quarta-feira, janeiro 16, 2013

Indiana de 17 se suicida após ser estuprada em Nova Déli

O mundo precisa saber e precisa pressionar o governo da Índia para que realmente esta incansável onda de estupros tenha fim! Agências indianas estão contando a história de uma menina de 17 anos que foi violentada em Nova Délhi e cometeu o suicídio depois de deixar uma carta acusando seus estupradores de destruir sua vida...

Campanha popular contra burocracia e lentidão judicial que prolonga o sofrimento
de quem quer justiça em casos de estupro na índia..

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 16 de Janeiro de 2013 - 22:58 GMT-3
Atualização: 17/01/2013 as 08:23

Por mais hediondo que o crime de estupro pareça ser, a justiça indiana ainda deixa muito a desejar. A Agência "Reuters" publicou uma matéria destacando a lentidão da justiça que na maioria das vezes pode levar até 10 anos para condenar um acusado de estupro que ainda apenas 26% dos casos terminam em condenação dos acusados.

Já o site "ZeeNews" destaca os desenvolvimentos e o investimento do governo indiano no pós "Nirbhaya". A menina de 23 anos que foi violentada no interior do ônibus pirata e faleceu no dia 29 de Dezembro 2012. Este artigo já fala do quanto as autoridades estão se esforçando, contratando mais pessoal, inserindo mais mulheres nas fileiras das polícias justamente para atender casos de estupros, e ainda ampliando a ação da polícia para combater estes crimes, cujas práticas já se tornaram uma febre nacional. Uma aberração.

O movimento popular nacional, que antes era acusado pelo governo de ter motivação política, agora está pondo as autoridades do alto escalão para trabalhar à toque de caixa. Envergonhado internacionalmente a Índia se encontra nua em rede global, quando todos os olhos estão, agora voltados para cada novo passo da justiça do país dos Ghandi.

A terra do celebrado "Taji Mahal" ganhou um novo olhar e está vendo que cada pequeno detalhe poderá mudar o rumo do país para melhor ou mergulhá-lo num grande abismo catastrófico. Não há como evitar o pior, se esta onda insana de estupros não for encerrada por definitivo. Isto revela no quanto de atraso o país tem vivido. Ao passo que sua economia tem crescido a níveis extraordinários, digamos que tão alarmantes quanto a tragédia que matou "Nirbhaya".  Porque na prática o povo não tem acesso a essas melhorias? Porque a miséria e o descaso das autoridades para os problemas da população nacional não são finalmente atacados?

Foto da câmera de segurança do ônibus durante estupro de uma jovem que não se sabe se é a
mesma que ficou conhecida como "Nirbhaya".
Mas crescer 21% em 1 ano é o que? Um absurdo! Por outro lado a demanda de armas é cada vez maior. Mineração e fabricação de tanques, por exemplo, aproveitando para citar a Síria como atualmente um dos grandes consumidores de seus blindados, pode realmente elevar o país para o próximo nível, diante a comunidade internacional e aos olhos da ONU. Mas se todo este crescimento não for refletido na melhoria de vida do povo indiano, então mesmo que cresça 100% ao ano, continuará a levar uma vida miserável e  sem esperança ou perspectiva nacional. O povo da Índia tem exigido que o governo diminua os gastos com mordomias aos VIP's (familiares de autoridades) e destine os recursos para proteger a população que é pobre. Reclama que a mulher de qualquer idade não tem segurança mínima nos trens, nos ônibus nem nas ruas, principalmente à noite. Uma ativista indiana esbravejou nesta Quarta: "O problema está nos homens. Eles devem ser proibidos de sair nas ruas após as 19:00hs." Outra jovem mulher condenou a atitude de muitos jovens indianos do sexo masculino que "vão pras ruas para se embriagar e estuprar jovens indefesas e inocentes". Seria isto uma cultura?

Facebook Page Protests Against Delhi Gang Rape We Want Justice
Aos olhos do mundo, a mulher precisa ser protegida, porque este é o momento da mulher e a garantia de sua integridade física, moral e espiritual tem que estar inserida em todos os passos de qualquer governo nos dias atuais.

Enquanto a mulher indiana não consegue por os pés fora de casa ao anoitecer sem pensar que será a próxima vítima de bandos de estupro, a Índia mal consegue olhar para fora de seu país sem sentir-se envergonhada e embaraçada e ainda hoje a lentidão de seu Poder Judiciário é destaque nos principais tablóides e sites de notícia do planeta..

Olhando para o futuro esperamos que o governo da Índia repense sobre suas estratégias de burocracia e busque alcançar uma profunda reforma na infraestrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário. Mas a verdade que o incidente "Nirbhaya" veio como despertamento nacional e serviu para mostrar no quanto o país está atrasado em relação ao resto do mundo, alíás em relação ao mundo da atualidade.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: