Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

O protesto e as fases que configuram uma revolta popular ou armada - O Observador do Mundo

O Brasil enfrenta uma gigantesca onda de protesto. Um acontecimento inédito no país, mas não ao redor do mundo. Todos os dias o Saulo Valley Notícias cobre manifestações populares que evoluem para revolta, progridem para o estágio da anarquia e chegam ao nível que podemos chamar de divisor de águas. SAIBA COMO:

Por Saulo Valley Notícias - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 14 de Setembro de 2013 - 06:05 GMT-3

   As manifestações populares são realmente umas poucas armas de reação reconhecidas pelas autoridades tanto nacionais quanto internacionais. Este poderoso meio de comunicação é uma das poucas formas de fazer com que os governos ouçam a voz das minorias, as vozes de muitas pessoas que se sentem coletivamente oprimidas, exploradas ou simplesmente ignoradas. O direito ao protesto e à manifestação é garantido por lei constitucional em quase todo o planeta, salvo as ditaduras estabelecidas, como a Síria, Iran, China entre outros.

Por trás das Manifestações

   As manifestações populares desencadeadas pela chamada "Primavera Árabe", são particularmente diferentes de todos os protestos já registrados na história, no caso dos países ocidentais. As influências exercidas pelo mundo árabe têm sido notadas desde as roupas utilizadas, que no primeiro momento são classificadas como "fantasias" mas à medida que os movimentos vão ganhando força e alcançado os objetivos pré-estabelecidos e esperados pelos organizadores, acabam se revelando mais como uniformes, ou como uma forma de caracterização ou simbolismo do grupo por trás do movimento.

   Quando o povo sai à ruas, ele deixa pra trás, o ambiente familiar, a rotina de trabalho e as ocupações comuns praticadas normalmente naqueles horários em que agora protestam. Mas pequenos grupos domésticos e de estudantes não paralisam ou não movimentam uma câmara ou um senado, por exemplo.
   É por isto que toda manifestação precisa ser "engrossada". São convidados diversos grupos que por razões diferentes possuem algo a reclamar dos governos ou para eles. A verdade é que quando diversos grupos com demandas diferentes se unem suas metas são colocadas e segundo plano para dar mais força para a principal meta do movimento ora organizado. Mas alguns grupo que chegam para compor a grande massa, podem marcar muito mais por suas particularidades do por suas adesões volumosas.
  Assim grupos tão polêmicos quando influentes, podem acabar assumindo o controle e as atenções das autoridades e ainda roubando o direito de determinar a exigência a ser feita para determinado setor do governo.

   Citando a Turquia como exemplo:

   A revolta popular nasceu da luta de um grupo de ambientalistas que lutava para impedir a construção de um shopping exatamente onde se localiza o último parque arborizado da cidade de Ankara. Mas em determinado momento a luta dos ativistas ambientais foi encoberta pela luta dos que buscam as liberdades homo afetivas e também dos que promovem a anarquia. Com cerca de dois meses de crescente ou melhor, enfervescentes protestos, o líder do grupo terrorista curdo PKK, enviou uma mensagem para as lideranças do movimento jovem parabenizando pelo sucesso dos protestos e ao mesmo tempo avisando que a manifestação evoluirá até o ponto que outro grupo mais organizado e poderoso assumirá o comando.

Anarquia sem jovens

Se os jovens são a principal força motora dos movimentos pró-governos e de oposição, os movimentos anarquistas então não seriam nada sem eles. Até porque os velhos jamais se exporiam fisicamente a enfrentar as forças policiais, suas armas imobilizadoras e seus cacetetes. Balas de borracha e poderosos jatos dágua seriam potencialmente letais para muitos. Por esta razão a juventude é explorada. Desinformada ou não ela parte pra cima das forças governamentais dispostas a causas estragos que os façam sentir na pele, a dor (motivacional) que os levou a sair para as ruas.

Mas se por de trás de toda massa jovem há mentores, quem está por trás destes mentores?

Citando a Síria como exemplo:

   Onde se encontram os principais núcleos formadores de oposição? Este detalhe importante na história dos protestos também pôde ser observado na Síria. Em 2011 o governo sírio descobriu, após 4 meses de crescente revolta pacífica, que as mesquitas e as universidades eram a "fábricas" de manifestantes. Era neste lugares que suas mentes e espíritos eram alimentados com mensagens e ensinamentos oposicionistas ao regime. Foi então que o presidente Bashar Al-Assad deu ordens para que suas tropas invadissem as universidades e mesquitas, prendendo os líderes e dispersando as massas reunidas. Para evitar que elas continuassem se unindo, reunindo e se organizando. A segunda estratégia utilizada pelo serviço secreto sírio foi de literalmente comprar líderes religiosos, para formatar as mentes de seus fiéis contra a oposição, além de oferecer (como governo) vantagens e melhorias para as organizações religiosas e seus líderes aliados.  Nas universidades, professores foram substituídos por funcionários da inteligência ou educadores pró-assad. Em mais de dois anos de perseguição à oposição, a mortandade de estudantes e religiosos já ultrapassou à casa dos milhares de milhares.

No Brasil, as religiões não são muito acostumadas a enfrentar os governos mas nas universidades é que se formam os mais determinados opositores, anarquistas e revolucionários. O PT, que atualmente é o próprio partido do governo, aliado ao PDT realizaram e realizam muitas campanhas dentro das universidades. E é por reconhecer as escolas como principais currais para a escravização ou esclarecimento das massas jovens (que são potencialmente reacionárias), que todos os movimentos reconhecem a juventude como o principal sustentáculo de um movimento popular.

   No Irã, em 2009 uma grande manifestação foi organizada por um grupo de ambientalistas para protestar contra a degradação ambiental de uma importante lagoa chamada "Urmia Lake". Em dado momento o serviço secreto iraniano descobriu que entre os manifestantes havia grupos representados que lutavam pela derrubada do regime dos Aiatolás, visando a usurpação armada do trono. Neste fatídico período pelo menos 400 manifestantes de todas as classes representadas e aglomeradas na "Revolução Verde" foram executados sem direito a qualquer julgamento ou questionamento legal. Este massacre chocou o mundo e provocou repulsa até hoje, contra Mahmoud Ahmadinejad, o presidente recém-eleito "irregularmente" naquela época.

  Usando o Wikipédia como fonte que lembra que grupos militares e paramilitares à serviço do governo de Ahmadinejad estuprou, torturou em prisões subterrâneas, enforcou, e executou à tiros centenas de manifestantes que acusavam o governo de corrupção nas eleições que deram 60% dos votos para o candidato então eleito. Recentemente Barack Obama fez menção deste evento ao enviar uma mensagem ao Irã, falando em condenação de seus testes nucleares.

Cultura "Black Bloc"

   A anarquia ganhou força no Brasil com a presença marcada da organização internacional "Black Block" (Black Bloc no Brasil), cujos objetivos têm como pano de fundo o comunismo. As manifestações em todo mundo costumam ser de "cara-limpa" no primeiro estágio. Aumentando a repressão e a perseguição dos serviços de inteligência pelos seus líderes e organizadores, os jovens tendem a encobrir seus rostos. Aumentando ainda mais a repressão, estes jovens vão sendo naturalmente substituídos por adultos mais fortes, mais resistentes e até mesmo soldados à paisana. Usar máscaras, vestir-se de preto e provocar o caos, é uma forma de pressionar o governo e até estremecer as bases do mesmo, mas abre uma porta perigosa para o surgimento de uma "nova ordem". É quando o povo começa a ficar de fora dos protestos e grupos específicos começam a controlar a força política da revolta.

   Se o povo perde sua identidade, por trás de homens mascarados  e camuflados ou descaracterizados podem haver grupos conhecidos, partidos políticos no poder ou de oposição, além de grupos religiosos influentes, como os católicos, satanistas, maçons etc.

continua...

Postagens mais visitadas deste blog

A implantação e queda do comunismo socialista e o "Decálogo de Lenin"

O "Decálogo de Lenin" é um resumo do pensamento da implantação do comunismo de modo mais "social". Escrito por um brasileiro de Sorocaba, a obra, por incrível que pareça descreve exatamente a tragédia que o Brasil vive hoje sob a luz do Partido dos Trabalhadores - CONTINUE LENDO:

A "Revolução Bolivariana" era ainda um sonho de Chávez de unificar toda a América Latina sob seu comando. Ele pretendia instalar um regime comunista duro, com maior apelo social mas que culminava no empobrecimento de todas as camadas abaixo dele, e o enriquecimento exclusivo do Estado militarizado e de seus líderes.   Para isto Chávez contava com militantes de esquerda em todo o território latino, e depois do fracasso dos anos 60, finalmente nas últimas duas décadas, conseguiu colocar seus "agentes laranja" no poder em diversos países, entre eles Brasil e Argentina.

Quando o Brasil aderiu ao "Comunismo Socialista", por meio da comemorada ascensão de Luis Ináci…

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Ecologia - 45 Milhões gastos e Praia de Sepetiba jamais será recuperada

O projeto de recuperação da Baía de Sepetiba parece ser um grande equívoco. Derramar areia de praia onde era manguezal não se parece com uma recuperação ambiental, onde a água apodrecida jamais será retirada, o banho absolutamente proibido e a "nova areia" produz micoses e outros problemas de saúde e as valas negras continuam fluindo normalmente. Custo da Obra: 45 Milhões de reais.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2012 - 14:51 GMT-3
A situação de Sepetiba provoca tristeza e desânimo geral. Uma poluição que parece ser irreversível e deprimente. Milhares de pessoas que antes dependiam da pesca, da área de lazer na orla e do turismo local, agora sentem a triste sensação de que foram iludidas, enganadas, roubadas, desrespeitadas e ignoradas.

Está claro que não há qualquer interesse de qualquer setor do governo pela recuperação ambiental da Baía de Sepetiba e suas praias. Definitivamente não.

Os quase dois quilômetros de areia espalhados sobre a lama apodrecida…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

iCloud raqueado, fotos de celebridade americana nua Jennifer Lawrence se espalha na web

O assunto do dia nos EUA é o vazamento das informações pessoais dos usuários do iCloud, um banco de dados para usuários de produtos Apple.  Jennifer Lawrence é a vítima da vez e suas fotos pessoais completamente nuas circulam pela internet como praga, enquanto que a atriz que protagonizou "Jogos Vorazes" tenta apagar as marcas dos ... digamos: "prejuízos".

   Na cauda do escândalo, uma gigante quantidade de mulheres resolveu aderir à campanha (criada por algum espertinho) que deveriam publicar suas selfies expondo seus corpos em "solidariedade para com a Jennifer Lawrence"...
   E você pensa que não fizeram? As fotos foram publicadas no Twitter com selfies nus de usuários de ambos os sexos sob a hastag "#leakforjlaw". A moçada se aproveitou e muitas mulheres tentaram pegar carona na desgraça da atriz para se expor ( e quem sabe faturar um Oscar?)  e no fim do dia, as fotos que surgiram da atriz que protagonizou a "Mística" em X-Man , a…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…