sábado, junho 08, 2013

Turquia: Renovados violentos confrontos entre polícia e manifestantes em Ankara "Occupy"

A Polícia Militar de Ankara voltou às ruas nesta noite de Sábado. Além do uso excessivo de bombas de gás lacrimogêneo e jatos d'água, um novo destacamento entrou no cenário: A Polícia Canina. Saiba Mais.

Barricadas instaladas nos arredores do parque Gezi - Foto cortesia: #occupygazi
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 08 de Junho de 2013 - 20:53 GMT-3
Atualização 22:31

   As barricadas se tornaram "companheiras" dos manifestantes e não tem sido diferente nesta noite em Ankara. A novidade está por conta na nova barricada formada por quase uma dezena de TAXI, que estacionados na rua, impedem a passagem dos "blindados d'água", usados para dispersar a multidão.

Outra versão da memorável foto "dama de vermelho" enfrentando gás de pimenta da polícia turca em 02-06-2013
Foto cortesia: #occupygazi
Estatísticas preliminares

   Um relatório preliminar (que não pode ser totalmente confirmado no momento) revelado por ativistas ligados ao "Anonymous" disse neste sábado, que nestes 11 dias de Revolução Turca o saldo é de 4 (3 civis e 1 policial confirmados) mortos. Um total de 4.177 feridos e 43 feridos estão à beira da morte. Outros 3 estão em estado crítico. 10 acabaram perdendo um olho. Disse a fonte.

Ankara - Barricadas - Foto cortesia: #occupygazi
   Bloqueio de Mídia - Um internauta avisou que a polícia de Ankara está expulsando todos os jornalistas de agências estrangeiras de notícias, inclusive, tínhamos a informação de que a BBC estava enviando informes em tempo real via Twitter. Não sabemos se continua. Mas a fonte disse que os jornalistas da BBC e da CNN Internacional também foram impedidos até o momento de fazer a cobertura do violento ataque policial contra a manifestação, que segundo a BBC, chega inicialmente a 5 mil pessoas (outra fonte calculou 20 mil). Enquanto a mídia local se mantém em silêncio.
   Um informante turco disse que o confronto entre policiais e manifestantes envolve paus e pedras. Muita agitação em Kizilay/Ankara.

   Uma testemunha ligada à revolução turca disse que pelo menos até agora 25 manifestantes foram atendidos por equipe médica. 3 deles com ferimentos graves. Ainda disse que a enfermaria municipal em Ankara recebeu 15 manifestantes feridos.

Brasil - 21:45 - Neste momento são 03:23 da madrugada de Domingo na Turquia e os manifestantes estão se recolhendo em Gezi. Depois de um longo dia de luta por seus interesses, precisam descansar para enfrentar o 12º Dia.  Mas em Taksim os manifestantes estão preocupados que agentes infiltrados estão distribuindo falsas bebidas alcoólicas, que na verdade estão contendo tranquilizantes. O objetivo da polícia é prender os manifestantes dormindo, disse um ativista turco há poucos minutos.

Apresentamos os vídeos mais marcantes deste 11º Dia da "Revolução Verde" na Turquia:





Artigo em Destaque

Julian Assange periga ser extraditado para os EUA

O fantasma da extradição de Julian Assange volta a assombrar e podemos dizer que processar e condenar o fundador da Ong Wikileaks pelo cr...

Leia também: