Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Música: você apostaria na volta da Black Music brasileira?

O "movimento black" dominou o mercado brasileiro à partir dos anos 60 impulsionado pelo empolgante som de artistas americanos como James Brown. Como dizia João Nogueira, "não se ouvia músicas nacionais nas rádios". Alguns brasileiros top de linha como Tim Maia e Jair Rodrigues decidiram abraçar a causa americana, dando uma pitadinha de português. Em 1970 a Furacão 2000 realizou o primeiro baile funk no país, exatamente no Canecão, comandado pelo lendário Ademir Lemos. Na época "Jesus is Love" do The Commodors era a balada dançante mais tocada nos bailes (?). Porque ninguém sabia que a letra falava do amor de Jesus Cristo!


Ícone da indústria fonográfica, a fotografia imita a logo da RCA desde 1998
 - Cortesia " BeverlyPack"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Junho de 2012 - 11h35 GMT-3

Desta década em diante a música americana foi sofrendo mutações. Nos anos 80 o "Rap" americano foi inserido no Brasil com uma gigante injeção das multinacionais estrangeiras. Já no início dos anos 90 a mistura das letras em inglês com versões em português que não tinham qualquer ligação com o texto original.

Esta tendência dominou o funk da época. Paralelo a isto o "Charmy" dominava o Rio de Janeiro. Celebridades como Messiê (Mounsieur) Limá, Dj Corello e Dj Marlboro davam toques especiais de romantismo na segunda década da balada eletrônica que conquistou o público brasileiro. Esta tendência foi ainda mais fortalecida com a explosão de sucessos interpretados por Withney Houston, After 7, Gregory About, Michael Jackson, Luther Vandros entre outros. A versão brasileira foi despontando em paralelo com a adesão de Sandra de Sá ao estilo "Tim Maia" em músicas como "Bye Bye tristeza". Já na segunda metade da década de 90 o R&B voltou do túmulo com força nos EUA, depois de 20 anos apagado. Completamente remodelado, cheio de riffs e loopings completamente digitais, a tendência "babyface"não colou no Brasil e afastou o público brasileiro da influência afro-americana. Ao invés disto, o público preferiu o som estridente dos violões de aço e ganhou forças as músicas com apelo acústico.

Após a virada do milênio o público nacional abraçou com mais vontade ainda a música livre da influência da música eletrônica e até 2004 se manteve. As bandas de rock que faziam shows acústicos dominaram as paradas. Até musicas antigas voz e violão como "More Than Words" do Extreme estavam de volta.  Mas nesta era surgiu a nova black music. Complemente leve, com swings dos instrumentos eletro-acústicos e as baterias menos quadradas. Explosão se deu com a volta do domínio americano estrelado por Usher e Beyoncé. Esta nova tendência foi batizada de "HipHop" e dominou as cabeças com a coleção pirata de clipes americanos demos batizada como " HipHop Traxx".  Apesar de que o HipHop havia nascido à partir do Rap nos anos 90, no novo milênio abandonou quase que completamente as letras políticas e partiu para a exploração da luxúria e do romance caro! Movimento este que perdeu a força entre 2009 e 2010 em função da crise econômica mundial e deixou muita gente com saudade de uma "bateriazinha eletrônica"...


Bandas de rock no auge, muita distorção na veia, espaço aberto para novas experiências como o Dance (House) e o Kuduro. É, mas há quem aposte na volta da velha black music nacional, que ainda se chama pelo nome de "charme".



Na contra-mão das novas tendências, com a saída dos grandes investidores do ramo musical e a quase falência das gravadoras gigantes, a música de estilo conhecido por  "alternativo" despontou no evoluir da última década. Este novo-velho estilo chamava atenção por fugir aos padrões massificados e repetitivos da indústria mundial, trazendo sons antigos e estilos de figurinos e penteados que levavam de volta ao túnel do tempo entre os anos 30 e 60.

Nesta reciclada que o gosto musical mundial vem dando, advinha qual é a próxima tendência que surge na cadeia rítmica de todos os povos localizados nas grandes cidades urbanas? O soul. A black music quase na sua origem. Na verdade o "reage time" é o início de toda música afro-americana. E neste siclo que parece nunca se romper, como a órbita de um planeta, tende a trazer novidades, como o tempo e as suas 4 estações. Quando é que elas são iguais de um ano para o outro?

Aí vem a nova receita para o velho bolo: 

Paulinho Fanzine é um charmeiro-nato. De pela branca e cabelos compridos até parece um artista de uma banda de rock pesado. Ao julgar por seu estilo refinado de executar sua guitarra... todo mundo pode se enganar! Mas este sobre nome te lembra alguma coisa? "Uma história de amor não acaba assim..."

É. O grupo Fanzine. Um grupo de charme brasileiro que se dedicava a cantar letras românticas recheadas de técnicas de hiphop. Mistura pra lá, mistura pra cá e velhos amigos de pista se encontram:



Paulinho Fanzine, Ferrnandinho DJ e Gabriel Jaquim decidiram investir na retomada do charme que vem sobrevivendo ao tempo ainda sem casa. Lá embaixo do viaduto do bairro de Madureira, ao relento. Aberto a todos que desejam recordar aqueles momentos maravilhosos do romantismo, da paixão e do amor embalado e marcado por melódicas canções que tornavam um romance em memórias inesquecíveis!
O Chame Brasil agora conta com novos ingredientes. Tempero extra para se manter atualizado e atraente. Na volta desta nova versão. Artistas como "Paulão Dupléx" (Zorra Total), "Lucky" e "JK Rapper" dão as primeiras pinceladas em suas obras de arte que embalarão o mundo em canções apaixonadas e dançantes, para tornar um encontro ainda mais inesquecível. Com a nova tendência sendo impulsionada com a adesão absoluta do público carioca aos "flashbacks", o charme com certeza será o rítimo da próxima era.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Índia: Violência de estupro e morte de "Nirbhaya" se reproduz desastrosamente como febre.

No dia 16 de Dezembro de 2012 a jovem Jyoti Singh Pandey (Nirbhaya) de 23 anos foi vítima do mais trágico estupro que se teve notícias na Índia. Com a internação da vítima que acabou não resistindo pela falência múltipla dos órgãos, uma incontável multidão saiu para as ruas do país para pedir o fim dos abusos contra as mulheres indianas. Mas com o passar de quase dois anos quase nada mudou. Aliás, mudou sim: Aumentou muito o índice de estupros seguidos de morte por agressões, torturas e outras atrocidades similares à violência que matou "Nirbhaya".
 O site "DNAÍndia" publicou um caso de estupro hediondo praticado contra uma menina de apenas 5 anos, que teria acontecido nesta quarta-feira 28/08 na região de Kandivli. De acordo com a fonte o criminoso além de cometer todas as violências que queria, ainda utilizou um cabo de vassoura para inserir na genitália da menina. A criança foi atendida num hospital local mas com a gravidade de seu estado foi transferida para o…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Brasileiros e sírios levam arte às crianças refugiadas colorindo cenários de guerra

Uma iniciativa que merece muitos aplausos levou um grupo de jovens artistas de rua brasileiros, a se encontrar com artistas e ativistas de diversos países em conflito armado. Eles tentam transformar campos de refugiados em escola viva de pura arte em cenário de muitas cores! - Continue lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de aneiro 24 de Abril de 2017

"Magic Caravan" é um projeto social criado em 2013 e a ONG Al Caravan atua na Síria , Líbano, Turquia e Alemanha, ajudando a dar um futuro melhor para crianças e adolescentes sentenciadas a viver em campos de refugiados e campos de concentração ainda remanescentes na Alemanha.

Na Síria, o grupo ajuda crianças das regiões mais intensas do país, cujas áreas residenciais e rurais são constantemente bombardeadas pelo regime sírio, milícias islâmicas, Rússia e países ocidentais. Possui pequenos centros de educação em lugares considerados "redutos rebeldes" como Aleppo, Daara, Homs, Latakya, Damasco e Idlib…