Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Síria:Homs: Domingo de devastação e mortandade apoiado por Iran e Iraque.

Cenário de destruição e genocídio. Uma carga acentuada de mísseis e explosivos para esmagar as 850 famílias que ainda restam e resistem na cidade, reduto da oposição ao presidente Bashar Al-assad. O acontecimentos dos últimos dias estão marcando mudanças radicais no terreno. O cenário de ruínas se amplia por toda Síria e as marcas da morte já não são mais ocultadas.


Homs: Resultado das reformas anunciadas pelo presidente Al-Assad em 2012 - Cortesia: Syrian Revolution
Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 04 de Março de 2013 - 07:44 GMT-3

O presidente sírio prometeu "reformas no país" mas na prática destruiu tudo o que era antes erguido e imponente. Nem por isto conseguiu minar o orgulho e a coragem do povo da Síria. Em uma entrevista publicada pelo "The Independent", Assad disse que só o povo da Síria tem o direito de dizer que ele tem que sair, enquanto isto o povo da síria é esmagado em suas casas ou afugentado para outros países para escapar da perseguição declarada à todo aquele que se opõe e rejeita seu governo, que controla o país desde o ano de 2000. Assad herdou o governo de seu país que assumiu o controle do país por meio de uma falsa revolução em 1964. Hoje já somam mais de 48 anos de tirania, ditadura e opressão militar na vida do povo sírio que não acredita mais nas reformas prometidas.


   Por ser a capital rebelde, Homs está sob cerco militar desde o início da revolução em 15 de Março de 2011. E nos últimos 10 meses, a cidade tem estado sob intensa pressão militar e bombardeios, tendo atingido o seu limite neste fim de semana. Apesar do esforço desumano e destruidor do regime, uma pequena comunidade de 6.000 pessoas (não mais que 850 famílias, incluindo mulheres crianças e idosos) ainda resiste na Homs Oriental. A cidade histórica que está em ruínas agora;   E neste fim de semana Al-Assad enviou para aquele povo, sua pior arma: Os Shabihas e os Mísseis Scud em exageradas quantidades.

   As forças rebeldes correram para a proteção dos civis e a cidade antiga. O violento combate vem em consequência de uso de força bruta por parte do regime que prometeu varrer a oposição do país, ou esmagá-la. O comando do FSA pediu neste sábado, o total apoio do povo sírio, da Coalizão Nacional e dos verdadeiros amigos do povo sírio, para que possam vencer esta arrasadora investida do regime, que agora conta com a presença massiva de milícias do Hezbollah, do Iraque e o comando estratégico do Iran.


   Com esta nova realidade, a pressão é visivelmente esmagadora sobre a oposição e as forças rebeldes de resistência, que enquanto recebe migalhas em munição do exterior, tem que confrontar com um regime que recebe armas da Rússia, do Iran, da China, suporte estratégico e tropas adicionais do Hezbollah, do Iraque e de outros países que não agem em público, incluindo o Líbano.

   O silêncio das Nações Unidas, o Conselho do Golfo e da Liga Árabe nestes 17 meses tem levado vários países a envolver-se no conflito de forma independente, o que já se mostra o início de um conflito interno com forte tendência para se tornar uma crise global. Após 17 meses de silêncio o Conselho do Golfo foi citado pela agência "Alarabyia" como condenando o silêncio internacional. Mas este tipo de discurso é sempre mais uma forma de marketing político que uma postura ou ação.

   08:49  Neste exato momento as tropas rebeldes enfrentam as forças conjuntas do regime na cidade histórica de Homs. Há informações de violentos confrontos e bombardeios por morteiros e foguetes.
Ativistas e militantes reforçaram que neste domingo 3 veículos militares do Iraque cruzaram a fronteira enquanto transportavam armas para o regime sírio, mas foram atacados e destruídos pela oposição - Disseram as fontes.

  Esta é a nova realidade da crise síria com a ação direta do Hezbollah, Iran, Iraque e Rússia em suporte ao regime, enquanto UE e EUA estão limitados a ajudas humanitárias não-letais para a oposição.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Sahar Tabar jamais fez 50 cirurgias acabem com a Fake News - O Observador do Mundo

A jovem iraniana Sahar Tabar vem sendo ridicularizada por internautas do mundo inteiro desde que um site publicou que a "mulher iraniana teria feito 50 cirurgias pra se parecer com Angelina Jolie" mas seu rosto teria ficado deformado. Seria isto mesmo? Saiba a verdade a seguir:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - 03 Dezembro de 2017

Sahar Tabar é uma jovem iraniana comum, que aos 19 anos vive numa ditadura islâmica radical, em que as mulheres são vistas pela maioria dos homens como apenas objeto sexual, maldição, lixo ou objeto de muitas punições e castigos em todas as áreas. Mulheres jovens bonitas nestes lugares não são apenas assediadas ou violentadas, são escravizadas e forçadas a ficar em silêncio já que não há lei que permita que ousem abrir suas bocas diante das autoridades. Muitas destas jovens são abusadas sexualmente pelos pais, pelos irmãos, vizinhos, colegas de escola, professores, colegas de trabalho e patrões, policiais e políticos. São vítimas de um siste…

A implantação e queda do comunismo socialista e o "Decálogo de Lenin"

O "Decálogo de Lenin" é um resumo do pensamento da implantação do comunismo de modo mais "social". Escrito por um brasileiro de Sorocaba, a obra, por incrível que pareça descreve exatamente a tragédia que o Brasil vive hoje sob a luz do Partido dos Trabalhadores - CONTINUE LENDO:

A "Revolução Bolivariana" era ainda um sonho de Chávez de unificar toda a América Latina sob seu comando. Ele pretendia instalar um regime comunista duro, com maior apelo social mas que culminava no empobrecimento de todas as camadas abaixo dele, e o enriquecimento exclusivo do Estado militarizado e de seus líderes.   Para isto Chávez contava com militantes de esquerda em todo o território latino, e depois do fracasso dos anos 60, finalmente nas últimas duas décadas, conseguiu colocar seus "agentes laranja" no poder em diversos países, entre eles Brasil e Argentina.

Quando o Brasil aderiu ao "Comunismo Socialista", por meio da comemorada ascensão de Luis Ináci…

Rodoviária Novo Rio - Assaltos, insegurança, medo, abandono e caos nas vias de acesso

   A Rodoviária Novo Rio, na cidade do Rio de Janeiro é muito bem policiada, graças a Deus. Mas as vias que levam até ela sofreram mudanças radicais com as últimas obras na região. Um completo abandono absurdo fora do prédio. Veja os pontos mais perigosos:


Atualização: 14/05/2015 - 19:30 GMT-3
   Pra começar a segurança é zero, fora do âmbito da Rodoviária e quem vai viajar de ônibus precisa assumir os riscos. Assaltantes emboscados esperam 24 horas por suas presas que passam com suas bolsas e malas e são abordadas sucessivamente sem que sejam incomodados. A engenharia de trânsito é péssima e a maioria dos pontos de ônibus foram colocados a quase 1 quilômetro de distância da rodoviária e quem depende destas conduções para retornar pra casa, é obrigado a percorrer esta distância arrastando malas, caixas e bolsas, enquanto que os ladrões vão correndo atrás de suas vítimas como leões atacando uma manada de zebras.

   A alternativa forçada pela situação só privilegia os taxistas que fazem …

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…