domingo, julho 14, 2013

Levantes e protestos em todo mundo: O povo é quem está errado?

Neste sábado por volta das 22:00 em Oakland/São Francisco um grupo de cerca de 100 manifestantes percorreu um longo trecho quebrando vidraças e incendiando lixeiras. Uma viatura policial foi vandalizada pelos revoltados manifestantes. O grupo exibia uma longa faixa xingando a polícia e protestando contra a absolvição de George Zimmerman que assassinou a tiros o jovem Trayvon Martin de 17 anos.


Foto cortesia de occupyoakland.org
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 14 de Julho de 2013 - 08:05 GMT-3

   A marcha de destruição e protestos percorreu as principais vias de Oakland e durou até 01:00 da madrugada deste domingo, quando os rebeldes se dispersaram depois que um grande contingente de tropas de choque cercou a pequena aglomeração.

@OccupyOakland3h: "O que aconteceu em #Oakland hoje à noite não foi apenas sobre #TrayvonMartin . Foi também sobre #OscarGrant , #RaheimBrown , #AlanBlueford."

Estes movimentos de protestos tem sido uma realidade marcante nos Estados Unidos liderada pelo grupo autodenominado "OccupyOakland", tem se solidarizado com os manifestantes no Brasil e na Turquia e a reciprocidade tem sido uma constante:

Video: Manifestantes turcos se solidarizam com manifestantes em Oakland.


Video: Manifestantes turcos se solidarizam com manifestantes no Brasil e em Oakland.



   Apesar de o sábado ter sido a data de comemoração do Rock, os jovens não se sentem interligados por estas celebrações midiáticas. Eles estão nas ruas por razões comuns. Por falar das ruas, na Síria as manifestações contra os crimes e corrupção governista estão proibidas. Toda e qualquer manifestação nas ruas do país tem sido severamente punidas e a pena de morte é na maioria das vezes, a correção aplicada pelo regime de Bashar Al-Assad. Por esta razão muitos manifestantes desistiram de ir para as ruas:

Manifestações no Rio Eufrates - foto cortesia  The Syrian Revolution 2011 
   E de volta pra Turquia, que neste sábado fontes disseram que "milhares de manifestantes saíram para protestar contra a nova lei que dá plena autonomia para o Ministério do Meio-ambiente e do planejamento urbano". Citando o site italiano "contropiano" que disse que esta nova lei dispensa toda e qualquer fiscalização para as modificações arquitetônicas nos centros urbanos turcos, que antes eram vigiadas pela "Ordem dos Arquitetos e Engenheiros."  Esta conflitante decisão aumentou a revolta popular que está nas ruas protestando contra a construção de shoppings nas últimas áreas verdes disponíveis nestes grandes centros. Milhares de ambientalistas foram às ruas para tentar protestar, mas segundo diversas fontes na Turquia, a polícia vem utilizando gangues formadas por agentes de seguranças à paisana para formar gangues portando armas brancas e bastões de beisebol para atacar os manifestantes nesta noite de sábado.

   Manifestantes pelo twitter disseram que por volta das 17:30 a polícia organizou um bloqueio que impediu que os manifestantes se movessem até a Praça Taksim. Eles denunciaram a intensa utilização de bombas de gás lacrimogêneo e as "paredes" formadas por jatos de água apontados para o rosto deles. Já nas ruas da Turquia os manifestantes também delatam que as vidraças quebradas, têm sido consequência do excessivo uso de balas de borracha por parte da polícia, que por sua vez acusa os manifestantes de vandalismo.

continua..

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: