quarta-feira, julho 18, 2012

Síria: 2500 deserções e várias autoridades mortas.

Pelo menos 2500 militares em Idlib foram informados há pouco por terem desertado e se unido ao FSA levando todo o seu equipamento e armamento de acordo com cada especialidade. Ativistas informaram ainda que o número pode ser ainda maior e que as deserções continuam. Além do Ministro de Defesa, outras autoridades estão sendo mortas pela inteligência rebelde, nesta quarta.

Por Saulo Valley -  Rio de Janeiro, 18 de Julho de 2012 as 15h05 GMT-3

O regime sírio vem se desmantelando, depois que o FSA reuniu todas as suas forças e apioadores para marchar rumo a Damasco para derrubar definitivamente o regime de Bashar Assad, que na contabilidade da oposição já matou 19.867 em 486 dias de revolução pelo fim do massacre de civis e por um regime democrático de governo. Video abaixo mostra um ataque rebelde por bomba no prédio da Segurança Nacional da Síria, elevando o número de autoridades militares mortas.


Nesta terça o presidente americano Barack Obama enviou uma mensagem afirmando que o governo americano suspenderia qualquer ajuda aos rebeldes sírios em função das eleições presidenciais, um vez que Barack Obama é candidato à reeleição.

Com a medida, os rebeldes deveriam reavaliar sua progressão para Damasco, mas ocorre exatamente o contrário. Ativistas garantem que o dia 30 de Julho de 2012 é a data-meta estabelecida pelo comando do Exército Livre para a ocupação final de Damasco e a derrubada de Al-Assad para entregá-lo à justiça iunternacional para responder por todos os seus crimes.


Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: