sexta-feira, maio 31, 2013

Regime sírio executou 50 detidos neste sexta em Aleppo - Diz Oposição.

Um número de 50 detidos foram executados após terem sido "selecionados aleatoriamente" nesta manhã de sexta por forças governistas, quando ocuparam a Prisão Central da cidade de Aleppo, disse a Rádio Free Syria há 50 minutos.



Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 31 de Maio de 2013 - 12:22 GMT-3
Atualizção: 12:56

   De acordo com a nota, a fonte disse que o regime sírio ordenou a execução dos prisioneiros em retaliação ao numeroso reforço enviado pelo FSA para a região de Qusayr, onde há pelo menos 2 semanas Al-Assad se esforça para assumir (sem sucesso) o controle deste reduto rebelde utilizando desde tropas do Hezbollah a armas químicas, que foram denunciadas pela oposição e ativistas.

Vídeos: Pequena amostra do violento combate entre as forças pró-Assad e opositores ao regime, que utilizam foguetes e morteiros com objetivo de assumir o controle do complexo penitenciário. De acordo com o FSA, a Prisão Central de Aleppo serve como "centro de torturas" para o regime sírio e mantém cerca de 4.000 militares sob difíceis condições de encarceramento.



   Nas primeiras horas do dia, páginas de facebook ligadas à revolução contra o ditadura de Bashar Al-Assad publicaram mensagens de pesar, em declaração ao grande numero de opositores mortos nesta manhã de orações. A (LCCSy) "Coordenação de Comitês de Locais da Síria" publicou um relatório atualizado há cerca de 1 hora dizendo que o número de mortes nesta manhã tem chegado a 117, entre as vítimas 5 mulheres e 3 crianças. 61 pessoas foram mortas em Aleppo ( incluindo os prisioneiros executados ), outras 34 pessoas morreram nos arredores da capital Damasco, incluindo os subúrbios. 18 pessoas morreram em Homs, 3 em Deara e 1 em Deiz Al-Azour, disse a fonte que deverá atualizar as informações às 18:00.

Atualizando....

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: