sábado, setembro 28, 2013

Síria: Onu anuncia resolução contra armas químicas e mortandade continua

Em reunião especial na noite deste sábado, o Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou a resolução que determina destruição das armas químicas estocadas há décadas pelo regime sirio. Enquanto o mundo diplomático comemora esta resolução "histórica", a cidade de Daara está mergulhada em trevas mediante ao impiedoso bombardeio do regime que se utiliza de armas pesadas contra residencias.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 28 de Setembro de 2013 - 08:19 GMT-3

   A reunião especial do Conselho de Segurança das Nações Unidas foi capaz de produzir o primeiro resultado efetivamente positivo, depois de dois anos e meio de pesado combate armado entre forças governistas e oposição, que busca a queda do regime atual. Mas enquanto as potências ocidentais comemoram a primeira vitoria contra o regime do cruel e astuto ditador  Bashar Alassad, a oposição denuncia que a resolução histórica da ONU não inclui a lista completa de armas químicas em poder de Assad. Quem pode acreditar na seriedade da proposta de apresentação das armas químicas oferecidas pelo próprio regime alassad?? Até porque seu aliado, a Rússia é que enviara suas tropas para "destruir as armas químicas".

Na verdade Alassad tomou esta decisão para evitar uma invasão norte.americana.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: