupo terrorista internacional."

   No relatório a ONU publicou uma lista de processos criminais que o terrorista foi condenado na seguinte ordem:

  1. Junho de 2004 - Condenado à revelia à prisão perpétua por formação de grupos terroristas, roubo, detenção e uso de armas ilegais num criminal tribunal em Illizi, na Argélia.
  2. Março de 2007, Condenado à revelia a 20 anos de prisão por formação de grupos terroristas, sequestro de estrangeiros, importação e tráfico de armas ilegais, por um tribunal penal na Argélia.
  3. Março de 2008, Condenado à revelia a prisão perpétua pelo assassinato de 13 funcionários aduaneiros pelo Tribunal de Ghardaïa, na Argélia.
   Há ainda indicações que Mokhtar já tenha sido condenado à pena de morte em outras duas condenações.    De 2011 pra cá,  vem sendo notado em conexão com diversos grupos terroristas e indivíduos ligados ao terror. A ONU levantou pelo menos 17 destas ligações. 

Por dentro da Alqaeda

   Por mais coincidente que pareça o site militar americano "MarineCorps" citou a agência internacional "Associated Press" como fonte, após informar que a agência teria em sua posse milhares de correspondências entre o Alqaeda matriz e sua filial no Magrebe Islâmico. Uma carta divulgada pela agência foi citada pelo site. Segundo as fontes revelam, Mokhtar vem se mostrando um literal líder rebelde. Isto porque seu elevado grau de rebeldia foi sentido no coração da rede Alqaeda e a carta revela que o líder da rede no Magrebe Islâmico não cumpre suas obrigações com a organização. Não presta relatórios, "não repassa os ganhos (como operações realizadas em nome da Alqaeda) e não realiza ataques espetaculares".
Um verdadeiro fracassado, diria em outras palavras.  Mas a mesma fonte revela que o então líder decidiu romper suas relações com a organização-mãe para fundar sua própria organização terrorista batizada de "Masked" (Aqueles que se inscreveram com sangue) e fazer concorrência direta contra ela.

   Este processo de racha teria acontecido poucos meses antes do terrível ataque à companhia de gás na Argélia. A carta segundo as fontes, está datada em 03 de Outubro de 2012 e reza a difícil e inútil tentativa da rede Alqaeda para disciplinar o líder literalmente rebelde. O conteúdo publicado pela agência que há cerca de duas semanas acusou a CIA de investigar e espionar ilegalmente suas 20 linhas telefônicas, teria sido encontrada num prédio ocupado pela Qaeda na região Norte do Máli e seu conteúdo escrito em 10 páginas tinha assinatura dos 14 membros do conselho shura da organização.

   Por não ser reconhecido pelos seus méritos e seu "fraco desempenho" como líder jihadista, Mokhtar decidiu realizar seus próprios atos terroristas e por meio de um vídeo prometeu superar as ações da Alqaeda e em outras palavras esvaziá-la ou dispersá-la. Foi esta decisão que levou os "Masked" a agir na Argélia e no Máli no início de 2013, realizando operações que exigiram um grande esforço internacional e muitas reuniões estratégicas desde então.

   Notícias de sua morte

   No dia 02 de Março de 2013 o líder rebelde rebelado foi anunciado como morto por tropas chadistas em uma operação de combate aos terroristas em Chade, no Norte do Máli. Porta-voz do Estado Maior do Exército de Chade revelou que a operação realizada em Charmetetai desarticulou a principal base jihadista que se localizava na região.


   ...Mas depois de uma semana de violentos ataques terroristas no Níger (um deles na região de Arlit no dia 23 de Maio contra uma mina de urânio e outro ataque em Agadez, com um caminhão-bomba contra uma base militar) Mokhtar ressurge das cinzas assumindo a responsabilidade por estes ataques:


Mokhtar é chamado de "filho de Bin Laden" no meio jihadista. No ocidente é chamado de "O novo inimigo número 1 da América". Para alguns, a crise no Máli é continuação da guerra da Líbia que depôs e matou o ditador Muammar Gaddafi, cujos filhos sobreviventes estão foragidos e prometeram vingança.

   Mokhtar Belmokhtar ainda pode estar vivo e entre outros crimes, tem sido procurado internacionalmente pelo sequestro de dois diplomatas canadenses funcionários da ONU, em dezembro de 2008 que nunca foram encontrados.

quarta-feira, maio 29, 2013

Nigéria insiste na anistia ao Boko Haram que insiste em aterrorizar o Norte do país.

A disputa entre o Governo da Nigéria liderado pelo presidente Goodluke Jonathan e Boko Haram liderado pelo extremista islâmico Abubakar Serkau tem sido uma verdadeira queda-de-braço onde milhares de pessoas já morreram e as opiniões ficam cada vez mais divididas.


Um dos atentados do Boko Haram mais marcantes, quando um ônibus cheio de cristãos foi explodido.
25 pessoas morreram no ataque.
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 29 de Maio de 2013 - 08:59 GMT-3

   As TJF (Forças Conjuntas) do governo estão há 15 dias varrendo os estados do Norte da Nigéria em perseguição aos insurgentes do grupo jihadista islâmico Boko Haram. A primeira impressão é que as forças militares do governo estão levando a melhor com anúncios da fuga desesperada dos terroristas e a ocupação de seus acampamentos e centros de treinamentos, sendo que a maioria deles ficam localizados no estado de Borno (reduto do BH).

   Nesta quarta o líder do Haram, Abubakar Sherkau realizou um comunicado por vídeo realizando uma chamado jihadista para insurgentes da Síria, Paquistão, Afeganistão e Iraque, chamando suas operações no país de "guerra santa". O revolucionário que tenta empunhar a espada da "revolução islâmica", disse em dua declaração que as forças militares do TJF estão perdendo a batalha contra a insurgência e desmentiu que militantes estão sendo mortos em combate.

   Sabe-se que o Haram tem enviado insurgentes de nível avançado para serem treinados nos campos do Alqaeda no Afeganistão e na Líbia, mas segundo informações oficiais tem se mostrado despreparado para o combate uma vez que os relatórios se referem aos insurgentes em deposição de suas armas e tentativas de fugas desesperadas para fora do país. Um dado muito estranho e difícil de ser verificado como um todo. As agências de notícias estão tendo trabalho para conseguir informações nas regiões em crise, uma vez que as comunicações estão interrompidas pelas autoridades há pelo menos 12 dias. Desde o decreto oficial de "Estado de Emergência" tem sido assim. Pelo menos 100 insurgentes foram presos e um número ainda não revelado oficialmente de mortes, disseram as autoridades nigerianas. o site "Naij" disse que mais reforços militares estão sendo enviados para o Norte do país nestes dias, e citou o JG (Goodluke Jonathan) como dizendo..

Habeas Corpus

   A anistia aos insurgentes do Boko Haram que depuserem suas armas, tem sido apresentado como um importante ferramenta da administração do presidente Jonathan para pacificar o Norte do país. Mas ninguém sabe ao certo se algum insurgente pediu sua anistia ao TJF.   No vídeo que está em posse exclusivamente da "Reuters", Abubakar Sherkau disse que o Boko Haram está se preparando para "invadir as prisões e resgatar a todos os insurgentes detidos."

Opinião Pública

   O Islã foi declarado como a religião oficial nigeriana apesar que 60% da polução é muçulmana e outros 40% é cristã. Estes 40% de cristãos representam mais de 80 milhões de pessoas que não professam a fé islâmica e se dividem entre o protestantismo e o catolicismo.   Esta divisão quase que empatada é responsável em primeiro lugar, pela divisão da opinião pública.    É difícil para o público cristão aceitar que para o islamismo se expandir, mais de 80 milhões de cidadãos cristãos do país tenham que ser sacrificados ou perseguidos.   Neste contexto, os cristãos apoiam a perseguição ao BH, enquanto que a população muçulmana apóia as ações do Boko Haram. Por outro lado há muitos muçulmanos que não acreditam que a perseguição aos cristãos seja um ato de Deus. Elas esperam que a crise termine que o país volte a vivem em um estado de paz comum.

segunda-feira, maio 27, 2013

Escorpiões venenosos enviados para acampamentos de refugiados sírios e Irã é suspeito.

Pelo menos um carregamento de escorpiões do tipo venenoso foi interceptado quando seguia para um acampamento sírio, onde deveriam ser intencionalmente e criminosamente libertados.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 26 de Maio de 2013 - 11:23 GMT-3
Atualização: 12:59

   Citando uma fonte síria que disse no dia 23 de Abril um caminhão carregado com caixas cheias de escorpiões que seguia por uma estrada iraquiana que dava acesso ao campo Dumis de refugiados sírios no Curdistão iraquiano.


   De acordo com a fonte, o motorista que conduzia o caminhão na região de Hasakieh foi identificado como de origem iraniana. O mesmo vídeo com a mesma data de upload quase 30 dias depois descreve os ocupantes do veículo como "Shabihas". Ainda outro upload do mesmo vídeo no dia 24 de Maio e comentado pelo usuário do youtube que acusa "tropas persas de enviar escorpiões venenosos para os acampamentos de soldados iraquianos."  
   O que coincide em todos os comentários é o local aonde o carregamento foi interceptado: Hasakieh (Hasakiah), na fronteira síria com o Iraque. Na origem, duas de 3 fontes concordam que os escorpiões são de origem iraniana e que a tropa que interceptou o carregamento é classificado como "Peshmerga", milícia rebeldes Curda.

   Confusa ou não, a informação tem um fundo de verdade: A mídia européia tem relatado muitas vezes as infestações dos campos de refugiados por "escorpiões e mosquitos". O que tem elevado o sofrimento dos desabrigados ao extremo. Um verdadeiro inferno. Numa realidade cruel em que a maioria dos ocupantes dos campos de refugiados consiste em crianças e mulheres, muitas delas gestantes, ou mães de pelo menos 4 filhos abaixo dos 10 anos de idade.

   Citando fontes de mídia internacional como referência como "article.wn" e "dailymail.co" que destacam a turbulenta situação dos milhares de refugiados sírios nos acampamentos estrangeiros e suas infestações de mosquitos, ratos, cobras e escorpiões.

   Esta realidade não é inventada e este está em plena ebulição nos últimos dias. O sofrimento dos refugiados nos acampamentos tem sido tão grande que a impressão que se tem é que a guerra que começou na capital rebelde de Homs, e Deara, hoje se estende até os acampamentos e persegue os sírios fora dos limites da Síria, a exemplo do assédio e do assassinato de ativistas sírios na Europa e em países árabes.

Continua...

domingo, maio 26, 2013

Síria: Não acredite quando alguém diz: "Está tranquilo em Qusayr hoje".

"Está Tranquilo em Algum lugar da Síria Hoje" é uma das frases mais escritas pelo regime sírio em suas páginas de Facebook, ou até mesmo nos sites da Estatal Agência de Notícias Sana. Esta frase representa um mundo de barbaridades acontecendo todos os dias no país, sem que ninguém saiba ou se sabe não consegue reagir. Vítimas inocentes e autoridades internacionais simplesmente assistem sem que nada possam fazer para evitar as mais variadas tragédias.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo, Rio 26 de Maio de 2013 - 06:14 GMT-3
Atualização: 09:56

   Qusair ( ou Qusayr ) é estrategicamente localizada na província de Homs, ao norte de Damasco e a Sudoeste da cidade de Homs. Um "reduto rebelde" que vem sendo intensamente violentada por forças pró-regime. A única estrada de acesso no sentido extremo-sul leva à Baalbek cidade do Líbano cuja fronteira fica localizada na extremidade sudoeste de seus limites, enquanto no sentido extremo-norte para a cidade de Homs.

   Após uma pesada campanha há 3 semanas em parceria com o Hezbollah, o regime sírio anunciou a "retomada de 3 estratégicas aldeias" há 7 dias, com 58 mortes registradas na ocasião; sendo que o FSA anunciou em seguida que 13 de seus lutadores haviam caído além de 8 civis, incluindo mulheres e crianças. Mas nestes dias de grande violência na região, o Hezbollah tem tido sua parcela de prejuízos com dezenas de militantes mortos nos combates mais recentes.

   "No terreno" nas últimas 24 horas a cidade de Qusair vem sendo violentamente bombardeada. O que significa que a cidade não está sob controle do regime num todo. A busca desesperada por militantes rebeldes tem levado o regime sírio a cometer todas as formas de crimes de guerra para atingir seu objetivo: Manter o presidente Bashar Al-Assad no poder.

   Pelo menos 2 centenas de projetis de armamentos de artilharia e mísseis tem sido despejado nas últimas 24 horas em Qusair. Ativista próximo aos hospitais de campanha disse:"

"Nós mudamos os feridos para campos abertos e casas porque o hospital improvisado aqui foi bombardeado"
   No início desta manhã pelo menos 5 pessoas foram inseridas na lista dos mortos nas mãos das tropas regulares do regime sírio. Os bombardeios são um grande pesadelo para os moradores que não sabem pra onde ir. Alguns resistem em deixar as casas que lutaram a vida inteira para construir, outros são pegos de surpresa pelas tropas e milícias que marcham por Al-Assad. O Hezbollah tem presença marcante nestes confrontos onde dezenas de seus militantes têm perdido a vida em confronto com rebeldes sírios.

Video: Último registro dos bombardeios em Qusair


  Em depoimento, ativistas e colaboradores da área de saúde, disseram que muitos corpos não puderam ser reconhecidos neste sábado em Qusair, por estarem completamente desfigurados.   O ativista Sami Al-rifaie lamentou nesta manhã pelo silêncio internacional para a crise síria que já completou 800 dias...

"Tudo é relativo assim quando o regime lhe diz que "está tranquila em algum lugar", significa apenas que não menos de 200 bombas caíram sobre uma área! Não importa o quão alto nossos gritos de socorro são, ainda estamos morrendo lentamente. Dezenas de milhares de civis estão encurralados em Qusair em meio a intenso bombardeio da cidade"
   Vídeo: Um ativista de Qusair informou para a "Aljazeera" a situação corrente na cidade de Qusair, província na Homs:



Ações e Palavras

  •    Na última hora tem sido comentada na web a chegada repentina em Bagdá do Ministro das Relações Exteriores da Síria. Ativistas acreditam que a autoridade tenha ido em uma visita de emergência em busca de "mais armas, mercenários xiitas e ajuda financeira".
  •    Em Beirute caíram 2 mísseis sírios, o que provocaram um grande susto e deixaram 4 pessoas feridas em Al-Hermel. O site "Times of Israel" disse que as áreas atingidas pelos mísseis são "redutos do Hezbollah". 
  •    O líder do Hezbollar nas comemorações do "Dia da Libertação e Resistência" palestina, (que aconteceram neste sábado) aproveitou a oportunidade para assumir pela primeira vez que lutadores do Hezbollah estão mesmo atuando na Síria contra "extremistas islâmicos" com objetivo de proteger o Líbano, "exposto ao perigo"com a crise.
Vídeo em português: AFP fala sobre os 30 combatentes do Hezbollah mortos no dia  18 de Maio (sexta) em combate com o FSA em Qusair.



sexta-feira, maio 24, 2013

Rússia: Tremor magnitude 8,2 nesta madrugada pôde ser sentido em Moscow.

Terremoto de grande profundidade foi registrado pelos sensores da USGS cujo epicentro foi percebido a 601 Km de distância da superfície, mesmo assim, os 8,2 graus de grandeza puderam ser sentidos por causa da região onde quase duas centenas de vulcões estão ativos.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 24 de Maio de 2013 - 12:33 GMT-3

Apesar da grande profundidade do epicentro, o tremor pôde ser sentido na capital russa, em Moscow. De acordo com a "Reuters" os edifícios de toda a cidade precisaram ser completamente evacuados. O mesmo procedimento que tomaram os moradores das aldeias vizinhas ao Mar de Okhotsk, localizado na região oriental do Oceano Pacífico.

Foto: By frage23 (http://www.flickr.com/photos/frage23/2625797734/) 
[CC-BY-2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons
   Um alerta de Tsunami foi emitido no momento imediato da confirmação da intensidade do tremor que segundo agências pôde ser sentido por longos 5 minutos na capital Moscow mesmo à 359 Km de distância do epicentro. Mas o alerta de Tsunami foi suspendido bem pouco tempo depois.
   Citando o "YAHOO NEWS" como fonte que disse que o último tremor sentido na capital russa foi em 1977.


USGS/NOAR - Simulação do Tsunami japonês  que matou mais de 15.883 pessoas e ainda 2 milhares estão desaparecidas desde 11-03-2011
    Grande Magnitude

No dia do da tragédia do Japão foram contados 34
tremores menores. No momento da tragédia aconteceram dois
 tremores quase que simultâneos. 1 de 9.0 e outro de 8.9.
O Mar de Okhotsk fica ao nordeste da costa Japonesa.
   Esta grandeza de Magnitude é bem próxima da grandeza do tremor que provocou o tsunami que quase varreu o Japão em 11 de Janeiro de 2011. Os 8.9 graus de magnitude provocaram uma onda de 45 metros que provou grandes estragos, além de um terrível acidente nuclear, aliás Fukushima foi o maior desde a tragédia nuclear na estação ucraniana de Chernobyl, em 1986.    Detalhe que a profundidade do tremor sentido no Japão era de 70 Km, o que significa que tragédia semelhante teria acontecido nesta madrugada se ao invés dos 601 Km a profundidade fosse pelo menos a metade ou os mesmos 70 Km.

    Se após o acidente da costa japonesa (que se localiza ao lado do mar de Okhotsk) os sensores de tremor não tivessem sido reajustados para 1 grau a mais (a fim de evitar novos desastres semelhantes ao tsunami japonês) a magnitude real deste terremoto registrado em águas russas hoje seria de 7,2. Isto facilita a prevenção de prejuízos maiores, mesmo assim, foi um grande tremor registrado nesta madrugada.

Atualização: 12:24

  A terra voltou a tremer no Mar de Okhotsk há cerca de 20 minutos. Desta vez o tremor registrados pelos sensores do USGS foi de 6.8 da escala Richter.


Na verdade outro tremor já foi registrado hoje, ainda no mesmo lugar com magnitude "moderada" de 4.1.
O USGS atualizou o status do tremor desta madrugada de 8,2 para 8,3.

quinta-feira, maio 23, 2013

CINEMA: Velozes e Furiosos 6 chega no Brasil em 24-05-2013

Um grande sucesso no cinema, o explosivo "Velozes e Furiosos" chega à sua sexta versão e vem com mais velocidade e fúria ainda maior. A aventura que é estrelado por Vin Diesel e Paul Walker e Dwayne Johnson promete superar as versões anteriores com as últimas tendências da tecnologia cinematográfica.




Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 23 de Maio de 2013 - 21:07 GMT-3

   Na opinião da crítica Velozes e Furiosos 6 é "mais do mesmo" mas a saga continua empolgante e atraente. Com certeza, a nova versão não decepcionará os fans das grandes corridas e não deixará de misturar adrenalina ao combustível deste memorável título. Assista ao trailler.

Síria: Armas Químicas serão tão comuns quanto mísseis Scud chovendo nas residências.

Título original: Breaking News: Síria pode estar usando armas químicas agora, diz oposição

 Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio,23 de Maio de 2013 - 19:49 GMT-3
Atualização: 28 de Maio de 2013 - 09:02

Uma fonte direta e segura de dentro da revolução síria enviou um alerta dizendo que em Al-Nelson um bairro rural de Damasco tem sido possível sentir um cheiro muito intenso que se assemelha ao enxofre. Pelo menos 3 vítimas morreram na última hora pelas reações e outras 40 estão hospitalizadas disseram as fontes locais.

Símbolo usado pelo Exército Americano para representar as Armas químicas  - Domínio Público

   Um ativista sírio de inteira confiança do Saulo Valley Notícias disse há menos de 1 hora que depois da fracassada tentativa de expulsar as tropas rebeldes da região de Al-Nelson, moradores começaram a reclamar de um odor muito forte e semelhante ao enxofre. A fonte destaca que o regime sírio
Toxicidade - Domínio Público
encontrou forte resistência oferecida pelo FSA (Free Syrian Army), e acredita-se que o regime tenha se valido de armas químicas depois do fracasso com uso de armas convencionais.

    De acordo ainda com a fonte, "o forte cheiro pode ser sentido em toda área vizinha" e já foram contadas pelo menos 40 pessoas que deram entrada nos hospitais da região suburbana de Damasco em especial na região de Adra se queixando de problemas relativos ao forte cheiro e aspecto de intoxicação. 

  Ativistas acreditam que o regime sírio voltou a usar armas químicas e que planeja usá-las em nas colinas de Golã por meio de uma nova frente.

20:18 - A ativista italiana Isabelle Prax, confirmou que já 3 pessoas morreram em consequência do ataque químico e outras 40 estão internadas. O ataque teria acontecido há poucas horas.

Vídeo gravado há pouco num hospital de campanha em Adra.


   Yabrood - Outra região residencial que está sofrendo com pesados bombardeios registrados em vídeo nesta terça 22.



Atualização: 28 de Maio de 2013 - 06:55 AM

   Uma fonte ligada as militantes rebeldes afirmou que o número de pacientes com sintomas de intoxicação em fase de tratamento nos hospitais nos arredores de Damasco pode ser maior que os 67 anunciados, na verdade ele afirma que chega a casa dos 500! Até o momento, desde que publicamos esta matéria, o número conhecido de mortos, em decorrência de algum tipo de intoxicação respiratória, permanece na casa dos 3, que são os lutadores rebeldes que aparecem no primeiro vídeo acima. O fato é que eles já chegaram em estágio avançado no hospital em Adra, apresentando sintomas de vômito e falta de ar.

   Citando a agência árabe de notícias "Al-Arabyia" que disse que o governo da França anunciou nesta segunda que já está em seu poder uma certa quantidade de amostras que deverão ser analisadas pelos especialistas do país. Tanto os EUA, França e a Grã-Bretanha realizaram exames anteriores através do estudo de vídeos gravados em hospitais de campanha rebeldes. Mas as provas não foram consideradas "palpáveis" apesar de convincentes. Lembrando que agências internacionais "BBC" e "RT News" no dia 16 disseram que havia fortes índices de que gás nervoso está sendo usado pelo regime sírio contra o FSA (Free Syrian Army), apesar das evidências não serem completas.

   Como a Al-Arabyia citou o governo francês como dizendo que dois jornalistas alegadamente funcionários da agência "Le Monde" apresentaram amostras de que armas químicas foram utilizadas deliberadamente contra lutadores rebeldes no vilarejo de Jobar no dia 13 de Abril deste ano. Autoridades da França, Rússia e EUA deverão se reunir na conferência de paz a se realizar em Junho deste ano na cidade de Paris.

   Embargo de Armas da União Européia

  A boa notícia para os rebeldes é que a União Européia decidiu suspender o embargo de armas para a oposição síria, num momento em que estava sendo discutida a unidade da própria oposição síria. O premier britânico Willian Hague foi citado pelo "Guardian" como que "defendendo a decisão da UE", já que em Abril passado o governo britânico havia prometido enviar um ajuda em armas e munição para os rebeldes definirem de uma vez que a crise sangrenta no país se arrasta por mais de 800 dias (94.000 mortos), completados no dia 15 deste mês; mas a ajuda teve que ficar no papel, já que o embargo de armas imposto pela União Européia estava previsto para durar 3 meses. o governo russo contestou a decisão da União Européia afirmando que istyo prejudicaria o "plano de paz", por outro lado desde que a suspensão do embargo de armas para rebeldes sírios foi anunciado, o governo russo tem apelado para simular que pretende concluir seu plano de vender mísseis S-300 Patriot anti aéreos para o regime de Al-Assad.


Atualizando...

quarta-feira, maio 22, 2013

Violência: Cresce as ocorrências de abusos e estupros na Índia.

   Desde a dramática história de "Nirbhaya", a jovem que foi violentada dentro de um ônibus por 6 homens em Nova Dhéli, capital da Índia, a cidade tornou-se a "capital dos estupros" mas vergonhosamente, apesar das pressões internacionais a Índia não conseguiu impedir que os abusos diminuíssem e vem liderando uma grande jornada de ocorrências que parecem influenciar outros países.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 22 de Maio de 2013 - 09:09 GMT-3

"Nirbhaya" era linda mas foi
deixada em estado calamitoso.
Apesar de ter lutado pela vida,
não resistiu. Faleceu em
26-12-2012
   Em Enquanto que os estupradores de "Nirbhaya" se esforçam para escapar dos tentáculos da justiça indiana, com mais um acusado de pertencer à gangue tentando o suicídio na prisão, novos casos e até mesmo semelhantes estão acontecendo diariamente no país. O maior problema é que a polícia não consegue administrar o excessivo número de casos que são relatados todos os dias. Mal conseguem anotar uma reclamação e logo chegam novas denúncias. Nem mesmo aumentando o contingente policial tem sido possível registrar as ocorrências e investigar todos os casos.

   Esta realidade tem sido um fator complicador da crise que se arrasta no país desde o dia 19 de Dezembro de 2012, quando a jovem foi violentamente estuprada num ônibus pirata, ocupado por 5 homens adultos e 1 menor. "Nirbhaya" e seu amigo íntimo foram brutalmente espancados e jogados numa estrada após a conclusão do tríplice crime, que culminou na morte da jovem que não resistiu às múltiplas infecções. Revoltados familiares e populares saíram em intensas marchas públicas em busca de justiça, e caso o país não tivesse se envolvido na pressão contra as autoridades indianas, os criminosos nem teriam sido procurados para responder às acusações.

   Citando o "Times of Índia" que destacou o caso de uma adolescente de 14 anos que foi obrigada a entrar num carro juntamente com seus dois amigos. O carro que era ocupado por homens, levou-os para fora da cidade onde a menina foi abusada e queimada viva. A polícia foi procurada para a formulação de uma ocorrência mas os policiais "minimizaram a ocorrência" e registraram como um caso simples de assédio." Disse a fonte, que também nas aldeias de "Jind" pais de alunos de escolas públicas estão se negando a enviar seus filhos para a escola depois que uma menor foi estuprada por um professor numa escola pública local. Como as autoridades não levaram a sério a reclamação, os pais se reuniram e decidiram proibir que suas filhas frequentem as escolas até que as autoridades façam o que for preciso para investigar, prender e condenar os vários casos denunciados e que nunca foram suficientes para mobilizar as autoridades policiais.

Mulheres indianas protestam por justiça contra estupradores (Creative Commons)

   Já a "BBC" revelou que no estado de nome "Bihar", onde 85% da população rural desconhece a utilidade e/ou não dispõe de banheiros sanitários, são obrigados a fazer suas necessidades fisiológicas no lado de fora das residências. É neste momento que homens maldosos ficam à espreita por uma oportunidade de encontrar uma pessoa do sexo feminino completamente desprevenida e isolada no meio da noite ou na madrugada.

   O "NDTV" já destacou que homens indianos estão sendo acusados de exportar gangues de estupro para fora do país. O caso citado pela agência faz referência ao caso de uma jovem de 19 abusada em 2011 por homens indianos na Nova Zelândia, cujo julgamentos ainda em andamento não chegou a um veredito por parte da justiça que neste momento, está apenas ouvindo as partes.

   A crise exposta mundialmente não foi suficiente para fazer mais do que envergonhar as pessoas idôneas do país. Já que de resto, nada mudou. Os esforços aparentes das autoridades (para acalmar a multidão irada) parece não ter sido suficiente. A onda de estupros continua e a prática tem crescido e o grau dessa violência juntamente.

Safecity.in é um aplicativo criado para registrar os locais a serem evitados pelas mulheres indianas, após usuários
marcarem os tipos de ocorrências de abusos.

   Falta policiamento ostensivo

   O "safecity.in/" é um aplicativo privado muito útil e tem sido referência, para nos mostrar que à cada novo dado adicionado ao mapa, é confirmada a hipótese de que a falta de patrulhamento nas ruas tem colaborado enormemente para a proliferação dos casos de abusos, estupros e sequestros seguidos de morte.  Um dos exemplos que podemos citar é a cidade de kartanatka, na Estrada de Mahatma Gandhi, na altura de Bangalore, há denúncias que homens dirigindo táxis usam todos os artifícios para atrair pedestres do sexo feminino, inclusive usando palavras de baixo nível enquanto piscam as luzes dos veículos. Denúncias anônimas revelam que mulheres são até tocadas em suas partes íntimas quando passam por estes local. que já acumula 26 reclamações de pessoas que sofrem desde convites para aventuras eróticas até serem apalpadas. Além dos taxistas, outros temidos praticantes de diversos abusos sexuais na região, são os motoqueiros. Mas nos ambientes lotados como rodoviárias, estações ferroviárias e ruas lotadas de centros comerciais, vêm acontecendo que muitas mulheres estão sendo incomodadas quando não tocadas por homens que após os gritos das vítimas desaparecem no meio das multidões de pedestres. Só no "Safecity" a região acumula um total de 64 reclamações. se levarmos em conta que a maioria das pessoas não possuem um smartphone para se utilizar do aplicativo, e outras que nem sabem de sua existência, então poderemos entender que a situação é ainda mais séria.

   Onde é que estão os policiais de plantão?

terça-feira, maio 21, 2013

Nigéria reúne forças para enfrentar Boko Haram que cede a pressão e foge.

Forças conjuntas nacionais e "multinacionais", como descreve o próprio governo nigeriano, submergiram no Estado de Borno à procura dos insurgentes que desde 2009 estão tirando a paz não só da população do Norte do país como da presidência da república. Esta última operação levou à prisão 120 militantes do Boko Haram, disse fonte.


Nigerian Mobile Police with Vehicle (Wikimédia)
Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported license.
Por Saulo Valley - O Observador d Mundo - Rio, 21 de Maio de 2013 - 07:15 GMT-3

   Relatórios publicados pelo "Naij" revelaram que as tropas do JTF avançaram sobre as bases, acampamentos e campos de treinamento do grupo Boko Haram, depois que o presidente Goodluke Jonathan decretou "Estado de Emergência". De acordo com a fonte, a declaração que aconteceu no dia 14 de Março veio em consequência de que fontes ligadas à inteligência do governo revelaram que o Boko Haram havia ocupado 3 cidades do Norte do país: Yobe, Borno e Adamawa, para as quais pretendia declarar seu próprio estado.   Como última tentativa de parar o grupo rebelde que mais vinha causando mortandade e prejuízos materiais no país, a presidência decidiu "comprar a briga" e investir no confronto direto com os terroristas. O resultado inicial surpreende a todos porque Boko Haram não ofereceu muita resistência e a maioria dos insurgentes fugiu na direção das republicas de Chade e Níger. "Naij" confirmou que as tropas internacionais vizinhas esperam os fugitivos nas respectivas fronteiras.

   A fonte informou que as tropas do JTF varreram diversos acampamentos do Haram e que durante a perseguição foram encontrados diversas covas rasas recentes, que acredita-se pertencer a ex-combatentes mortos em confronto com as forças de segurança conjuntas.

   Apesar de ser muito cedo, as autoridades comemoram a expulsão dos terroristas do Boko Haram das seguintes regiões: New Marte, Hausari, Krenoa, Wulgo e Chikun Ngulalo.  Mesmo após a expulsão dos bandidos destas regiões, o toque de recolher permanecerá, para garantir a estabilidade e a segurança local. Apesar de relaxado, o novo toque de recolher começará das 18:00 as 06 da manhã, disse o "Naij".A fonte ainda revelou que os 120 terroristas presos foram surpreendidos no momento em que estavam na cidade de Maiduguri durante a organização do enterro de um dos líderes mortos nesta terça em confronto com a TJF.

Fonte: - news.naij - 

segunda-feira, maio 20, 2013

EUA: 85 Mil militares queixam-se de abusos sexuais e problemas mentais - Os Filhos da Guerra

A guerra sempre foi o forte dos Estados Unidos. Mas o que a guerra pôde trazer de benefícios jamais poderá repor ou superar o que pôde trazer de prejuízos. Logo após a retirada de mais de 150.000 soldados de operações no Iraque e no Afeganistão, os EUA começaram a perceber que muitas das pessoas que retornaram não eram mais as mesmas que enviaram. 

Newly arrived Women's Army Auxiliary Corps recruits, at Fort Des Moines, Iowa, 1942. (U.S. Army Signal Corps Collection). Women in the U.S. Army
By The U.S. Army (www.Army.mil) [Public domain], via Wikimedia Commons
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - 20 de Maio de 2013 - 09:45 GMT-3
Atualização: 17:07

   Citando a agência "Associated Press" como fonte dos dados a serem apresentados aqui, no que percebemos que a grande mãe americana descobriu agora que no ano de 2012 precisou tratar de mais de 85 Mil veteranos com distúrbios psiquiátricos e doenças que surgiram em decorrência de abusos sexuais sofridos no âmbito militar.  Só agora é que a América pôde sentir os impactos da guerra do Vietnam na vida dos combatente que sobreviveram a um dos mais cruéis combates da história americana. De acordo com a fonte, os dados levantados pelo DVA (Dep. Contábil de Assuntos dos Veteranos) do governo americano,  revelaram uma assustadora soma de gastos com tratamentos de ex-combatentes que atuaram nas crises do Vietnam, Iraque e Afeganistão.

   Na extensa relação de nomes de veteranos em tratamentos de traumas do pós-guerra, 60% são mulheres que além de tudo foram vítimas de abusos sexuais em ambiente militar. Mas os 40% do outro lado da balança são homens que sofreram os mesmos tipos de MST "Trauma Sexual Militar".

Women's Army Corps, Randolph Field, Texas, 1944.
By Signaleer at en.wikipedia[see page for license]
from Wikimedia Commons
   Artigo de grande sucesso de leitura do público americano aqui no "Saulo Valley Notícias", a matéria: O massacre da escola em Newton, USA e o efeito Boomerang  levanta discussão sobre estes efeitos na vida do país inteiro que precisa conviver com uma grande quantidade de pessoas que adquiriram o hábito de utilizar armas de fogo como sendo algo "cultural". Daí levando-se em conta que uma grande soma de pessoas são enviadas para as operações militares internacionais como meio de manutenção do "Sonho Americano" ou o "Estilo de Vida Americano". Luxúria que desde 2008 vem sendo corroída por problemas que antes estavam sendo mantidos debaixo do tapete do gabinete presidencial, anos-após-anos. Bom: Agora a América precisa pagar pelos benefícios deste período próspero que viveu desde o fim da II Grande Guerra.

   Mas Obama já assumiu que esta é uma realidade que o governo precisa encarar de frente. Na verdade deve tratar ex-combatentes, como quem trata de uma epidemia nacional.  Quem são eles? Onde encontrá-los? Por toda a parte do país. Enquanto o ataque à Maratona de Boston sugere que Estados Unidos tenha maior cuidado com os estrangeiros, apertando o cerco sobre os imigrantes... esta realidade precisa ser levada em conta hoje, para que a América do Norte não se torne uma versão ocidental do Oriente Médio.   O trauma do pós-guerra certamente é um dos maiores responsáveis pelo surgimento frequente de "Serials Killers" ou "Snipers" ensandecidos país a fora, matando tudo e todos que encontram no caminho. Depois de várias décadas elegendo, perseguindo e matando inimigos "número #1 da América", o governo americano agora precisa olhar para uma regra ensinada pelo lendário general de exército chinês, o estrategista Sun Tzu que disse: "Seu verdadeiro inimigo está dentro de casa".

Foto Cortesia: "NDNG" no Flickr
Varal Project-007

   Capitão Penny Ripperger, o coordenadora da "resposta a agressão sexual 119" (SARC), lê um poema escrito em uma camiseta em 28 de julho, em uma exposição do Varal Projeto visual da Administração motivos Hospital dos Veteranos, Fargo, ND
    A exibição do projeto Varal com camisetas criadas por vítimas de trauma sexual militar (MST), e as pessoas que têm uma mensagem (tirar: a voz) sobre o MST, para "quebrar o silêncio" e dar testemunho de violência sexual. O evento dá aos sobreviventes a oportunidade de expressar as suas experiências através da arte da pintura, e para alguns pode ser um primeiro passo no processo de cura de recuperação emocional de violência contra eles. (Foto DoD pelo Mestre Sênior sargento. David H. Lipp a) (conteúdo liberado).

Abuso em ambiente militar em tempo de paz

   O famoso abuso de autoridade tem sido uma prática cujo número de denúncias têm aumentado muito recentemente. Mas este ato tem aberto muitas oportunidades para a prática de abusos sexuais. O mais escandaloso e recente fato relatado nos EUA, é a história de um 1º Sargento que é lotado no Fort Hood, para assuntos de abusos sexuais foi denunciado por abuso sexual, abuso de autoridades, agressão e maus tratos de seus subordinados. O escândalo levou milhares de americanos a considerar este um caso "repugnante", disse o "NPR".  A fonte disse que apesar de ter sido afastado em função das acusações, seus crimes não haviam sido investigados até que o secretário de Defesa Chuck Hagel exigiu a investigação. Este escândalo aconteceu uma semana depois de outro escândalo envolvendo outro militar. O tenente-coronel Jeffrey Krusinski era chefe do centro de atendimento para assuntos ligados a abusos sexuais na Força Aérea. Depois de preso, a autoridade aguarda julgamento que está previsto para o próximo mês, disse "NPR". Além de chefe do "FASPAR" O novo detalhe é que o criminoso aqui exposto, é um herói de guerra que lutou na guerra do Iraque e do Afeganistão no comandando de um esquadrão da Força Aérea.

   O governo americano entende que as poucas vítimas que tiveram coragem para denunciar os crimes cometidos por seus superiores, já foram capazes para provocar grandes viradas. Resta-nos a reflexão de que seria muito mais transformador se houvessem mais denúncias. Infelizmente as pessoas só denunciam quando não há mais medo do que possa perder. Citando o "nation.time" como fonte que citando o secretário de defesa Chuck Hagel que lembrou que hoje já somam pelo menos 26 mil vítimas de abuso sexual dentro do ambiente militar. Segundo a fonte, a autoridade citou o caso de um soldado de cognome "Jéssica" que foi estuprada por seu próprio companheiro de combate, que segundo as autoridades, em apenas 18 meses, o mesmo militar acumulava 7 acusações de estupro de praças do sexo feminino nas fileiras do exército americano no Afeganistão.

   A autoridade apresentou 3 passos para minimizar as ocorrências de abuso nas fileiras militares e dentre elas, o secretário Hagel acredita que se deve "responsabilizar os comandantes" dos setores onde os crimes acontecem.

Esta é boa.

domingo, maio 19, 2013

Nigéria: Boko Haram planejava estabelecer seu próprio Estado nas cidades ocupadas.

   Autoridades nigerianas confirmaram que a razão que levou o Presidente Goodluke Jonathan a decretar  Estado de Emergência foi o fato de que Boko Haram após ocupar as cidades de Borno, Yobe e Adamawa pretendia anunciar seu próprio estado.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 19 de Maio de 2013 - 07:44 GMT-3

   Nos 4 meses que se sucederam, os ataques do Boko Haram às delegacias e centros de detenção, pareciam motivados por represálias políticas ao presidente Jonathan. Mas o serviço de inteligência nigeriano descobriu que o verdadeiro plano do grupo era semear distração também através da matança de cristãos e libertação de todos os presos nos presídios, estabelecidos nos estados ora dominados pelos insurgentes. Sem falar na execução de autoridades.

   Após o decreto do "Estado de Emergência" na última quarta dia 15 de Maio, o governo nigeriano ordenou o envio de grande número de tropas para perseguir o Boko Haram, uma milícia "jihadista" cuja ligação com o Islã foi rejeitada pelas principais autoridades islâmicas do país, confirmado pela polícia da cidade de Ábia como anunciou o site nigeriano "Naij".

   No início das operações das forças do governo o BH decretou toque de recolher de 24 horas na cidade de Maiduguri. Mas o inesperado e gigantesco número de reforços militares chegando levou os insurgentes a migrar para as cidades de Gombi e Bauchi. Muitos confrontos têm sido notados, resultando em diversas mortes. A última operação das Forças Conjuntas levaram as tropas para  interior das florestas do Norte do país entre elas as selvas de Borno, local onde o comando do Haram é estabelecido. A varredura nas florestas levou as Forças Conjuntas a confiscar armas anti-aéreas e anti-tanques e nos últimos confrontos o saldo de insurgentes presos foi de 65 e mortos 10. Citando o "Naij" novamente como fonte,  que disse que o presidente Jonathan ordenou o envio de mais reforços militares para as 3 cidades e redobrada a vigilância nas fronteiras para evitar a fuga de militantes.  A fonte afirmou ainda que numa operação na floresta de Sambisa, o saldo foi de 20 insurgentes mortos. Campos de treinamento também têm sido atacado pelas forças conjuntas, que levaram o Boko Haram a se retirar. A região fica a 300 Km da fronteira com a República dos Camarões, que neste momento se encontra sob forte vigilância.

   Fonte: news.naij

sábado, maio 18, 2013

OMS: H7N9 mata 36 e já há 131 novos casos confirmados em laboratório - Epidemia Global

De acordo com os relatórios atualizados pela Organização Mundial de Saúde, o vírus H7N9 é muito mais contagioso entre aves e humanos que todos os vírus de origem aviária conhecidos. Há relatos que confirmam epidemia de H7N9 se espalhando pela China agora.





Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 18 de Maio de 2013 - 17:55 GMT-3

   Novos testes laboratoriais pela Organização Mundial de Saúde confirmaram 131 novos casos em 8 de Maio deste ano. A OMS disse há pouco que esta nova infecção tem provocado reações "atípicas" como diarreia em alguns pacientes e há casos ainda que pacientes apresentaram falta-de-ar. Por Twitter ainda a fonte disse que tem sido notados casos crônicos de infecção respiratória, disse citando ainda a contaminação de médicos que visitaram regiões marcadas como focos da epidemia.

   De acordo com a OMS "os casos detectados na França, Reino Unido e Alemanha estão diretamente ou indiretamente ligados com o Oriente Médio." Entre os países relatados de infecção do "Coronavirus" estão: "Jordânia, Qatar, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos". O jornalista Ahmed Hussein do site Daily Star" disse por twitter que em Bangladesh há 6 casos confirmados agora.



   Um relatório enviado pela OMS na Arábia Saudita revelou que 1 mulher de 81 anos faleceu após ter sido contaminada com o "Coronavirus". O relatório atualizado declarou um número de 15 casos de contaminação com 7 óbitos confirmados em 12 de Maio de 2013.

   Na França outro relatório confirmou infecção detectada em laboratório em 07 de Maio. O paciente havia sido posto num quarto de isolamento num leito ao lado de outro paciente infectado. O hospital é especializado em doenças infectocontagiosas, disse o relatório francês. O mesmo relatório confirmou 120 casos de contágio e outros 5 casos foram confirmados em exames laboratoriais pelo Instituto Pasteur em Paris, disse a OMS alertou:

"Com base na situação atual e as informações disponíveis, a OMS encoraja todos os Estados-Membros a continuar a sua vigilância para infecções respiratórias agudas graves (SARI) e analisar cuidadosamente todos os padrões incomuns."

   A OMS divulgou o mais atualizado relatório da missão que esteve na China. Os registros do H7N9  revelam que desde 16 de Abril foram registrados 77 novos casos detectados em 6 províncias ou municípios. A maioria dos pacientes tinham idade próxima dos 63 anos (faixa normal vai de 4 até 87 anos) serviram como cobaias e até 22 de Abril 14 faleceram e outros 9 foram liberados, restando ainda 44 pacientes infectados. Sofreram mais pacientes com doenças coronarianas, hipertensão, diabetes e doenças de obstrução respiratórias graves.

   No último relatório com data de 17 de Maio de 2013, a OMS disse que: "Até agora, não há evidência de transmissão sustentada de humano para humano" e que as 4 mortes relatadas na China, já estavam incluídas nos casos anteriormente confirmados por laboratório.


   Um dado técnico importante publicado pelo site "thelancet" é que o vírus do H7N9 é mais comumente detectado em aves mais bonitas, o que pode torná-lo ainda mais perigoso que as outras versões anteriores.

sexta-feira, maio 17, 2013

CINEMA: Ocupação do Complexo do Alemão será filme distribuído por poderosa Hanway

"Rio Siege" é o título provisório para o filme nacional em fase de pós-produção. Estrelado por grandes nomes globais e produzido por Rodrigo Teixeira, projeto foi anunciado pela poderosa distribuidora européia Hanway nesta quinta.

Igreja da Penha é um ponto turístico importante para o Rio de Janeiro, e é localizado no coração da Penha. Sua contra-encosta abriga comunidades do complexo do Alemão como Merindiba e Vila Cruzeiro, hoje pacificadas.
Foto: Saulo Valley
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 17 de Maio de 2013 - 15:01 GMT-3

   A invasão do Complexo do Alemão foi um marco na história da segurança carioca e nacional. Mesmo apresentando aparentes falhas, aquela operação mostrou para o mundo que quando o brasileiro quer fazer, ele faz de fato!

Helicóptero do BOPE patrulha o complexo da Penha/Alemão
 após a ocupação. - Foto: Saulo Valley
 A invasão tinha como parte da estratégia permitir a fuga dos traficantes, evitando assim o confronto entre as forças da Lei e do narcotráfico. Este "pequeno" detalhe provocou muitos debates e até hoje tem deixado muitas pessoas incomodadas com a repetição da estratégia nas ocupações mais recentes. Debates à parte, o evento se tornou um marco e acabou ganhando um filme.

   O longa, que já fará parte da abertura do Festival de Cannes 2013, contará o drama de 5 policiais disfarçados que são flagrados no momento da ocupação militar do complexo de favelas do Alemão.

   Citando o site "screendaily" como uma das fontes que disse que o filme que tem José Eduardo Belmonte como diretor de elenco é puxado por Antônio Fagundes (Carga Pesada), Caio Blat (Alemão e Xingu), Gabriel Braga Nunes (Alemão), Otávio Muller (Trair e Coçar, é Só Começar) e Cauã Belmonte ().

Citando o "screendaily" que citou o diretor Fabien Westerhoff da Hanway Filmes que comentou:

"Esta é a história de alguns heróis desconhecidos que participaram de um dos maiores episódios da luta contra o tráfico de drogas e a violência na história recente do Brasil." revelou ao Screendaily.

Bangladesh: Pode ter chegado a 16 o número de vítimas do ciclone Mahasen

O país entrou em desespero depois que o temido ciclone "Mahasen" despontou em alto-mar seguindo em direção à região da Costa de Bengala. Um alerta foi emitido e mais de 1 milhão de pessoas foi removido de áreas de risco.


Suomi NPP Satellite Views of Tropical Cyclone Mahasen in the Northern Indian Ocean
Imagem cortesia da NASA Goddard Photo and Video (Creative Commons)
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 17 de Maio de 2013 - 08:41 GMT-3
Atualização: 10:15

Pelo menos 14 pessoas morreram quando o ciclone tropical "Mahasen" passou pela Costa de Bengala, em Bangladesh. Fontes locais disseram que para alívio da população e das autoridades da área de emergência, o "Mahasen" perdeu força ao chegar na costa com ventos que podem ter chegado a 100 Km/h. Em seguida o ciclone de desviou de sua rota seguindo o sentido do Norte da Índia, deixando um grande rastro de destruição e um saldo ainda incerto de mortos que varia entre 14 e 15.

   Citando o "ittefaq" que disse que 7 das vítimas eram da região de Barguna. Entre elas 2 crianças de 6 anos e 1 de 5. Outras 4 pessoas morreram em Bhola, 1 em Pirojapure e 1 em patuyakhalite John.
   A fonte disse ainda que uma gestante morreu enquanto tentava escapar da tempestade em Hurohuri.    
   Em Talatalira Sul jharakhali 50 cabeças de gado foram enterradas nesta sexta, disse o "ittefaq". A fonte disse ainda que em Abu Kashen 2 pescadores estão desaparecidos ainda. Em análise dos relatórios do site, a maioria das vítimas foram provocadas por quedas de árvores e galhos.

   25 corpos de pescadores foram resgatados de uma praia perto da fronteira com Myanmar por autoridades de Bangladesh. Citando o site local "clickittefaq" que disse que consistia num grupo de pescadores muçulmanos que tentou fugir do ciclone. A fonte disse que os trabalhadores não conseguiram deixar a zona de perigo em tempo e morreram no mar, o site citou as autoridades como dizendo.


   As autoridades ainda disseram que após o desvio e enfraquecimento do ciclone, os milhares de fugitivos que correram para os abrigos anti-tempestades começaram a retornar para suas casas nesta sexta (mais de 200 mil disse o site "Naij"), sendo que muitos encontraram um triste cenário de destruição provocado pelo "Mahasen". As autoridades locais também confirmaram que o número de residências destruídas chegou à casa dos milhares. Citando a AFP que disse que o número de casas destruída ultrapassou a marca de 15.000. Mahasen mudou seu status para tempestade e não oferece mais perigo de destruição como é habitual, disse AFP.


   Fontes locais contam que além do levantamento dos prejuízos, o país começa um período de orações e preces pelas vítimas e seus familiares. O "Saulo Valley Notícias" lamenta a perda de tantas pessoas cheias de sonhos e planos futuros, desejando que suas famílias encontrem conforto nesta hora tão impossível de se descrever.

quinta-feira, maio 16, 2013

Tempo de lamento sobre a Síria - Saulo Valley

Após 26 meses de violência, o povo sírio continua no mesmo impasse, nas mesmas incerteza, ainda submerso no mesmo mar de sangue. O que pode ser feito para mudar a situação do povo da Síria?


MANIFESTAÇÃO SILENCIOSA - Proibidos de se manifestar publicamente populares em desobediência ao regime saíam nas madrugadas para pedir o fim do genocídio ao qual estavam sendo submetidos diariamente. Uma dor jamais testemunhada pela humanidade globalizada. Infelizmente ninguém acreditava no grito silencioso deste povo.
 Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 16 de Maio de 2013 - 19:40 GMT-3

   Nós do Saulo Valley Notícias e nossos parceiros internacionais começamos a cobrir fielmente a crise síria em Abril de 2011. A revolução que havia iniciado oficialmente no dia 15 de Março, na verdade era reflexo de problemas aprofundados na vida dos sírios no decorrer das décadas anteriores. Um governo que regia seu povo com punho de ferro, lei de emergência nacional com 48 anos de idade, e muita, muita brutalidade. Um povo escravizado. Dominado para gerar receita para uns poucos membros do clã Assad, cujos plenos poderes estavam acima dos direitos de todo cidadão nascido dentro de suas fronteiras.

   De crianças detidas e torturadas pelo Serviço Secreto a jovens adolescentes estupradas diante de todos os familiares, que além de expectadores forçados, estavam na fila da humilhação, vergonha, tortura e mutilação nas mãos dos temidos monstros de nome "Shabihas".

Esta foto registrou a primeira vez que tropas rebeldes prenderam um grupamento de shabihas
   As primeiras manifestações silenciosas aconteceram no dia 15 de Março de 2011, quando um grupo de mães e ativistas políticos usaram seus cartazes para pedir (silenciosamente) a libertação das crianças e dos presos por consciência. Este gesto de amor levantou uma tão grande nuvem de ódio, que Bashar Al-Assad, enviou tropas armadas para castigar os humildes manifestantes com a força dos cassetetes. Arrastadas pelos cabelos ainda aos golpes dos coturnos, mulheres idôneas de todas as idades foram levadas à prisão, para testemunhar na própria pele, o que representavam aquelas manifestações aos olhos da ditadura.

   Eram cerca de 40 novos presos que acabaram atraindo mais 300 familiares e amigos para as praças, que em silêncio, apenas cantando louvores e orando, pediam a soltura de tantas pessoas inocentes, que com o passar de décadas, já chegavam à casa dos milhares. Milhares de presos políticos, oposicionistas, pensadores, escritores, jornalistas, advogados e pessoas leigas que ousaram reclamar algum prejuízo causado pela própria força dos abusos dos homens do governo sírio.

   Bashar Al-assad não era um homem comum. Sua fala mansa e seu semblante aparentemente tranquilo e ingênuo escondia as marca de uma formação rígida recebida de seu pai Hafez Assad. Apesar de ser o mais moço dos irmãos foi escolhido para ocupar o cargo que seu pai lhe deixara após sua morte em 2000. No primeiro momento a impressão que se tinha era que Assad não seria capaz de exercer um regime tão rígido quanto seu pai, que em 1982 ordenou o massacre de mais de 10.000 pessoas que foram consideradas rebeldes ao regime. Mas Assad não parecia ser tão malvado assim. Sua expressão pacata levou o mundo inteiro a endossar seus pronunciamentos amistosos.

Enquanto os cemitérios eram atacados por forças sírias, as praças se transformavam em cemitérios públicos. Para desmentir as denúncias, a agência de notícias do governo sírio criou esta matéria, alegando que "Os parques e Jardins de Damasco se converteram em lugares de reflexão e alegria..."
   Enquanto afirmava que a paz reinava no país, suas tropas e seus tanques invadiam as ruas de Daara e Homs com carta branca para exterminar os traidores do regime. Incluídas na lista da morte, os nomes de todas as pessoas ligadas direta ou indiretamente aos que pediam mais justiça, democracia e menos corrupção.

Tropas militares se multiplicavam nos bairros residenciais enquanto que o regime sírio
alegava que o exército estava nos quartéis.
   Assim, dias de busca por justiças e liberdades se converteram em dias de dor indescritível e permanente. Milhares de milhares esmagados dentro de suas casas demolidas por bombardeios, milhares de milhares carbonizados por armas incendiárias, milhares de milhares mutilados por facas e machetes, estuprados, metralhados, torturados, detidos indefinidamente, expulsos de suas casas, desempregados, famintos, isolados, caçados por ferozes assassinos mercenários.

Com a evolução da crise, os populares pediam a implantação de
uma "zona tampão" que nunca aconteceu.
   No lado político o país se viu numa ciranda, onde a mortandade se tornou uma moeda de troca. Injustiçados no terreno, a vista do satélite tornou o país num gigante tabuleiro de um jogo de estratégia em tempo real, com acirrada disputa entre Rússia e Estados Unidos. A quem será atribuída maior influência na região? ...E à quem será atribuída a responsabilidade pelas dezenas de milhares de mortes?
   Na prática, esta injustiça ainda promete se prolongar. À cada novo dia os problemas se aprofundam. As lideranças locais são tomadas de assalto por forças duvidosas e os interesses exploratórios da crise vão mudando, levando o povo a um futuro de dor ainda mais extrema e obscuras incertezas. Dúvidas sobre o fim da mortandade e da miséria imposta para pessoas comuns que um dia sonharam com uma Síria melhor, mais moderna e mais humana...

   Neste tempo de trevas obscuras, o fogo das armas parece querer provar o sentimento de solidariedade que moveu aqueles 300 manifestantes a pedir a libertação daquelas mães desesperados por seus filhos. O tempo de desobediência que expôs o regime mais fechado do mundo moderno, criando oportunidades para ferozes vizinhos que planejam colonizar suas terras. Colonialismo territorial ou cultural? Não mudará muito. O que mudou para sempre é que o povo sírio jamais será o mesmo e esta cicatriz ficará marcada em seus rostos para todo sempre; Porque sem liberdade, não há felicidade.

Atualizações - 21:23

   Informações enviadas pelo Observatório Sírio para os Direitos Humanos nesta sexta refletem esta realidade: 145 pessoas foram massacradas no Banias, num crime que descreveu como "Massacre Sectário". Ainda outras 30 pessoas foram mortas pelo regime sírio no bairro de Douma, na cidade de Damasco.

quarta-feira, maio 15, 2013

Nigéria: 2 Dezenas de adolescentes grávidas libertadas de fábricas de bebês.

Quase 30 mulheres grávidas entre 14 e 25 anos foram libertadas de cativeiros pertencentes a quadrilhas de tráfico de bebês no estado nigeriano de Imo. 

Por Saulo Valley - O Observado do Mundo - Rio, 15 de Maio de 2013 - 17:09 GMT-3

   Depois da violência sectária ter levado o governo nigeriano a declarar "Estado de Emergência" em três cidades do Norte do país, ainda na esteira deste tristes relatórios um assunto pouco difundido é a existência de grande quantidade de "fábricas de bebês" no país.
    Nesta terça a polícia do Estado de Enugu afirmou ter apreendido 6 adolescentes grávidas em uma casa que funcionava como "fábricas de bebês". Citando o "Naij" como fonte que revelou que as autoridades disseram que os bebês já estavam sendo esperados para a venda e que, em consequência das investigações outras 3 meninas foram presas no momento que desenvolviam as negociações com a mesma quadrilha. Esta não é uma raridade.



Casos semelhantes estão sendo publicado com muita frequência no país, onde o tráfico de partes de corpos humanos, e pessoas vivas ou mortas tem sido um realidade. Muitas das pessoas desaparecidas permanecem na Nigéria.   Há 5 dias outras 17 adolescentes gestantes foram recuperadas das mãos de traficantes depois de terem sido obrigadas a engravidar, disse o "Naij" citando a polícia estadual de Imo. As jovens variavam entre 14 e 25, que no total revelado foi de 26 mulheres resgatadas. A fonte disse ainda que nesta quadrilha apenas um jovem de 23 anos era obrigado a engravidar a todas as mulheres sequestradas entre 14 e 17.

Fonte: "news.naij"  

Nigéria: 3 cidades e vilas controlados por jihadistas - Estado de Emergência declarado

O presidente nigeriano decretou oficialmente "Estado de Emergência" nesta quarta por meio de uma declaração emitida pela TV. A declaração vem como ultima alternativa depois que grupos jihadistas islâmicos foram confirmados como tendo assumido o controle de 3 cidades inteiras e alguns vilarejos no Norte do país.

Por Saulo valley - O Observador do Mundo - Rio, 15 de Maio de 2013 - 07:53 GMT-3
Atualização: 09:27

   Nigéria - De acordo com a agência nigeriana "Naij", o grupo extremista Boko Haram matou nesta terça, o secretário da Associação Cristã na cidade de Borno, uma das 3 cidades do Norte da Nigéria que agora estão com "Estado de Emergência" decretado. De acordo com a fonte, o assassinato aconteceu 30 minutos após a declaração de Estado de Emergência das cidades de Borno, Adamawa Unidos e Yobe. A crise tem sido um meio de pressionar o presidente Jonathan a desistir de concorrer à reeleição em 2015 e para que um estado islâmico seja estabelecido no Norte da Nigéria, a exemplo do Sudão.


   Como forma de convencer o governo a suspender o processo democrático, grupos islâmicos e milícias iniciaram uma jornada de atentados, massacres e execução de autoridades. A maioria dos ataques são atribuídos ao guro Boko Haram, mas sabe-se que grupos desconhecidos que agem nos estados do Norte do país, estão se aproveitando da popularidade de mídia do "BH" para cometer crimes e não assumir a responsabilidade, que automaticamente é atribuída ao "BH". 

   A crise que vem assolando o país num aprofundado derramamento de sangue já tem atingido limites inimagináveis de mortandade e instabilidade. Enquanto declarava "guerra ao terror nigeriano", Jonathan declarou: 

"Não importa o que aconteça, vamos ganhar esta guerra contra o terrorismo", "gistyinka" citou Jonathan como dizendo


Opiniões

Na internet, alguns usuários das redes sociais consideram que o decreto foi pronunciado "tarde demais", mas acham a iniciativa válida, para tentar recuperar o controle do Norte do país.

O site "jihadwatch" destacou que a iniciativa já foi tomada antes mas não funcionou, como ferramenta para cessar o derramamento de sangue no país mais populoso da África.

Habeas Corpus

O curioso é que apesar do decreto de "Estado de Emergência", não foi suspensa a discussão sobre a anistia ao grupo radical Boko Haram. Este tema já vem sendo debatido há 2 longos meses, sem que se tenha chegado a qualquer solução aparente. Mesmo diante da grande variedade de crimes violentos seguidos de mortes, o governo ainda pensa de conceder o perdão total a todos os extremistas que deporem as armas, além de perdoar todos os crimes cometidos pela suposta "seita armada", que já executou mais de 3000 pessoas desde 2009. Só em 2013 mais de 350 mortes foram atribuídas ao "BH".

Mais violência

Na região Central da Nigéria, na semana passada pelo menos 100 policiais foram assassinados numa emboscada pela milícia ocultista Ombatse. De acordo com agências nigerianas o comboio inteiro foi atacado quando se dirigia para Nasarawa, onde havia suspeita de cultos de bruxaria.

Fontes:

"jihadwatch" - "abusidiqu" - "news.naij"

Artigo em Destaque

Pra quem reclamar quando autoridades estão ligadas aos criminosos?

Quando você se vê atingido por uma autoridade usurpadora do teu próprio direito, a quem reclamar, quando você sabe que a autoridade máxima ...

Leia também: