sábado, maio 18, 2013

OMS: H7N9 mata 36 e já há 131 novos casos confirmados em laboratório - Epidemia Global

De acordo com os relatórios atualizados pela Organização Mundial de Saúde, o vírus H7N9 é muito mais contagioso entre aves e humanos que todos os vírus de origem aviária conhecidos. Há relatos que confirmam epidemia de H7N9 se espalhando pela China agora.





Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 18 de Maio de 2013 - 17:55 GMT-3

   Novos testes laboratoriais pela Organização Mundial de Saúde confirmaram 131 novos casos em 8 de Maio deste ano. A OMS disse há pouco que esta nova infecção tem provocado reações "atípicas" como diarreia em alguns pacientes e há casos ainda que pacientes apresentaram falta-de-ar. Por Twitter ainda a fonte disse que tem sido notados casos crônicos de infecção respiratória, disse citando ainda a contaminação de médicos que visitaram regiões marcadas como focos da epidemia.

   De acordo com a OMS "os casos detectados na França, Reino Unido e Alemanha estão diretamente ou indiretamente ligados com o Oriente Médio." Entre os países relatados de infecção do "Coronavirus" estão: "Jordânia, Qatar, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos". O jornalista Ahmed Hussein do site Daily Star" disse por twitter que em Bangladesh há 6 casos confirmados agora.



   Um relatório enviado pela OMS na Arábia Saudita revelou que 1 mulher de 81 anos faleceu após ter sido contaminada com o "Coronavirus". O relatório atualizado declarou um número de 15 casos de contaminação com 7 óbitos confirmados em 12 de Maio de 2013.

   Na França outro relatório confirmou infecção detectada em laboratório em 07 de Maio. O paciente havia sido posto num quarto de isolamento num leito ao lado de outro paciente infectado. O hospital é especializado em doenças infectocontagiosas, disse o relatório francês. O mesmo relatório confirmou 120 casos de contágio e outros 5 casos foram confirmados em exames laboratoriais pelo Instituto Pasteur em Paris, disse a OMS alertou:

"Com base na situação atual e as informações disponíveis, a OMS encoraja todos os Estados-Membros a continuar a sua vigilância para infecções respiratórias agudas graves (SARI) e analisar cuidadosamente todos os padrões incomuns."

   A OMS divulgou o mais atualizado relatório da missão que esteve na China. Os registros do H7N9  revelam que desde 16 de Abril foram registrados 77 novos casos detectados em 6 províncias ou municípios. A maioria dos pacientes tinham idade próxima dos 63 anos (faixa normal vai de 4 até 87 anos) serviram como cobaias e até 22 de Abril 14 faleceram e outros 9 foram liberados, restando ainda 44 pacientes infectados. Sofreram mais pacientes com doenças coronarianas, hipertensão, diabetes e doenças de obstrução respiratórias graves.

   No último relatório com data de 17 de Maio de 2013, a OMS disse que: "Até agora, não há evidência de transmissão sustentada de humano para humano" e que as 4 mortes relatadas na China, já estavam incluídas nos casos anteriormente confirmados por laboratório.


   Um dado técnico importante publicado pelo site "thelancet" é que o vírus do H7N9 é mais comumente detectado em aves mais bonitas, o que pode torná-lo ainda mais perigoso que as outras versões anteriores.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: