quarta-feira, outubro 16, 2013

A explosão gay no mundo hétero - Saulo Valley O Observador do Mundo

Nos últimos anos, com a revolução social da mulher, os homossexuais encontraram maior apoio na classe feminina e engajaram na defesa deste sexo, que para eles é e sempre será objeto de desejo e inspiração. Mas a explosão gay não e um acontecimento agregado às passeatas gbls, e manifestações de hossexualidade já são percebidas em todos os meios onde a heterossexualidade supostamente deveria ser absoluta.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 16 de Outubro de 2013 - 13:22 GMT-3

   O meio macho está dominado! Homens no poder, no controle das grandes coletividades e organizações machistas, como a igreja e a política, têm seguido os caminhos já percorrido pela mídia global em campanhas claras de valorização do homossexualismo. Dentro ou fora de seus armários, milhares de influentes líderes, formadores de opinião, sendo a maioria deles, com grande exposição de mídia... rendidos aos prazeres da vida homoafetiva. Uma mudança comportamental generalizada e assustadora.
   As grandes revoltas populares ainda correntes em todo o mundo têm servido de cortina para a chamada "revolução do amor", onde temos percebido que homens afeminados, encontram-se infiltrados na liderança de grande parte das revoltas populares, mesmo sendo elas em países árabes. Se no mundo árabe eles querem garantir suas liberdades, no ocidente eles querem manter ou expandir este direito...

   "A Revolução do Amor" tem se mostrado um fenômeno sem precedentes na história da sexualidade humana. Especialistas em tempo informação acreditam que a fúria desta revolução pode ter sido a responsável pela saída de Don Benedicto do papado há alguns meses. Dias antes de sua demissão ter sido oficializada, o "Saulo Valley Notícias" havia publicado uma matéria sobre a aprovação de bispos gays na Igreja Católica de Londres. Uma polêmica que tem provocado verdadeiras reviravoltas no cenário católico. Os escândalos sexuais envolvendo líderes católicos americanos foram apontados como outros responsáveis pela saída do Don Benedicto. Há boatos no meio noticioso que dizem que com a demissão do ex-pontífice, muitos escândalos sexuais haviam sido expostos, pois eram ocultados pela autoridade religiosa, dizem as fontes.

   A crise da sexualidade na religião está longe de ver um fim. No Brasil os problemas desta mistura de santidade humana com a liberdade de opção sexual entre duas pessoas do mesmo sexo ainda permanece muito disfarçada apesar de que sua existência já se faz uma realidade constatada.

   Enquanto que inúmeros líderes religiosos se omitem de manifestar suas preferências homoafetivas, uma grande massa de jovens líderes esta se levantando e assumindo o comando voluntário da nova geração de pregadores e até mesmo profetas.

    No meio musical o fenômeno começou por volta dos anos 80, quando muitos cantores norte-americanos como Elton John e Luther Vandross acabaram liderando uma gigantesca onda de manifestações públicas de homossexualidade.  O ator Silvester Stallone, que ganhou toda a sua fortuna fazendo a representação do personagem que ficou famoso pelo nome "John Rambo", foi uma das grandes celebridades internacionais que assumiram  publicamente sua homosexualidade.

   No Brasil a maioria das celebridades não teve coragem de se revelar, deixando a notícia por conta das revistas e programas televisivos dedicados à fofoca.

   No Egito, a força do movimento pela secularização do país, está apoiada na revolta dos homossexuais que militam pelo direito de sair do armário sem que isto signifique um crime contra a constituição, que aliás eles esperam que seja reformada num todo, ao ponto de garantir as liberdades já praticadas na Europa, citando acima de tudo a Grã-bretanha como exemplo. Londres tem se mostrado ao longo da história, uma das maiores referências para as revoluções sociais e dos direitos humanos.

   No mundo inteiro a revolta sexual sido notada no seio das grandes organizações militares, com homens se casando publicamente e lésbicas se alistando como nunca. Até na guerra civil da Síria, têm sido espantosa a adesão de mulheres pouco femininas nas fileiros das tropas de ambos os lados. Literalmente infiltrados, os homossexuais estão alcançado importantes posições no meio da sociedade, prometendo ainda dentro de pouco tempo, ser oficialmente anunciado o (a) primeiro(a) presidente assumidamente gay da história.

   Voltando para o Brasil vemos as manifestações que já não exibem bandeiras nem cores. Este movimento "black" tem sido percebido em grande conexão com o PSOL. Há quem acredite que o Blackbloc nacional trabalhe para este partido, que tem a homossexualidade como bandeira. Mas esta não é uma afirmação nossa. O que vale mesmo é que todos nós tenhamos a noção de que a comunidade gay tem exercido grande influência em toda sociedade globalizada.

Cont

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: