quarta-feira, novembro 14, 2012

Israel bombardeia Gaza deixando prédios em chamas.

Misseis Iron Scud israelenses foram vistos cruzando os céus de Gaza a partir de uma pesada missão de bombardeio de supostos alvos militares nas últimas 7 horas. Imagens da TV estatal palestina revela várias colunas de fumaça subindo ao mesmo tempo de diversos pontos da região metropolitana de Gaza.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 14 de Novembro de 2012 - 20:52 GMT-3

A operação militar batizada como “Pillar of Defense” foi iniciada com objetivo de impedir que o grupo terrorista Hamas tenha capacidade de lançar mísseis contra o centro de Israel. De acordo com agências o governo israelense enviou uma mensagem dizendo que  "Israel não precisaria justificar-se para atacar".

Caças e navios de guerra foram utilizados para bombardear pelo menos 20 alvos estratégicos, que imobilizariam as ofensivas por mísseis do Hamas. A imprensa internacional julga que esta pode ter sido a mais violenta ofensiva de Israel contra a Palestina, desde a ocupação da chamada "Faixa de Gaza".

O Premier israelense Benjamin Netanyahu enviou uma mensagem para o povo de Israel agradecendo o apoio popular para a ofensiva em retaliação aos ataques de civis israelenses por parte do Hamas nos últimos dias. O Premier foi incisivo em avisar:
"Nós não vamos admitir a forma como os civis israelenses estão sendo tratados pelos ataques com misseis do Terror."

Considerada um sucesso de precisão, o governo israelense afirmou que está agora trabalhando para impedir que o Hamas tenha capacidade de ataque por mísseis contra a região Sul de Israel. O Primeiro Ministro Benjamin acusou os grupos terroristas Hamas e Jihad Islâmica de bombardear civis em Israel e ainda de usar civis como escudos humanos durante contra-ataque israelense.

Fazendo comparação entre as estratégias do Hamas e de Israel, ainda classificando esta ofensiva como uma "mensagem forte para o Hamas e qualquer grupo terrorista que os ataques ainda poderão ser intensificados, caso seja necessário defender seus civis.

De acordo com o site "smallwarsjournal" um dos ataques aéreos poderá ter matado uma autoridade top da líderança do Hamas.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: