Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

ONU enfraquecida não consegue recursos para refugiados sírios.

   A crise na síria tem elevado o sofrimento do povo, que espera por dias melhores, enquanto vem sendo esmagado por ataques massivos e criminosos do governo, levando dezenas de milhares à morte, ao passo que a ONU não convence aos estados-membros a enviar recursos para proteger os refugiados carentes, que segundo a UNHCR chega a 1 milhão.

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, de Março de  2013 - 08:53 GMT-3
Atualização: 10:18

   A ONU está tão desgastada com as manobras políticas, que aliás ajudam a manter Assad protegido de ser referido ao Tribunal Penal Internacional pelo conselho de segurança. Ao mesmo tempo que se mostra preocupada com os aclamados milhares de refugiados e desabrigados, a Organização não dá um passo sequer para encerrar o conflito, apenas cria meios de gerenciá-lo. Alertas com mensagens expressivas e assustadoras, apelam para o prenúncio de uma possível tragédia humanitária. Quer apelação pior que depois de ter anunciado que a Síria já tem alcançado o número de 1 milhão de refugiados, agora anuncia que este número pode triplicar a curto prazo?

   Então a ONU quer levantar 1.5 bilhões para socorrer 1 milhão de sírios, mas reclama que só conseguiu arrecadar 20% do esperado. Porque tanto esforço desesperado, se bastaria uma única semana de reuniões e a emissão de uma resolução com texto suficiente para impedir os aliados Iran, Iraque, Rússia e China de continuarem fomentando a crise? Porque ninguem se esforça para limitar estes estados-membros que estão organizando a verdadeira colonização da ONU, para "cegar" a cúpula das Nações Unidas para não ver o intenso envio de recursos aliados utilizados exclusivamente para a perseguição armada ao povo que quer o fim do regime militar autocrata dos Assad?

   Porque ninguém quer um confronto político real. Afinal, isto seria ruim para os negócios de todos. Ok. Então pedir dinheiro para socorrer mutilados e feridos, famintos e desabrigados é mais eficaz que impedir a razão para tantos efeitos colaterais sobre a população? Ah já entendi: Quando se fala em "levantar fundos" a ONU funciona melhor... Quanto a ONU lucra com as arrecadações? Porque deve haver uma razão muito boa para preferir sair pelo mundo atrás de dinheiro para socorrer os necessitados, se poderia impedir que viessem a sofrer necessidade durante os últimos 24 meses, não é verdade?

  Particularmente (não espero que todos os queridos leitores compartilhem da minha reação), sinto nojo ao ver estes alertas de possível "colapso humanitário" recaindo sobre o povo sírio. Qual é o lado da ONU? Porque a Síria tem o direito de acusar um país de crimes contra os Direitos Humanos e a ONU aceita?

 Na verdade, eles o povo sírio não merece passar por todo este sofrimento, em detrimento do lucro, ou da recuperação econômica de alguns países semi-falidos com a crise global. Na verdade os países mais pobres, são os que estão mais preocupados com o povo sírio, ao passo que os mais poderosos, estão tentando explorar a crise política dramática que o país atravessa agora.

   Se os governos nada fazem, muito menos a ONU pode fazer, pequenas ONG e ativistas estão se esforçando para enviar ajuda. Estas ofertas independentes são feitas com muitos amor e tenho acompanhado uma campanha não-governamental para socorrer o povo sírio, sem retirar absolutamente nada deles, nem de seu país ora devastado.

PASSEATA

   No dia  15 de Março (nesta sexta) as 15:00 haverá uma manifestação na Avenida Paulista, na cidade brasileira de Sao Paulo. Pedir para que a comunidade internacional pare de explorar a crise síria e encerre de vez com a manipulação desta tragédia é o mínimo que podemos fazer, para devolver a paz ao Oriente Médio e restaurar os mais de milhões de sírios afetados pelos abusos de poderio militar e político nacional e internacional.

Postagens mais visitadas deste blog

A implantação e queda do comunismo socialista e o "Decálogo de Lenin"

O "Decálogo de Lenin" é um resumo do pensamento da implantação do comunismo de modo mais "social". Escrito por um brasileiro de Sorocaba, a obra, por incrível que pareça descreve exatamente a tragédia que o Brasil vive hoje sob a luz do Partido dos Trabalhadores - CONTINUE LENDO:

A "Revolução Bolivariana" era ainda um sonho de Chávez de unificar toda a América Latina sob seu comando. Ele pretendia instalar um regime comunista duro, com maior apelo social mas que culminava no empobrecimento de todas as camadas abaixo dele, e o enriquecimento exclusivo do Estado militarizado e de seus líderes.   Para isto Chávez contava com militantes de esquerda em todo o território latino, e depois do fracasso dos anos 60, finalmente nas últimas duas décadas, conseguiu colocar seus "agentes laranja" no poder em diversos países, entre eles Brasil e Argentina.

Quando o Brasil aderiu ao "Comunismo Socialista", por meio da comemorada ascensão de Luis Ináci…

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Ecologia - 45 Milhões gastos e Praia de Sepetiba jamais será recuperada

O projeto de recuperação da Baía de Sepetiba parece ser um grande equívoco. Derramar areia de praia onde era manguezal não se parece com uma recuperação ambiental, onde a água apodrecida jamais será retirada, o banho absolutamente proibido e a "nova areia" produz micoses e outros problemas de saúde e as valas negras continuam fluindo normalmente. Custo da Obra: 45 Milhões de reais.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2012 - 14:51 GMT-3
A situação de Sepetiba provoca tristeza e desânimo geral. Uma poluição que parece ser irreversível e deprimente. Milhares de pessoas que antes dependiam da pesca, da área de lazer na orla e do turismo local, agora sentem a triste sensação de que foram iludidas, enganadas, roubadas, desrespeitadas e ignoradas.

Está claro que não há qualquer interesse de qualquer setor do governo pela recuperação ambiental da Baía de Sepetiba e suas praias. Definitivamente não.

Os quase dois quilômetros de areia espalhados sobre a lama apodrecida…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

iCloud raqueado, fotos de celebridade americana nua Jennifer Lawrence se espalha na web

O assunto do dia nos EUA é o vazamento das informações pessoais dos usuários do iCloud, um banco de dados para usuários de produtos Apple.  Jennifer Lawrence é a vítima da vez e suas fotos pessoais completamente nuas circulam pela internet como praga, enquanto que a atriz que protagonizou "Jogos Vorazes" tenta apagar as marcas dos ... digamos: "prejuízos".

   Na cauda do escândalo, uma gigante quantidade de mulheres resolveu aderir à campanha (criada por algum espertinho) que deveriam publicar suas selfies expondo seus corpos em "solidariedade para com a Jennifer Lawrence"...
   E você pensa que não fizeram? As fotos foram publicadas no Twitter com selfies nus de usuários de ambos os sexos sob a hastag "#leakforjlaw". A moçada se aproveitou e muitas mulheres tentaram pegar carona na desgraça da atriz para se expor ( e quem sabe faturar um Oscar?)  e no fim do dia, as fotos que surgiram da atriz que protagonizou a "Mística" em X-Man , a…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…