quinta-feira, julho 05, 2012

Síria: Divergências na forma de cessar a violência impedem a ação da ONU diz Gen Mood.

Com as atividades suspensas desde 15 de Junho, a UNSMIS (Missão dos Observadores das Nações Unidas na Síria) aguarda uma substancial diminuição no grau de violência no país para que a equipe volte a cumprir suas metas. Nesta quarta-feira o General Mood, chefe da UNISMIS declarou que "as divergências na forma de cessar a violência na síria estão produzindo muita discussão, muitos encontros e muito pouca ação."

"as divergências na forma de cessar a violência na síria estão produzindo
 muita discussão, muitos encontros e muito pouca ação."
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 05 de Julho de 2012 - 08h40 GMT-3
Atualização: 10h31

Na Síria o terror vai ganhando magnitude. A cidade de Palmyra, que amarga um dos mais assustadores massacres em sua história impetrado pelo ex-presidente Hafez Assad, agora está sob sufocante cerco militar, com toque de recolher às 22 horas anunciado por alto-falantes, fechamento do comércio e a proibição de trânsito de motocicletas registradas ou não. Aviões militares estão sobrevoando a cidade periodicamente, o que assusta ainda mais a população como prenúncio de pesadelos já vividos por outras cidades sírias desde o massacre de Houla.

Moradores e ativistas atribuem esta ação ao esforço do regime sírio de esmagar os grupos rebeldes armados que o al-Assad chama de terroristas, mas o grau de violência implementado contra a população síria tem atraído grupos de todo o Oriente Médio, inclusive o PKK (grupo saladino curdo que atua na Turquia). A entrada dos grupos armados curdos: PKK (Turquia) e do PYD (Curdistão Iraquiano) aconteceu em consequência do regime considerar terrorista a qualquer estrangeiro em suas terras, inclusive os curdos têm sido atacados pelo regime.


Baba Amr - 09h06 Aviões militares estão bombardeando a cidadela de Baba Amr em Homs neste exato momento. Grupos rebeldes estão em agigantado combate contra as forças de ASADI (Al-Assad) na região. Neste momento as tropas do FSA estão posicionadas nos arredores da cidade. Rebeldes comemoram a derrubada de um dos aviões do regime há 19 minutos..


Damasco Sub -Temendo as deserções volumosas que andam ocorrendo nas fileiras do exército sírio regular, mísseis, foguetes e morteiros têm sido a alternativa do regime para continuar combatendo a insurgência. Por outro lado, citando o subúrbio de Damasco como exemplo, onde centenas de pessoas estão sendo feridas dentro de suas casas, ou nas ruas enquanto fogem da violência. Mísseis provocando estragos arrasadores. Em Qudsaya a deserção anuncia do do General de Brigada Mustafá Talas Munaf, um dos comandantes da 105 Guarda Republicana Síria. No bairro de Harasta um farmacêutico foi ferido com um tiro no pescoço durante tiroteio aleatório provocado pelo regime sírio. Lubna Silveira que é jordaniano, mesmo ferido foi sequestrado pelas forças do regime logo que iniciaram a retirada das tropas da região.


Video: Helicópteros e tanques sírios estão se tornando sucatas




Canto Monte -  lugar da sede da 4ª Brigada que era comandada pelo terrível Maher Al-assad continua enfrentando massivos ataques de forças rebeldes, além de deserções volumétricas e o número de mortes de soldados regulares já passa de dezenas nesta manhã. Helicópteros têm sido utilizados em operações anti-revolução.


Hama - Helicópteros fazem vôos rasantes sobre os telhados. Populares temendo os bombardeios fugiram, mas alguns voltaram para protestar - Video:




Idlib - Forças de segurança incendeiam as plantações como castigo à população que apóia os grupos rebeldes que lutam para retirar o ditador Bashar Al-Assad do poder. O número de mortos já chega a 5 nas primeiras horas do dia. Shabihas foram citados como responsáveis pelo sequestro de pelo menos 76 pessoas numa área industrial.


Aleppo - Tropas rebeldes conseguiram recuperar o prédio do Hospital Nacional em Aleppo, expulsando e matando militares pró-assad.


CCLSy - O Comité de Coordenação de Locais da Síria relatou que já há 24 mortos confirmados nesta manhã de quinta-feira.


Video: Entrevista coletiva do General Mood sobre a crise síria:




Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: