Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 3, 2013

Translate this Page

Penha: Tiroteios e assaltos persistem desde a saída do Exército.

Ocupada pelo exército por mais de 1 ano, o complexo da penha, em especial as comunidades de Merindiba, Vila Cruzeiro e Chatuba, tiveram a vigilância diária das forças federais, o que trouxe uma grande expectativa para a população sobre as promessas de melhorias da vida na região...



Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 08 de Fevereiro de 2013 - 07:49 GMT-3
A doce ilusão de que a Penha voltaria a ser um bairro mais valorizado e seguro, já acabou. É triste e real o fato de que desde que a Polícia Militar assumiu o controle das comunidades antes ocupadas pelo Exército Brasileiro, no processo inicial de "pacificação", que na verdade só durou até o dia da troca de comando.

Exatamente dois dias depois já era possível assistir e ouvir tiroteios nas ruas José Rucas e Nossa Senhora da Penha, por incrível que pareça, os tiroteios aconteceram por vários dias seguidos entre o meio-dia e as 15:00. Pedestres assustados não sabiam se arriscavam para voltar pra casa ou se aguardavam a perseguiç…

A luta dos governos para silenciar as minorias e os Direitos Humanos

Na última década, os governos (incentivados pelo Direitos Humanos da ONU) criaram inúmeros meios para que as populações pobres tivessem poder de compra, além de acesso à tecnologia, internet e à informação. Mas esta realidade parece estar em pleno processo de reversão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 04 de Fevereiro de 2013 - 19:08 GMT-3
08 de Fevereiro de 2013 - 09:08
Na última década o "Google Search" e o "Wikipédia" foram responsáveis por tornar toda e qualquer informação acessível a bilhões de pessoas em todo o planeta. Esta facilidade de adquirir conhecimento foi tão bem vista pela ONU que decidiu criar incentivos para que os estados-membros investissem em acesso à internet e à informação como um todo.

O "Facebook"  surgiu no cenário como uma poderosas ferramenta social, que veio pra unir pessoas fisicamente distanciadas, mas conectadas por seus históricos de relacionamentos escolares e profissionais. Este recurso aproximou pessoas de todo o mundo e…

Indonésia condena 21 nigerianos à morte por delitos.

Governo da indonésia condenou pelo menos 31 nigerianos à reclusão por crimes diversos, entre os delitos, o tráfico de drogas. 21 dos condenados já enfrentam pena de morte.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 04 de Fevereiro de 2013 - 09:48 GMT-3
Direitos humanos passaram bem longe das prisões indonesianos e a constituição se aproveita para condenar estrangeiros à morte, causando literal "horror" ao povo africano. Algo que deve se pensar muito e por meio da diplomacia, achar uma forma de resolver a questão. Já que se trata de um abuso grave contra os direitos humanos internacionais. 
Título original:  Horror in Indonesia: 21 Nigerians on Death Row
Shocking revelations from Jarkata, the capital of Indonesia revealed that over 21 Nigerians are facing death sentences while 31 are serving various jail terms in different prisons in that country for various offences including drug peddling.
http://news.naij.com/22319.html

Presidente queniano reajusta para 216 mil euros o próprio salário.

Olha que absurdo: Hoje é dia de eleições nacionais no Quênia. O atual presidente se preparando para a sua saída, assinou um decreto aumentando seu salário, bônus de mais de 110 mil euros e outras várias mordomias e benefícios que, no meio político só a ele e ao se antecessor. Mais nenhum político no país. Um escândalo mundial! Muito cara de pau! O seu salário foi aumentado para 216 Mil Euros com este decreto-presidencial!!!!!!!!!

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 04 de Janeiro de 2013 - 09:30 GMT-3
Kenyan President Signs Himself Hefty Retirement Package

Kenya's President Mwai Kibaki has approved a bill that awards him a 216,500 euros send off package as well as other retirement benefits, but rejected similar benefits for the country's legislators. The presidential retirement benefits bill, grants President Kibaki and his predecessor Daniel Arap Moi, a monthly pension, house allowance and a monthly entertainment allowance.

http://news.naij.com/22417.html