quarta-feira, julho 10, 2013

Greve Geral ganha força nas últimas horas e Brasil quer parar nesta quinta 11 de Julho.

O governo Dilma está abalado com a corrente demonstração de insatisfação do povo brasileiro. Uma surpreendente onda de manifestações contrárias à corrupção e injustiça, que apontam para inúmeras falhas da gestão pública nacional.


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 10 de Julho de 2013 - 22:37 GMT-3

   As histórias não são novas e muito menos os escândalos que envolvem grandes somas de capital público escoando pelo ralo, indo parar nas contas privadas de pessoas ou grupos que pertencem ao governo. Desde sempre se ouve falar em corrupção no Brasil, mas este é o tempo em que as pessoas literalmente  não aguentam mais!

   Nunca um governo foi tão rejeitado como a presente liderança. A Presidenta Dilma, apostou todas as suas fichas na classe pobre, e investiu pesado nas valorização das mulheres. Com certeza as mulheres brasileiras nunca tiveram uma vida melhor em toda sua existência, mas a realidade é que, o governo só investiu nas classes-chaves e só resolveu problemas que considerava fundamental para dar continuidade a expansão de sua popularidade. Enquanto isto a corrupção foi ganhando mais força e nem mesmo com a implementação da "Ficha Limpa", a administração brasileira não pode ser retirada de mãos corruptas e manipuladoras.  Até mesmo Eike Batista, que era o mais idolatrado empresário do país acabou caindo em descrédito ao ser exposto em diversas fraudes governamentais que o tornaram um bem-sucedido empresário de empresas de fachada.


   A última é a incriminação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em fraudes envolvendo a privatização da Vale do Rio Doce. Sérgio Cabral tem sido perseguido há pelo menos 2 anos de seu mandato, não conseguindo encobrir suas complicações com a saúde pública e a administração bastante falha e corrupta que vem sustentando, culminando numa grave crise durante os preparativos para a Copa do Mundo de Futebol. No mesmo barco, Eduardo Paes tem sido encontrado diante de uma tremenda rejeição, depois de grande esforço em agradar a classe pobre, edificando hospitais sem médicos, praças, pontes elegantemente vistosas. Ainda se complica mais do que nunca com a falsa recuperação da Baía de Sepetiba que tem sido uma deslavada vergonha nacional.


Nestes tempos de grande contestação do sistema político nacional, é preciso mais que palavras para lançar na cadeia todos os que tem explorado o dinheiro público para enriquecimento próprio. Este ato não é um exagero, é uma necessidade para que a vida no Brasil alcance o patamar que deveria ter chegado há 1500 anos atrás. O Brasil precisa mudar, e as pessoas que se dizem brasileiras precisam esquecer as novelas globais e o futebol por um tempo para se dedicar à reconstrução de um modelo administrativo mais enxuto, mais honesto, mais justo e menos corrupto. O Brasil não quer ocupar a cadeira do Presidente da República. Se faz necessário que o Presidente da República eleito trabalhe para o crescimento do Brasil e para o crescimento de TODOS OS BRASILEIROS. Nunca em crescimento próprio. Se isto realmente vir a acontecer, o Brasil deverá influenciar o mundo e mudar a forma como as pessoas fazem política.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: