quarta-feira, maio 15, 2013

Nigéria: 2 Dezenas de adolescentes grávidas libertadas de fábricas de bebês.

Quase 30 mulheres grávidas entre 14 e 25 anos foram libertadas de cativeiros pertencentes a quadrilhas de tráfico de bebês no estado nigeriano de Imo. 

Por Saulo Valley - O Observado do Mundo - Rio, 15 de Maio de 2013 - 17:09 GMT-3

   Depois da violência sectária ter levado o governo nigeriano a declarar "Estado de Emergência" em três cidades do Norte do país, ainda na esteira deste tristes relatórios um assunto pouco difundido é a existência de grande quantidade de "fábricas de bebês" no país.
    Nesta terça a polícia do Estado de Enugu afirmou ter apreendido 6 adolescentes grávidas em uma casa que funcionava como "fábricas de bebês". Citando o "Naij" como fonte que revelou que as autoridades disseram que os bebês já estavam sendo esperados para a venda e que, em consequência das investigações outras 3 meninas foram presas no momento que desenvolviam as negociações com a mesma quadrilha. Esta não é uma raridade.



Casos semelhantes estão sendo publicado com muita frequência no país, onde o tráfico de partes de corpos humanos, e pessoas vivas ou mortas tem sido um realidade. Muitas das pessoas desaparecidas permanecem na Nigéria.   Há 5 dias outras 17 adolescentes gestantes foram recuperadas das mãos de traficantes depois de terem sido obrigadas a engravidar, disse o "Naij" citando a polícia estadual de Imo. As jovens variavam entre 14 e 25, que no total revelado foi de 26 mulheres resgatadas. A fonte disse ainda que nesta quadrilha apenas um jovem de 23 anos era obrigado a engravidar a todas as mulheres sequestradas entre 14 e 17.

Fonte: "news.naij"  

Artigo em Destaque

Julian Assange periga ser extraditado para os EUA

O fantasma da extradição de Julian Assange volta a assombrar e podemos dizer que processar e condenar o fundador da Ong Wikileaks pelo cr...

Leia também: