terça-feira, outubro 29, 2013

Síria: Epidemia de Poliomielite preocupa Organização Mundial da Saúde

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 29 - 10 - 2013 atualização 19:30 GMT-3

A Organização Mundial da Saúde se mostra preocupada com a crescente confirmação de novos casos de poliomielite na Síria. de acordo com a OMS, pelo menos 14 casos foram confirmados nesta terça. De acordo com a fonte, a província de Deir Al-azour  tem sido a mais atingida pela doença que tem afetado muitas crianças.

O ministério do Saúde da Síria já anunciou uma campanha de vacinação, mas a crise tende a ganhar maior complexidade pelo fato de que desde o início da revolta contra o regime de Bashat Al-assad, tem sido denunciado muitos casos em que falsas campanhas de vacinação foram utilizadas para injetar falsos remédios nos populares que se simpatizam com a oposição armada contra Assad.

Esta realidade já bem sendo denunciada desde meados de 2011, quando o serviço secreto sírio e o exército iniciaram a ocupação dos hospitais. Entre a cruz e a espada, mais de 4 milhões de sírios buscam escapar das autoridades, preferindo conviver com a doença a se arriscar a morrer agonizando após uma injeção letal.

Ainda não se sabe se estas denúncias advindas das coordenações de locais da Síria, são uma realidade cruel, ou se são imaginárias. A verdade é que milhares de pessoas vivem em acampamentos improvisados no meio de matas, florestas e montanhas em locais de pouco acesso, geralmente nos países vizinhos da Síria, tendo o Líbano, a Turquia, e a Jordânia como principais refúgios.  Estes acampamentos têm sido mantidos fora do alcance das Nações Unidas, principalmente da ACNUR e UNHCR.

Dentro da Síria, os acampamentos são mantidos fora do conhecimento do regime, mas a maioria das comunidades improvisadas têm sido uma verdadeira lástima,  em se tratando de saúde e nutrição.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: