segunda-feira, janeiro 09, 2012

A morte do presidente da Guiné-Bissau em meio a grave crise nacional.

O presidente Malam Bacai Sanhá, da Guiné Bissau morreu nesta segunda por doença pouco explicada aos 69 anos, apesar de internado deste novembro em Paris. Submetido a muitos tratamentos de saúde desde que foi eleito, que culminaram em uma internação dias antes das comemorações de Natal ao ponto de ficar em coma.





Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 09 de Janeiro, de 2011 - 14h11min.

Presidente de saúde frágil cuja fragilidade de governo levou o país a mergulhar em pesado conflito, chegando uma suposta tentativa de golpe de estado em 26 de Dezembro, no mesmo período em que o presidente Sanhá sofria nova crise supostamente de diabetes e no coração.

Tomada de motins, as forças armadas Da Guiné-Bissau estão fragilizadas em concordância com a saúde de seu líder-maior, que ao partir para a eternidade, elevou as preocupações das Nações Unidas e dos países vizinhos com relação à devolução da estabilidade na região.

O site português "publico" citou Fernando Vaz, porta-voz da oposição política no país como dizendo em uma entrevista de rádio: "A acontecer o pior.. (a morte do presidente) aproximam-se tempo muito difíceis".
De acordo com a fonte ainda, o atual presidente da Assembléia Nacional deverá assumir interinamente a presidência da república e as próximas eleições estão previstas para cerca de 3 meses.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: