sexta-feira, dezembro 21, 2012

Hillary Clinton deverá ser sucedida por Jonh Kerry

Agências de notícias diziam que Suzan Rice era a pessoa mais indicada para levar adiante a imagem dos Estados Unidos da América, mas a indicação de Jonh surpreendeu a muitos.

Hillary Clinton - World Economic Forum Annual Meeting New York 2002
Fotopédia - (Creative Commons)
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 21 de Dezembro de 2012 - 22:00 GMT-3

Com a chegada do novo ano, as mudanças estratégicas na administração Obama são bastante necessárias. E a diplomacia americana terá uma nova face. Obama indicou Jonh Kerry (69) para ocupar o cargo e o Senado deverá decidir se aceita ou não.

Hillary sofreu um tombo na semana que passou e teve um ferimento nada grave na cabeça. Sua queda não tem ligação com sua saída da diplomacia americana, que me parece, Hillary deixa o cargo debaixo de elogio até de adversários internacionais. Em alta.

A preocupação com as viagens obrigatórias  e a falta de contato com a família levou Clinton a não aceitar dar continuidade ao trabalho internacional, deixando a vaga disponível para que o Senado decidisse pelo melhor para o país. Suzan Rice foi o nome mais aclamado para o cargo mas desistiu de aceitar a proposta. Foi neste instante que Obama se lembrou de Jonh Kerry, um ex-candidato à presidência dos Estados Unidos no ano de 2004, pelos democratas.

Sua indicação é vista com muito bons olhos pela maioria dos especialistas e há quem acredite que o nome de Kerry é um nome "perfeito" para representar a América diante do mundo e seus novos desafios, bem com para os novos desafios internos para os EUA.

Apesar dos elogios Jonh Kerry tem uma gafe em seu talentoso passado:


  • Kerry mentiu ao Senado quando afirmou que o consulado americano teria sido atacado em Bengazi (Líbia) no ano passado.

 Agora é a hora de EUA mudar a estratégia do jogo na Síria, nas relações com a Ásia, Iran e a nova liderança das Nações Unidas. De uma coisa é certa: Apesar da elogiada indicação, Kerry terá que se esforçar para superar a excelente marca deixada por Hillary em toda sua trajetória diplomática.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: